Comidas de festa junina: conheça as mais populares e veja 20 receitas

Por -

Não dá pra negar: além da decoração, a melhor parte da festa junina são as comidas típicas. Bolo de milho, arroz doce, pinhão, quentão, canjica e por aí vai. A lista é gigantesca e para cada região do Brasil existe uma receitinha especial, diferente e cheia de sabor.

Portanto, se você deseja fazer uma festa junina tradicional e cheia de elementos típicos, acomode-se por aí e acompanhe esse post com a gente. Vamos te mostrar como se faz uma festa junina de verdade:

Comidas de festa junina: ingredientes que não podem faltar

A festa junina é uma celebração tipicamente brasileira, não é mesmo? Não!

Por mais que pareça a cara do Brasil, essa festa na verdade tem origem na cultura pagã europeia (e você aí achando que era uma celebração cristã, né?).

Os pagãos celebravam o solstício de verão em 21 de junho, agradecendo pela colheita do trigo. Só que a Igreja Católica não gostava muito desses rituais e deu logo um jeito de pegar a data para si, aproveitando que o dia de São João era coladinho com o solstício.

As fogueiras, a comida e as danças são elementos típicos dessa antiga celebração pagã, ela apenas ganhou contornos cristãos com o passar do tempo.

Aqui no Brasil, no entanto, não havia colheita de trigo. O que fazer então para comemorar a festa? Milho, é claro! Foi daí que surgiu um dos maiores representantes da festa junina, ingrediente abundante, versátil e que se encontra na grande maioria dos pratos nessa época do ano.

Além do milho, temos outros ingredientes tipicamente brasileiros que servem como base para preparação de inúmeros pratos. Descubra a seguir quais são eles:

Milho

Milho

Já falamos sobre ele, mas não custa nada falar mais um pouquinho, afinal ele é a grande estrela da festa junina.

Com o milho se prepara uma imensa quantidade de pratos, indo do doce ao salgado, e até bebidas.

Dá pra fazer milho assado, milho cozido, bolo de milho, bolo de fubá, polenta, canjica, pamonha, pipoca, curau, cuscuz, pudim, suco e etc, etc, etc.

E, dependendo da região, o milho vai sendo incorporado a outros pratos típicos. Atualmente, também é comum fazer releituras de receitas e acrescentar o milho no lugar de outro ingrediente, fazendo com que o prato fique com cara de festa junina. Um bom exemplo é o brigadeiro de milho, onde o tradicional chocolate dá lugar ao cereal. 

Coco

Coco

Humm, o coco! Esse ingrediente é outra delicia das festas juninas, especialmente em pratos doces. Com ele, você pode fazer cocadas, queijadinhas, quebra queixo e bolos de dar água na boca. Sem contar que o coco ainda se ajusta muito bem a outros pratos, oferecendo ainda mais sabor.

É o caso do arroz doce, do doce de abobora, da canjica, da tapioca e do bolo de milho que conseguem ficar ainda mais gostosos quando levam coco na preparação.

O coco ainda tem a vantagem de poder ser incorporado às receitas de inúmeras formas: ralado, em lascas, flocos, queimado ou como leite.

Abóbora

Abóbora

Pensou em festa junina, pensou em abobora. Essa iguaria brasileira está presente em todas as regiões do país e pode ser usada como comida de festa junina em pratos doces e salgados.

Para começar, podemos citar o sempre maravilhoso doce de abobora. Ele pode ser feito em forma de pasta ou em cubinhos.

A abóbora também acompanha muito bem pratos salgados, especialmente aqueles de origem nordestina. Você pode por na mesa carne seca com abobora, por exemplo. Ou, que tal ainda, um caldinho de abobora para aquecer as noites frias do mês de junho?

Amendoim

Amendoim

Chegou mais um ingrediente indispensável nas comidas de festa junina, afinal, não tem arraiá sem amendoim.

Essa leguminosa pode ser servida tostada com sal, além, é claro de dar vida para um dos doces mais tradicionais da festa junina: a paçoca.

O amendoim é a base também de outras receitas típicas como pé de moleque e o pé de moça. A diferença entre os dois é que o pé de moleque é mais duro e leva pedaços maiores de amendoim, já o pé de moça é mais macio e possui textura delicada.

Quer saber onde mais usar o amendoim? Experimente fazer um bolo, um pudim ou simplesmente incorporá-lo em outras receitas, como o arroz doce e a canjica.

O amendoim também é a base de uma bebida muito tradicional nas festas juninas: o chá do padre. Essa bebida simples é feita com leite, amendoim torrado e canela.

Mandioca

Mandioca

A mandioca, ou macaxeira, é outra grande representante da cultura popular brasileira e, de quebra, da festa junina.

