Piso para piscina: conheça os principais materiais utilizados

Descubra os principais tipos e materiais de pisos para piscina antes de escolher o seu

Por -

Ter uma piscina em casa é certeza de passar bons momentos junto à família e aos amigos. Mas para garantir que nada atrapalhe esses momentos é preciso tomar alguns cuidados na área que envolve a piscina, é um deles e a escolha do piso. O piso ideal para piscina precisa levar em conta a segurança, o conforto térmico e, claro, a estética do ambiente.

Exatamente por causa desses fatores que a escolha do piso para piscina deve ser muito bem pensada e planejada, principalmente para evitar acidentes. Existe atualmente no mercado uma grande variedade de pisos que atendem essas exigências. Qual deles você irá escolher vai depender do estilo que você deseja imprimir no local e, também, do quanto você está disposto a gastar, já que alguns materiais são notavelmente mais caros do que outros. Os mais recomendados são os pisos atérmicos antiderrapantes.

Continue acompanhando esse post para conhecer melhor as características de cada tipo de piso para piscina e, claro, uma seleção de fotos para te ajudar a definir qual o melhor modelo para sua casa. Confira:

Piso para piscina: cerâmica e porcelanatos

Os pisos cerâmicos ou porcelanatos são muito utilizados para a área da piscina. As principais vantagens desse tipo de piso são o baixo custo – um dos tipos de piso para piscina mais baratos do mercado – e a grande variedade de cores, texturas e tamanhos disponíveis. No caso dos porcelanatos há ainda a opção dos pisos amadeirados ou com aparência de pedra. Os porcelanatos imitam com perfeição esses materiais com a vantagem de serem mais resistentes, fáceis de limpar e não exigirem tanta manutenção.

Os pisos cerâmicos e porcelanatos também não desbotam com o sol e podem ser comprados nas versões antiderrapantes, garantindo a segurança e a proteção na beira da piscina. Contudo é preciso se atentar se o piso possui propriedades térmicas, já que a exposição ao sol pode deixá-los quentes demais.

Outra recomendação importante é se atentar para o tipo de argamassa que está sendo utilizada, pois com o tempo ela pode sofrer danos e descolar do piso. Confira agora alguns projetos que apostaram no uso do piso cerâmico para área da piscina:

Imagem 1 – Porcelanato amadeirado revestindo o entorno da piscina; móveis seguem no mesmo tom.

Piso para piscina: porcelanato amadeirado

Imagem 2 – Entorno dessa piscina coberta foi revestido com piso cerâmico cinza; importante frisar que quanto mais clara a cor do piso, menos calor ele absorve.

piso cerâmico cinza na piscina

Imagem 3 – Porcelanato branco revestindo a área externa da piscina.

Porcelanato branco revestindo a área externa da piscina

Imagem 4 – Já essa piscina coberta, ganhou um revestimento de porcelanato escuro, tanto no chão, quanto na parede.

Piscina coberta com revestimento escuro

Imagem 5 – Para combinar com a cor clara da casa, o piso cerâmico da piscina segue o mesmo tom.

Piso cerâmico seguindo a mesma tonalidade da residência

Imagem 6 – Piso para piscina: o tom claro do piso deixa a área da piscina mais ampla visualmente.

Piso para piscina: o tom claro do piso deixa a área da piscina mais ampla

Imagem 7 – Piso interno da piscina contrasta com a área externa que foi revestida com ladrilhos hidráulicos, grama e porcelanato amadeirado.

Piso interno da piscina contrasta com a área externa

Imagem 8 – Piso para piscina em dois tons: um claro e outro escuro.

Piso para piscina em dois tons: um claro e outro escuro

Imagem 9 – Porcelanato branco e deck de madeira revestem a área dessa piscina.

Porcelanato branco e deck de madeira revestem a área dessa piscina

Imagem 10 – Para essa piscina coberta o piso escolhido foi cinza, deixando esse ambiente com estilo moderno.

Piso para piscina cinza moderno

Imagem 11 – Piso para piscina: para não fugir da proposta, a escolha foi por uma porcelanato amadeirado, combinando assim com a parede e o forro.

Piso para piscina: porcelanato amadeirado

Imagem 12 – Piso cinza para uma área externa mais sóbria e neutra.

Piso para piscina em área sóbria

Piso para piscina: granito

O granito também é uma opção para piso de piscina. O material é conhecido pela sua alta resistência e durabilidade, além do que, o granito também pode ser considerado atérmico. Outra vantagem da pedra natural é que ela está disponível em uma grande variedade de cores.

Contudo, para ser colocado ao redor da piscina é necessário que o granito passe por um tratamento especial para se tornar antiderrapante, pois sua superfície polida e extremamente lisa pode provocar acidentes. O granito também pode manchar por ser uma pedra porosa, especialmente as mais claras. Mas esse problema também pode ser resolvido com a aplicação de uma camada de resina que a tornará impermeável.

