Reforma de banheiro: veja como fazer passo a passo e erros comuns para se evitar

Por - Atualizado em:

A reforma de um banheiro não precisa ser traumática, nem te deixar de cabelos em pé ou, pior ainda, com a conta bancária no vermelho.

Dá sim para fazer a reforma do banheiro gastando pouco e deixando esse ambiente fundamental da casa do jeitinho que você sempre quis.

Quer saber como? Então vem dar uma olhada nas dicas que separamos:

Reforma de banheiro: passo a passo

Reforma de banheiro: passo a passo

Orçamento

Comece a reforma do seu banheiro definindo o orçamento disponível para a obra.

Para isso, reflita bastante sobre sua situação no momento e veja se a reforma cabe no orçamento atual.

Caso contrário, espere mais um pouquinho. Vale a pena segurar a ansiedade e fazer a reforma quando estiver com todo o valor que precisa em mãos, assim você garante que o banheiro vai ficar do jeitinho que sempre sonhou.

Projeto

Após definir o orçamento, comece o planejamento e o cronograma da reforma do banheiro.

Você pode contar com a ajuda de um arquiteto ou designer de interiores para isso.

Mas se desejar realizar intervenções muito grandes, como derrubar paredes ou instalar uma banheira, então muito provavelmente você vai precisar da ajuda de um engenheiro capaz de garantir que a reforma é segura, especialmente para quem mora em apartamentos e casas sobrados, seja nova ou antiga.

O projeto deve incluir a especificação de todos os materiais que serão utilizados durante a obra, além do custo com mão de obra.

A planta baixa do banheiro também é importante para dar uma boa noção de como as coisas ficarão depois de prontas.

Para isso é fundamental ter em mãos todas as medidas do banheiro para realizar o planejamento.

Esse é o momento também de guardar muitas inspirações nas suas pastinhas do Pinterest.

Busque por referências, veja aquilo que mais te agrada e depois analise todas as imagens e veja o que elas tem em comum. As cores? O tipo de revestimento? A iluminação? Esse é um ótimo ponto de partida para te ajudar a definir o banheiro dos seus sonhos. 

Contratação de mão de obra

Com o projeto em mãos, chegou a hora de buscar por profissionais capacitados e dar inicio a reforma do banheiro.

De modo geral, você vai precisar de um pedreiro, um eletricista, um encanador e um bom azulejista.

Depois analise empresas de móveis planejados para verificar qual delas pode atender ao seu projeto com o melhor custo beneficio.

E sempre, sempre mesmo, busque por referências desses profissionais. Afinal, ninguém merece ficar com obra parada porque o pedreiro não veio fazer o serviço.

Instalações elétricas e hidráulicas

A reforma do banheiro deve começar pelas instalações elétricas e hidráulicas, especialmente no caso de banheiros antigos ou que há muito tempo não passam por uma reforma.

Isso é importante para ficar livre de infiltrações, umidade, sobrecarga no chuveiro, entre outros problemas.

Piso e revestimento

Passada a etapa de fios e canos, você já pode partir para a escolha do novo piso e revestimento.

Hoje em dia não é muito comum revestir todo o banheiro como se fazia antigamente. Apenas as áreas molhadas, como a parede da pia e a área do box é que recebem revestimentos.

Para o piso, prefira aqueles com acabamento fosco que são menos escorregadios. Uma das melhores opções atualmente é o porcelanato, uma vez que o material é muito resistente, durável e possui uma variedade enorme de modelos, tornando-se uma ótima opção de custo beneficio.

Mas também existem outras opções como as pedras naturais (granito, mármore e ardósia). Nesse caso, as pedras precisam passar por um tratamento especial para que não fiquem escorregadias.

Evite o uso de pisos de madeira que se deterioram mais facilmente e precisam de manutenção constante. E nem pense em usar piso laminado ou vinilico, esses materiais são avessos à umidade.

Para o revestimento das paredes, o porcelanato e as pedras naturais continuam sendo boas opções. Uma dica é apostar no revestimento apenas na região interna do box, garantindo um diferencial no projeto.

Os painéis de madeira (desde que tratados e protegidos da umidade) também podem ser usados no revestimento de paredes de banheiro.

Evite usar nas paredes do banheiro papel de parede, tecido e adesivos, uma vez que podem se danificar em contato com a água.