Essa raiz de sabor inconfundível é muito usada para o preparo de bolos. Mas ela se destaca mesmo com seus subprodutos, ou seja, o polvilho, a goma de mandioca e a tapioca.

Esses ingredientes entram na preparação de biscoitos, pudins, bolos e da própria tapioca.

Pinhão

Pinhão

O pinhão é aquele ingrediente que super representa a festa junina, especialmente para quem mora no Sul e no Sudeste, regiões onde a semente é mais facilmente encontrada.

Na maioria das vezes, o pinhão é consumido cozido. Mas ele pode ser inserido em preparações diferenciadas, acompanhando pratos doces e salgados.

Comidas de festa junina de norte a sul do Brasil

O Brasil é um país continental, gigantesco. E, por isso, nada mais natural que cada região tenha seus próprios costumes, cultura e, claro, comidinhas típicas.

E você acha que essas deliciosas diferenças culturais não ficariam em evidência na festa junina? Claro que ficam! Por isso, selecionamos logo abaixo as comidas de festa junina típicas de cada região do Brasil, de norte a sul, confira:

Região Norte

A região Norte do Brasil celebra a festa junina juntamente com a festa do Boi Bumbá, que acontece na última semana do mês de junho.

Muito influenciada pela cultura indígena, a região norte destaca em seus pratos a mandioca.

Por lá é muito comum preparações como o tacacá, um prato indígena feito a base de tucupi (caldo de mandioca), camarão, jambu (erva que confere uma leve dormência nos lábios) e goma de tapioca.

A maniçoba ou feijoada paraense é outra típica comida de festa junina da região norte. Preparada com folhas de mandioca, feijão e carnes como toucinho, lombo e paio, essa versão da feijoada começa a ser preparada com sete dias de antecedência. Isso porque as folhas da mandioca são tóxicas e precisam passar por um processo de cozimento para eliminar completamente essas substâncias.

A região norte também celebra a festa junina com bolo de mandioca, cuscuz, tapioca e canjica.

Região Nordeste

É no Nordeste que se encontra a maior festa de São João do Mundo. Todos os anos, Campina Grande, na Paraíba, recebe milhares de visitantes prontos para dançar muito forró e, é claro, experimentar as comidas típicas da região.

Em terras nordestinas, o grande astro é o milho. Com ele, esse pessoal arretado prepara o famoso mungunzá (ou canjica em outras regiões) com muito leite de coco, canela e cravo.

Tem também cuscuz, mas o nordestino é diferente do paulista. A versão típica do Nordeste leva apenas flocos de milho, água e sal servido com manteiga ou carne de sol.

Outro prato típico da região Nordeste é a canjica. Mas atenção: canjica lá é o mesmo que curau no Sul e no Sudeste.

No arraiá nordestino também tem muito bolo de fubá, bolo de milho, pamonha, pé de moleque, milho cozido e baião de dois, porque, afinal de contas, um pouco mais de sustância não faz mal para ninguém.

Região Centro Oeste

Chegamos agora na região Centro Oeste. Grande em território e repleta de influencias dos países da fronteira, como Argentina e Paraguai, a região Centro Oeste tem uma festa junina bem diversificada, especialmente quando o assunto é comida.

Na região, o prato mais tradicional nessa época do ano é a sopa paraguaia. Só que de sopa não tem nada. Esse prato é, na verdade, um tipo de bolo salgado feito com flocos de milho e queijo.

O arroz maria izabel é outra tradição no Centro Oeste brasileiro. Apesar de ser um prato típico do Piauí, o pessoal do Mato Grosso do Sul adora e consome muito. O arroz é o ingrediente principal, mas junto com ele vem também carne seca, tomate, pimentão e farofa de banana.

Quer outro prato tipicamente da região Centro Oeste? Pois aí vai: pixé. Esse é um prato doce, semelhante a uma farofa, feito com milho torrado, açúcar e canela.

Também não podemos deixar de citar o arroz carreteiro, outra típica comida da região centro oeste e que sempre marca presença nas festas juninas.

Na região também não faltam pratos mais populares e comuns aos outros estados do país, como a broa de fubá, a paçoca e o bolo de amendoim.

Região Sudeste

A festa junina da região Sudeste tem sabor de milho, muito milho. Com ele, o povo do Sudeste prepara pamonha, curau, bolo de milho, pipoca, bolo de fubá, suco de milho, milho assado, milho cozido e o que mais você conseguir imaginar!

Ainda é comum por essas bandas comer pinhão, pastel, cachorro quente, espetinho de carne, além de doces como maça do amor, canjica e paçoca.

Para beber, não pode faltar o tradicional quentão e o vinho quente.