Imagem 13 – Piso para piscina: borda da piscina com granito claro intercalado com pedaço de grama.

Piso para piscina: granito

Imagem 14 – Granulações na superfície do granito são uma de suas principais características, nesse projeto, o granito foi utilizado em toda a área externa.

Piscina com granito ao redor

Imagem 15 – Piso para piscina: uma opção é usar o granito em formato de piso, nesse caso a pedra foi utilizada em vários tamanhos diferentes.

Piso para piscina granito

Imagem 16 – Granito cinza envolve toda a lateral dessa piscina.

Imagem 17 – Piso para piscina: a escolha foi por dois tons de granito.

Piso para piscina: a escolha foi por dois tons de granito

Imagem 18 – Piso para piscina: vantagem do granito é a sua adequação térmica, evitando acidentes com o acúmulo de calor.

Piso para piscina: vantagem do granito é a sua adequação térmica, evitando acidentes com o acúmulo de calor

Imagem 19 – Granito cinza claro é discreto e perfeito para projetos de estilo moderno e clean.

Granito cinza claro é discreto e perfeito para projetos de estilo moderno e clean

Imagem 20 – Granito na borda da piscina e porcelanato amadeirado no restante da área que contorna a piscina.

Granito na borda da piscina e porcelanato amadeirado

Imagem 21 – Lembre-se que quanto mais clara a pedra, maior a possibilidade de manchas; para evitar o problema aplique uma camada de resina.

Pedra clara ao redor da piscina

Imagem 22 – Granito cinza faz um contraste bonito com as pastilhas azul e preta da parte interna da piscina.

Granito cinza e pastilhas azuis

Imagem 23 – Granito claro da lateral da piscina dá continuidade à proposta clean dessa casa.

Granito claro na lateral da piscina

Imagem 24 – Entre a piscina e o gramado, o granito.

Entre a piscina e o gramado, o granito

Piso para piscina: madeira

A madeira é o material certo para quem deseja criar um ambiente de aspecto sofisticado e, ao mesmo tempo, aconchegante e com um toque de rusticidade. Na beira da piscina, esse tipo de piso é conhecido como deck de madeira.
O melhor tipo de madeira para decks de piscina é o cumaru e o ipê, elas são mais resistentes e duráveis, garantindo uma vida útil muito maior ao piso.

As madeiras escuras garantem um toque a mais de elegância para a área externa, especialmente se ela vier combinada com tons de azul, preto ou branco. Para uma decoração mais descontraída, aposte em um contraste com cores mais vivas e alegres. Já as madeiras mais claras garantem um visual mais despojado, naturalmente.

O piso de madeira para piscina tende a sofrer com calor, ou seja, ele não é atérmico. Outro detalhe importante que deve ser mencionado é que a madeira, dentre todos os materiais, é o que exige o maior cuidado e manutenção. Para garantir a beleza e a durabilidade do piso é necessário aplicar anualmente verniz ou outro tipo de impermeabilizante. Caso você não abra mão do material, mas não deseja investir tanto em manutenção, a sugestão é optar pelos porcelanatos amadeirados.

Imagem 25 – Piso de madeira contorna toda a piscina desse condomínio.

Piso de madeira contorna toda a piscina desse condomínio

Imagem 26 – Piso para piscina: inegável a sensação de conforto e aconchego que o piso de madeira transmite, até mesmo na beira da piscina.

Piso para piscina: inegável a sensação de conforto e aconchego que o piso de madeira transmite

Imagem 27 – Nessa piscina, o contraste entre dois diferentes tons de madeira é o que mais chama a atenção.

Contraste entre os tons de madeira na piscina

Imagem 28 – A casa de estilo rústico e natural não poderia optar por outro tipo de piso para piscina que não fosse a madeira.

Casa rústica com deck de madeira

Imagem 29 – Piscina coberta com deck de madeira; a árvore que sai de dentro dele é um destaque a parte.

Piscina coberta com deck de madeira

Imagem 30 – Casa moderna com deck de madeira em torno da piscina.

Casa de madeira com deck ao redor da piscina

Imagem 31 – Piso de madeira e borda da piscina de granito: contraste muito bonito entre materiais.

Piso de madeira e borda da piscina de granito

Imagem 32 – Madeira e natureza sempre combinam, até nos projetos mais arrojados e modernos.

Madeira e natureza em projetos arrojados

Imagem 33 – Piscina coberta ganhou um deck de madeira no chão e revestimento de mármore na parede.

Piscina coberta ganhou um deck de madeira no chão e revestimento de mármore na parede

Imagem 34 – Detalhes em madeira na parede acompanham o piso em torno da piscina.

