Cortineiro de gesso: descubra as medidas e veja dicas práticas

Acesse e veja dicas práticas sobre o cortineiro de gesso na decoração de ambientes

Por -

O cortineiro de gesso é um ótimo ‘truque’ para esconder o varão da cortina, deixando só a parte que interessa aparecendo e, ainda, decorar a sala com elegância e sofisticação.

Se você está pensando em utilizar um cortineiro de gesso é importante saber que existe, basicamente, dois modelos: o embutido e o sobreposto. O cortineiro embutido fica junto ao forro de gesso rebaixado e não é visível. Nele, a cortina parece que está saindo de dentro do forro.

Já no modelo sobreposto, o cortineiro fica aparente e se revela como uma moldura abaixo do forro. Esse tipo de cortineiro pode ser usado em tetos de gesso e em tetos convencionais de laje. Ele também possui a característica de esconder o acabamento superior da cortina e conferir aquele visual sofisticado ao ambiente.

Agora se você quiser dar aquele “tcham” a mais na decoração pode optar por um cortineiro de gesso iluminado. O sistema de iluminação pode ser utilizado em ambos os modelos de cortineiro e garante um clima diferenciado para o ambiente, além de realçar e valorizar a cortina.

Outra dica importante na hora de planejar o seu cortineiro é se atentar para as medidas dele. É recomendado deixar um espaço de cerca de 15 centímetros de profundidade para que a cortina não fique com aparência de amassada, especialmente aquelas com duas ou três camadas de pano ou as que são produzidas com tecido grosso. Já nas laterais, o ideal é um espaço entre 10 a 20 centímetros, necessários para retirar e colocar a cortina sem dificuldades.

Vale destacar ainda que o cortineiro deve seguir as medidas da cortina e não da parede. Ou seja, o cortineiro só ocupa toda a parede se a cortina também ocupar.

60 ideias de cortineiro de gesso para você se inspirar

E então, já escolheu a cortina para o seu cortineiro de gesso? Ainda não? Você pode se inspirar na seleção de imagens abaixo. Selecionamos as melhores ideias de cortineiro de gesso para você projetar o seu. Confira:

Imagem 1 – Nesse quarto de casal, o cortineiro de gesso sobreposto foi usado para ajudar a esconder o closet.

Nesse quarto de casal, o cortineiro de gesso sobreposto foi usado para ajudar a esconder o closet

Imagem 2 – Repare como o cortineiro embutido alonga o pé-direito do ambiente e garante elegância extra à decoração.

Repare como o cortineiro embutido alonga o pé-direito do ambiente e garante elegância extra à decoração

Imagem 3 – A ideia aqui foi usar o cortineiro sobreposto como uma continuidade da moldura de gesso.

A ideia aqui foi usar o cortineiro sobreposto como uma continuidade da moldura de gesso

Imagem 4 – Nesse ambiente integrado o cortineiro embutido fica entre o acabamento de gesso e a madeira.

Nesse ambiente integrado o cortineiro embutido fica entre o acabamento de gesso e a madeira

Imagem 5 – Cortineiro de gesso sobreposto para uma cortina de tecido grosso.

Cortineiro de gesso sobreposto para uma cortina de tecido grosso

Imagem 6 – Um cortineiro de canto para acompanhar a necessidade da sala de jantar.

Um cortineiro de canto para acompanhar a necessidade da sala de jantar

Imagem 7 – Um cortineiro de canto para acompanhar a necessidade da sala de jantar.

Um cortineiro de canto para acompanhar a necessidade da sala de jantar

Imagem 8 – A cortina de tecido leve e fluido contou com o cortineiro de gesso embutido para ficar ainda mais bonita.

A cortina de tecido leve e fluido contou com o cortineiro de gesso embutido para ficar ainda mais bonita

Imagem 9 – Esse ambiente de estilo clássico ganhou um cortineiro de gesso que se transforma em uma moldura na parede.

Esse ambiente de estilo clássico ganhou um cortineiro de gesso que se transforma em uma moldura na parede

Imagem 10 – Quarto infantil precisa de cortina e nada melhor do que um cortineiro para deixar o cantinho mais bonito e aconchegante.

Quarto infantil precisa de cortina e nada melhor do que um cortineiro para deixar o cantinho mais bonito e aconchegante

Imagem 11 – Cortineiro sobreposto é uma alternativa para quem já tem o forro pronto e não quer refazer todo o projeto para instalar um modelo embutido.

Cortineiro sobreposto é uma alternativa para quem já tem o forro pronto e não quer refazer todo o projeto para instalar um modelo embutido

Imagem 12 – Decorações de estilo moderno e minimalista se beneficiam – e muito – da presença de cortineiros embutidos.

Decorações de estilo moderno e minimalista se beneficiam dos cortineiros

Imagem 13 – Se a intenção é usar um modelo de cortineiro sobreposto, procure seguir o mesmo padrão da moldura de gesso, assim você ganha unidade visual no ambiente.