Região Sul

Assim como na região Centro Oeste, a região Sul também absorveu muito dos costumes fronteiriços, por isso é comum comemorar a festa junina com chimarrão e churrasco. Mas existem outros elementos tradicionais na região, como o quentão (só que ao contrário do Sudeste, o quentão sulista é feito com vinho).

O amendoim caramelizado, conhecido também como amendoim cri cri ou praliné, também faz sucesso nas festas juninas da região.

Batata doce assada, bolo de milho, bolo de fubá, maça do amor, paçoca, pipoca e canjica são outras comidinhas que não faltam por lá.

E o que acha de aprender agora como fazer as principais receitas de festa junina? Aquelas que fazem sucesso em qualquer canto do país? Então é só conferir a seleção abaixo:

Receitas doces de festa junina

Paçoca

1. Doce de abobora

Que tal aprender a fazer um típico doce de abobora em formato de coração? O vídeo a seguir te ensina o passo a passo, confira:

2. Paçoca

Feita com amendoim, farinha de mandioca, sal e açúcar, a paçoca é um dos doces mais tradicionais da festa junina e você não pode perder a oportunidade de aprender como fazer essa delicia. Para isso, basta acompanhar o vídeo a seguir:

3. Pé de Moleque

Muito tradicional no Nordeste, mas amado nos quatro cantos do país, o pé de moleque é um doce rústico, feito com amendoim em pedaços grandes e muito açúcar para adoçar a vida. Veja a receita dessa tradicional receita de festa junina a seguir:

4. Pé de Moça

O pé de moça é um doce muito semelhante ao pé de moleque, diferente apenas na textura e na apresentação. Quer saber como se faz? Então acompanhe o vídeo a seguir:

5. Curau

Curau no Sul e Sudeste, canjica no Nordeste. Seja qual for o nome, o importante mesmo é colocar esse doce cremoso e delicioso na mesa da festa junina. Confira a receita no vídeo abaixo:

6. Pamonha

Tem gente que acha difícil, mas com as dicas e a receita certa, fazer pamonha em casa pode ser muito mais fácil do que você imagina. Dá só uma olhada na receita a seguir:

7. Bolo de milho

Festa junina sem bolo de milho não dá, né? Por isso não deixe de conferir a receita abaixo e aprender como se faz um bolo de milho fofinho e cheiroso:

8. Bolo de fubá

O bolo de fubá é outro prato típico da festa junina e que não pode faltar no seu arraiá. Veja a receita abaixo:

9. Cocada

Agora é a vez da cocada. Esse doce escandalosamente delicioso é fácil de fazer e você precisa de apenas alguns ingredientes. Bora conferir a receita?

10. Canjica

Uma canjica quentinha vai bem para aquecer as noites de junho, não é mesmo? Então acompanhe o vídeo a seguir para aprender como fazer esse prato:

11. Arroz Doce

E junto com a canjica vem também o arroz doce, outra receita tradicional de festa junina. Quer saber como se faz? Então é só assistir o vídeo abaixo:

12. Quebra Queixo

A combinação entre coco, açúcar e limão é igual a quebra queixo, um doce super gostoso, fácil de fazer e que é a cara da festa junina.

13. Maça do amor

Lindas e saborosas. As maças do amor são assim! E nem pense que é super complicado fazer essa receita. Basta seguir as orientações e pronto. O vídeo abaixo traz a receita completa:

Receitas salgadas de festa junina

Cuzcuz Nordestino

14. Cuscuz nordestino

O cuscuz nordestino é uma das opções de comida salgada para festa junina mais simples, baratas e fáceis de fazer. O vídeo a seguir traz três formas diferentes de fazer essa receita, confira:

15. Cuscuz Paulista

Já quem deseja dar uma incrementada na receita tradicional de cuscuz pode optar pela versão paulista. Veja a receita a seguir:

16. Canjiquinha

Outra receita salgada típica de festa junina é a canjiquinha ou, como é conhecida em alguns lugares, quirerinha. Assista ao vídeo abaixo para aprender como se faz:

Bebidas de festa junina

17. Quentão

Quer aprender como fazer quentão para festa junina? Então veio ao lugar certo. O vídeo a seguir traz a receita e as dicas que você precisa saber, acompanhe:

18. Vinho Quente

E como resistir a um vinho quente? Essa bebida deliciosa é uma das grandes estrelas da festa junina. Uma curiosidade: no sul, o vinho quente é conhecido como quentão. Veja a receita no vídeo abaixo:

19. Chá do Padre

O chá do padre, conhecido também como bebida cremosa de amendoim, é uma opção saborosa para a festa junina. Vem ver como se faz:

20. Suco de milho

E para encerrar o cardápio, que tal um suco de milho? A receita você vê logo abaixo:

Depois de ver tantas opções, agora é só planejar o cardápio da sua festa junina e chamar todo mundo para o arraiá.