Limpeza de carpete: como fazer passo a passo e cuidados essenciais

Por -

Os carpetes são aconchegantes, trazem conforto térmico e acústico, além de deixar qualquer ambiente mais bonito.

Mas a limpeza do carpete, ou melhor, a falta dela, pode colocar todas essas vantagens a perder.

Isso porque o carpete acumula poeira, pelos, cabelo, migalhas e farelos de comida e tudo isso é um prato cheio para a proliferação de ácaros, fungos e outros micro-organismos que podem trazer problemas para a saúde dos moradores, principalmente doenças respiratórias, como alergias.

Sem contar que um carpete sujo acaba prejudicando também a funcionalidade e a beleza dos cômodos, além de diminuir a vida útil do produto.

Ou seja, não tem jeito, você vai precisar aprender como limpar carpete.

Mas não se preocupe, a gente te ajuda. O post de hoje é um guia completo para limpeza do carpete, vem ver!

Como limpar carpete

Qual a frequência de limpeza do carpete

Vamos começar esclarecendo qual a frequência correta de limpeza do carpete. A resposta pode variar de acordo com o local onde o carpete foi instalado. Em áreas de maior circulação, como corredores, por exemplo, é necessário investir mais vezes na limpeza.

Já ambientes menos frequentados, como os quartos, exigem uma frequência menor na limpeza do carpete.

Se você tem pets em casa também é aconselhável limpar o carpete mais vezes para evitar o acúmulo de pelos.

Mas, de modo geral, podemos considerar uma ou duas limpezas superficiais por semana no carpete.

E a cada seis meses ou um ano contrate uma empresa especializada em limpeza de carpetes para fazer uma faxina completa.

Quais produtos usar para limpar carpete

Em primeiro lugar você precisa saber que o carpete não pode (de jeito nenhum) entrar em contato com água.

A umidade é perfeita para a criação de manchas de mofo e bolor, sem contar o mau cheiro que ela pode causar.

Portanto, nada de querer lavar o carpete ou usar panos encharcados para fazer a limpeza.

O ideal é realizar a limpeza semanal superficial do carpete com o aspirador de pó.

Evite usar vassouras.

Primeiro porque elas apenas erguem e espalham a poeira ao invés de removê-la, segundo porque as fibras da vassoura podem acabar danificando o carpete.

Para remover odores e ajudar na retirada de pelos de animais, faça uma solução de água com vinagre na proporção de dois por um, respectivamente.

Coloque essa mistura em um borrifador e borrife por toda a extensão do carpete, sem molhar demais.

Em seguida, passe o aspirador de pó para auxiliar na remoção da sujeira.

Outra opção é fazer uma limpeza a seco utilizando bicarbonato de sódio.

Basta espalhar um pouco do pozinho do bicarbonato sobre o carpete, aguardar alguns minutos e, então, remover com o aspirador de pó.

Você pode ainda optar por removedores multiuso próprios para uso em carpetes.

Esses produtos são geralmente vendidos nas seções de limpeza dos supermercados.

Quais produtos evitar na limpeza do carpete

Além de água e vassoura, você também deve evitar o uso de produtos que deixam resíduos, como é o caso de sabão e detergente.

Esses produtos são de difícil remoção e podem deixar o carpete com um visual pegajoso, além de danificar as fibras do carpete.

Evite também o uso de alvejantes, água sanitária, cloro e álcool, uma vez que eles podem causar manchas no carpete.

Carpete e os diferentes tipos de manchas

O carpete, assim como qualquer tipo de tapete, está sujeito a manchas dos mais variados tipos. Não tem jeito!

O que você precisa saber é como remover cada uma das manchas que, por ventura, aparecerem no seu carpete.

Lembrando que quanto antes for feita a remoção da mancha, melhor. As manchas secas são mais difíceis de serem limpas e nem sempre saem por completo.

Confira abaixo como tirar as manchas mais comuns de carpete:

Manchas de gordura

Uma mancha de gordura no carpete pode parecer impossível de tirar, mas não é.

O primeiro passo é pressionar um papel toalha sobre a mancha para tentar absorver o máximo da gordura.

Mas tenha cuidado para não aumentar ainda mais a sujeira, concentre-se apenas em friccionar e não espalhar.

Em seguida, faça uma misturinha de água com apenas uma gotinha de detergente e passe no local da mancha com a ajuda de uma esponja macia, sem umedecer demais o carpete.

Finalize com um pano macio e seco, removendo o máximo da umidade. Aproveite e abra as janelas para o local secar mais rápido. 

Manchas de vinho, suco de uva, café, sangue ou molho de tomate

As manchas de vinho, suco de uva, molho de tomate, sangue e café são um problema em carpetes, principalmente aqueles de cores mais claras.

E quanto mais rápido você agir para remover a mancha, mais sucesso terá.

Comece a limpeza com um papel toalha ou um pano macio, limpo e bem absorvente. Pressione a mancha para remover o excesso da sujeira.

Na sequência, faça uma solução usando água oxigenada e detergente, na proporção de dois para um, respectivamente.

Aplique essa mistura sem molhar demais o carpete e esfregue suavemente o local tomando cuidado para não espalhar a mancha.

Seque o local com um pano macio e se possível permita que a ventilação natural ajude no processo de secagem.

Outra maneira de agilizar a secagem do carpete é usando um secador de cabelos. Direcione o jato de ar quente sobre a mancha até secar.

Chiclete

Pode acontecer do seu carpete virar refém de um chiclete. Nesse caso, mantenha a calma e pegue uma pedra de gelo.

Coloque o gelo dentro de um saco plástico e, em seguida, aperte-o contra o chiclete por alguns minutos.

Cuidado apenas para não colocar o gelo diretamente sobre o carpete sem o auxilio do plástico. Isso porque na medida em que o gelo for derretendo vai molhar o carpete.

O objetivo aqui é que o gelo endureça o chiclete permitindo que você o retire sem complicações. Caso fique algum vestígio do chiclete, basta repetir o processo.

Cuidados e manutenção da limpeza do carpete

  • Se o seu carpete está instalado por toda a casa, incluindo a área da entrada, procure tirar os sapatos todas as vezes que entrar em casa. Isso evita que o carpete absorva as sujeiras que você traz da rua. Para facilitar, deixe uma caixa ou um móvel acessível na entrada para guardar os sapatos.
  • Em corredores a dica é usar passadeiras sobre o carpete para reduzir o acúmulo de sujeira e evitar manchas.
  • Mas se o carpete está na sala de jantar então a dica é colocar um tapete embaixo da mesa, assim você evita que pedaços de comida e migalhas manchem o carpete.
  • Jamais tente lavar o carpete sozinho em casa. O excesso de umidade pode causar manchas de mofo e ainda deixar um cheiro horrível. O melhor é sempre contar com a ajuda de uma empresa especializada para fazer esse trabalho.
  • Mantenha o hábito de abrir a casa para que o ar circule. Isso é especialmente recomendado para quem tem carpete, uma vez que a ventilação ajuda a prevenir problemas de mofo.
  • Se tiver alguma dúvida de como fazer a limpeza do carpete procure pelo fabricante.

Viu só como é simples e fácil fazer a limpeza do carpete? Coloque todas essas dicas em prática e curta sua casa!