Se a intenção é usar um modelo de cortineiro sobreposto, procure seguir o mesmo padrão da moldura de gesso, assim você ganha unidade visual no ambiente

Imagem 14 – A saída aqui para usar o cortineiro embutido foi instalar uma sanca de gesso e rebaixar o teto.

A saída aqui para usar o cortineiro embutido foi instalar uma sanca de gesso e rebaixar o teto

Imagem 15 – Com a ajuda do cortineiro, a cortina branca e leve passa quase despercebida nesse ambiente.

Com a ajuda do cortineiro, a cortina branca e leve passa quase despercebida nesse ambiente

Imagem 16 – Cortineiro de gesso para persianas! Por quê não?

Cortineiro de gesso para persianas! Por quê não?

Imagem 17 – O teto de recortes e níveis variados conta com um cortineiro embutido para realçar a decoração da sala.

O teto de recortes e níveis variados conta com um cortineiro embutido para realçar a decoração da sala

Imagem 18 – Nessa sala, o cortineiro de gesso sorbreposto foi pintado na mesma cor da parede adjacente e da cortina.

Nessa sala, o cortineiro de gesso sorbreposto foi pintado na mesma cor da parede adjacente e da cortina

Imagem 19 – Um cortineiro de gesso é sempre uma boa pedida para deixar o ambiente mais clean.

Um cortineiro de gesso é sempre uma boa pedida para deixar o ambiente mais clean

Imagem 20 – O cortineiro sobreposto desse quarto infantil ganhou uma cortina de tecido único e estampada com listras.

O cortineiro sobreposto desse quarto infantil ganhou uma cortina de tecido único

Imagem 21 – A cortina laranja é o destaque desse quartinho e, por isso mesmo, ela merece um lugar especial, feito só para ela.

A cortina laranja é o destaque desse quartinho

Imagem 22 – Antes de fazer o cortineiro já tenha em mente o tipo de cortina que irá usar, assim você consegue definir com mais certeza as medidas do cortineiro.

Antes de fazer o cortineiro já tenha em mente o tipo de cortina que irá usar

Imagem 23 – Teto rebaixado de gesso com cortineiro sobreposto: uma ótima combinação para salas de estilo clássico.

Teto rebaixado de gesso com cortineiro sobreposto

Imagem 24 – Sala de janela ampla conta com um cortineiro que acompanha toda a extensão da parede.

Sala de janela ampla conta com um cortineiro que acompanha toda a extensão da parede

Imagem 25 – Esse cortineiro embutido é um pouco diferente dos outros: aqui, ele se destaca por ter sido feito após a junção entre a parede e o teto.

Esse cortineiro embutido é um pouco diferente dos outros

Imagem 26 – Cortineiro sobreposto recebeu uma cortina de pano duplo: um mais leve e fluido e outro mais grosso e pesado.

Cortineiro sobreposto recebeu uma cortina de pano duplo

Imagem 27 – Cortineiros de gesso podem ser usados em diferentes cômodos da casa; aqui ele aparece na cozinha.

Cortineiros de gesso podem ser usados em diferentes cômodos da casa

Imagem 28 – Cortina de pano e persiana dividem o mesmo espaço dentro do cortineiro de gesso sobreposto.

Cortina de pano e persiana dividem o mesmo espaço

Imagem 29 – Nesse quartinho clean de bebê, o cortineiro de gesso recebeu uma persiana branca.

Nesse quartinho clean de bebê, o cortineiro de gesso recebeu uma persiana branca

Imagem 30 – Um modelo circular e bem diferenciado de cortineiro de gesso.

Um modelo circular e bem diferenciado de cortineiro de gesso

Imagem 31 – Quarto de casal com cortineiro e cortina embutidos: uma ideia diferente, original e simples de fazer.

Quarto de casal com cortineiro e cortina embutidos

Imagem 32 – Na maior parte das vezes o cortineiro acompanha a cor do teto e não da cortina, contudo isso não é uma regra.

Na maior parte das vezes o cortineiro acompanha a cor do teto e não da cortina, contudo isso não é uma regra

Imagem 33 – Um cortineiro de gesso iluminado destaca a cortina e valoriza o projeto de decoração como um todo.

Um cortineiro de gesso iluminado destaca a cortina e valoriza o projeto de decoração

Imagem 34 – O tamanho certo da cortina – largura e altura – é fundamental para a beleza do cortineiro.

Imagem 35 – Aqui o cortineiro não é iluminado, mas possui dois spots próximos que ajudam a realçar o local da cortina.

Aqui o cortineiro não é iluminado, mas possui dois spots próximos que ajudam a realçar o local da cortina

Imagem 36 – A ideia é que o cortineiro passe quase despercebido na decoração, atuando como um coadjuvante silencioso.