Detalhes em madeira na parede acompanham o piso em torno da piscina

Imagem 35 – Um ambiente sofisticado como esse pede por um revestimento à altura.

Revestimento com madeira ao redor da piscina coberta

Imagem 36 – Piso de madeira valoriza todo o projeto arquitetônico.

Residência com piso de madeira ao redor da piscina

Piso para piscina: mármore

Muito semelhante ao granito, o mármore também pode ser utilizado na beira da piscina, desde que receba um tratamento especial para que se torne antiderrapante. A principal diferença entre o mármore e o granito está no preço. O mármore pode custar até três vezes mais do que o granito. Portanto, prepare o bolso caso deseje optar por esse acabamento mais nobre e sofisticado.

Assim como o granito, o mármore também pode sofrer com manchas de umidade, portanto, também é recomendado o uso de resina para impermeabilizá-la.

Imagem 37 – Puro luxo! Toda a área externa revestida com mármore branco.

Luxo: mármore ao redor da piscina

Imagem 38 – Mármore branco na borda da piscina contrastando com o tom escuro do deck de madeira.

Mármore branco na borda da piscina

Imagem 39 – Piso para piscina: por dentro e por fora.

Piso para piscina: por dentro e por fora

Imagem 40 – Piso para piscina: ambiente clean e suave optou por um mármore de tom claro e neutro.

Piso para piscina em ambiente clean e suave

Imagem 41 – Piso para piscina: luzes laterais dão um charme extra a essa área externa revestida com mármore.

luzes laterais dão um charme extra a essa área externa revestida com mármore

Imagem 42 – Piso para piscina: mármore é a pedra para quem busca elegância e sofisticação.

Piso para piscina: mármore é a pedra para quem busca elegância e sofisticação

Imagem 43 – Piso para piscina: casa luxuosa revestida em mármore.

Mármore e deck de madeira ao redor da piscina

Imagem 44 – Mármore é mais indicado como piso para piscinas cobertas.

Piscinas cobertas com piso de mármore ao redor

Imagem 45 – No chão, nas paredes e até no teto.

Piscina fechada

Imagem 46 – Sob os pés, a beleza do mármore e na altura dos olhos, uma vista de tirar o fôlego.

Sob os pés, a beleza do mármore

Imagem 47 – Mármore e madeira dão o tom dessa casa de estilo sofisticado e moderno.

Mármore e madeira dão o tom dessa casa de estilo sofisticado e moderno

Piso para piscina: pedra

As pedras também são uma ótima opção para revestir o entorno da piscina. As mais utilizadas são as do tipo Caxambu, Goiás e São Tomé. As pedras são muito resistentes, tem um custo razoável, são atérmicas e antiderrapantes e, ainda, são fáceis de cuidar, não exigindo grandes manutenções.

A principal desvantagem desse tipo de material é que as juntas entre as pedras tendem a acumular sujeira se não forem limpas adequadamente.

Imagem 48 – Piso para piscina de pedra clara em contraste harmonioso com a parte interna mais escura da piscina.

Piso para piscina de pedra clara

Imagem 49 – Pedras são naturalmente antiderrapantes, um detalhe muito importante que deve ser considerado na hora de definir o piso para piscina.

Pedras são naturalmente antiderrapantes

Imagem 50 – Piso para piscina de pedra com pequenos pontinhos pretos.

Piso para piscina de pedra com pequenos pontinhos pretos

Imagem 51 – Tom claro e neutro da pedra deixa o ambiente externo mais confortável visualmente.

Tom claro e neutro da pedra deixa o ambiente externo mais confortável visualmente

Imagem 52 – Bege da pedra realçado pelo azul da piscina.

Bege da pedra realçado pelo azul da piscina

Imagem 53 – Para não tirar o impacto dessa piscina de água verde, a opção foi por um piso para piscina de pedra clara.

Piscina de pedra clara

Imagem 54 – Piso de pedra de um lado e pedriscos de outro.

Piso de pedra de um lado e pedriscos de outro

Imagem 55 – Crescimento do gramado fica limitado a partir do piso para piscina de pedra.

Crescimento do gramado fica limitado a partir do piso para piscina de pedra

Imagem 56 – Combinar a cor do piso para piscina externo com o tom da casa é um recurso comum e muito utilizado.

Combinar a cor do piso para piscina externo com o tom da casa é um recurso comum e muito utilizado

Imagem 57 – Casa moderna com piso de pedra em volta da piscina.

Casa moderna com piso de pedra em volta da piscina

Imagem 58 – Pastilhas azuis da piscina se destacam graças ao tom claro do piso para piscina.

Pastilhas azuis da piscina se destacam graças ao tom claro do piso para piscina

Imagem 59 – Piso para piscina: pedra na borda da piscina coberta.

Piso para piscina: pedra na borda da piscina coberta