A ideia é que o cortineiro passe quase despercebido na decoração, atuando como um coadjuvante silencioso

Imagem 37 – Esse cortineiro sobreposto possui uma faixa larga para acompanhar a altura do pé direito da casa.

Esse cortineiro sobreposto possui uma faixa larga para acompanhar a altura do pé direito da casa

Imagem 38 – Uma mão de obra especializada para colocação do cortineiro de gesso é sempre mais recomendado.

Uma mão de obra especializada para colocação do cortineiro de gesso é sempre mais recomendado

Imagem 39 – Meio embutido, meio sobreposto: esse cortineiro de gesso passeia pelos dois modelos.

Meio embutido, meio sobreposto: esse cortineiro de gesso passeia pelos dois modelos

Imagem 40 – O cortineiro deve respeitar as medidas da cortina e não da parede.

O cortineiro deve respeitar as medidas da cortina e não da parede

Imagem 41 – O teto enviesado ganhou um cortineiro sobreposto de faixa larga.

O teto enviesado ganhou um cortineiro sobreposto de faixa larga

Imagem 42 – O cortineiro e a cortina precisaram se adaptar para acompanhar o desenho diferenciado do teto.

Imagem 43 – Lembra da dica para acompanhar as medidas da cortina? Aqui, acontece a mesma coisa, só que ao invés de seguir as medidas laterais, o cortineiro acompanha a altura da cortina, ficando alguns palmos abaixo do teto.

Lembra da dica para acompanhar as medidas da cortina? Aqui, acontece a mesma coisa, só que ao invés de seguir as medidas laterais, o cortineiro acompanha a altura da cortina, ficando alguns palmos abaixo do teto

Imagem 44 – A cortina que escorre pelo chão foi colocada dentro de um cortineiro de gesso sobreposto.

A cortina que escorre pelo chão foi colocada dentro de um cortineiro de gesso sobreposto

Imagem 45 – Nem sempre o forro de gesso precisa ter um cortineiro embutido, o modelo sobreposto também pode ser usado.

Nem sempre o forro de gesso precisa ter um cortineiro embutido

Imagem 46 – Nessa sala, o cortineiro sobreposto de gesso acompanha o contorno da janela.

Nessa sala, o cortineiro sobreposto de gesso acompanha o contorno da janela

Imagem 47 – O cortineiro de gesso não deixa para trás o estilo moderno das persianas.

O cortineiro de gesso não deixa para trás o estilo moderno das persianas

Imagem 48 – Cortineiro de gesso iluminado realça a proposta elegante e sofisticada da decoração desse quarto.

Cortineiro de gesso iluminado realça a proposta elegante e sofisticada da decoração desse quarto

Imagem 49 – Cortineiro de gesso e cortina de veludo: não precisa muito para perceber que esse quarto é puro refinamento.

Cortineiro de gesso e cortina de veludo

Imagem 50 – O cortineiro sobreposto acompanha a moldura de gesso de estilo clássico e cheia de arabescos.

O cortineiro sobreposto acompanha a moldura de gesso de estilo clássico e cheia de arabescos

Imagem 51 – Cortineiro embutido duplo: um de cada lado da sala de jantar.

Cortineiro embutido duplo: um de cada lado da sala de jantar

Imagem 52 – Persiana cinza se destaca na parede e revela o ‘truque’ do cortineiro embutido.

Persiana cinza se destaca na parede e revela o ‘truque’ do cortineiro embutido

Imagem 53 – Nessa sala, foi instalada uma sanca de gesso rebaixada para inserir o cortineiro.

Nessa sala, foi instalada uma sanca de gesso rebaixada para inserir o cortineiro

Imagem 54 – Um cortineiro embutido de grandes proporções, mas que sabe ser discreto e elegante.

Um cortineiro embutido de grandes proporções, mas que sabe ser discreto e elegante

Imagem 55 – Da sanca rebaixada de gesso descem as persianas.

Da sanca rebaixada de gesso descem as persianas

Imagem 56 – Parede branca, cortina de voil e cortineiro embutido: a combinação perfeita para um ambiente clean, suave e delicado.

Parede branca, cortina de voil e cortineiro embutido

Imagem 57 – Quarto de bebê com cortineiro de gesso sobreposto com desenho em alto relevo; destaque para a parede revestida com o mesmo material.

Quarto de bebê com cortineiro de gesso

Imagem 58 – Originalmente o cortineiro desse quarto é embutido, mas a moldura externa o deixa semelhante a um modelo sobreposto.

Originalmente o cortineiro desse quarto é embutido

Imagem 59 – Nesse quarto de casal, o teto se destaca em diferentes níveis e recortes, entre eles o cortineiro.

Nesse quarto de casal, o teto se destaca em diferentes níveis e recortes

Imagem 60 – O cortineiro de gesso é um acabamento feito sob medida e isso garante que o projeto seja executado de acordo com a necessidade dos moradores e o estilo da decoração.

O cortineiro de gesso é um acabamento feito sob medida