Iluminação

A próxima etapa é pensar na iluminação do banheiro. Já que a ideia é fazer uma reforma, considere a possibilidade de ampliar a iluminação natural, seja com a instalação de uma janela maior, seja com o uso de claraboias no teto.

Outra boa opção é usar bloquinhos de vidro que garantem a entrada de luz sem perder privacidade.

Além da iluminação natural também é importante planejar a iluminação artificial. O ideal é contar com uma luz central que ilumine todo o ambiente, mas não deixe de ter luzes indiretas, como aquelas usadas atrás do espelho ou sob os armários.

As luminárias pendentes também são muito indicadas para ficar ao lado do gabinete e da pia.

Louças e metais

Não subestime o poder das louças e dos metais do banheiro. Para uma reforma completa desse espaço, esses itens são indispensáveis.

Hoje em dia no mercado existe uma grande variedade de louças para escolher, indo desde a clássica cerâmica para o vaso sanitário até pias esculpidas em mármore. Tudo vai depender do quanto você pretende gastar.

Lembrando que muitos desses acessórios modernos trazem maior conforto, funcionalidade e geram economia também, já que reduzem o consumo de água e energia.

Móveis

Os móveis para banheiro são importantes porque garantem a organização e a beleza do ambiente.

Aqui, você tem duas opções: mandar fazer um armário sob medida ou comprar um pronto, desses que vendem em lojas de material de construção.

O problema da primeira opção geralmente é o preço, bem mais salgado do que aqueles vendidos prontos. Já o problema da segunda opção é que nem sempre o armário que você gostou lá na loja vai se encaixar com o seu espaço ou com o estilo do banheiro que está projetando.

Por isso, mais uma vez, volte no seu orçamento e reveja os seus gastos. Às vezes vale a pena economizar em alguma outra coisa e deixar uma reserva maior para a marcenaria.

Decoração

Por último e muitíssimo importante vem a decoração. Com tudo concluído (finalmente) você fica livre para pensar na decoração do banheiro. É ela quem dá o toque final e amarra todo projeto.

Coloque um tapete bonito e aconchegante no piso, tenha vasinhos de plantas (naturais ou artificias) na bancada, pendure um quadro, invista em um espelho bonitão, compre um aromatizador bem cheiroso, use caixas organizadoras ou cestos para decorar e ajudar a deixar tudo no lugar, entre outras coisas.

Ao final, você vai notar a enorme diferença que todos esses detalhes fazem no visual final do seu banheiro.

Reforma de banheiro gastando pouco

Reforma de banheiro gastando pouco

Foco no orçamento

Quando a grana está curta e você não vê outra saída além de reformar o banheiro, então uma das primeiras soluções é não perder o seu orçamento de vista e anotar tudo o que está gastando para manter o controle. Assim você pode determinar onde vale gastar um pouquinho mais e onde é possível economizar.

Faça substituições

Ao invés de querer comprar tudo novo, use a criatividade e reflita um pouco sobre alternativas.

Por exemplo, pinte o azulejo antigo ao invés de trocar tudo por um novo ou faça uma parede de cimento queimado que é muito mais barato.

Outra boa ideia é usar um aparador no lugar de um móvel novo. Fica original e cheio de personalidade.

Pesquise e compare

Tenha em mãos, no mínimo, três orçamentos. Isso vale tanto para os materiais, quanto para mão de obra.

Use a internet para te ajudar na pesquisa de preços e peça indicações aos seus amigos e familiares. Vale até usar as redes sociais para isso. Acredite, com as recomendações certas é possível contratar um serviço de boa qualidade com preço justo.

Erros comuns na reforma de banheiro

Reforma de banheiro

Economizar com a mão de obra

Na hora de reformar o banheiro é natural querer economizar. Mas existem certas coisas que muitas vezes não compensa, como é o caso da mão de obra.

Já ouviu falar no ditado “o barato que sai caro”. Pois é! Na tentativa de economizar você pode ter um gasto ainda maior se, por acaso, precisar refazer todo o serviço que o profissional anterior não deu conta de fazer.

Economizar com material

A ideia aqui é semelhante a anterior. Não economize com certos tipos de materiais, especialmente em pisos e revestimentos. Lembre-se que a reforma do banheiro vai durar por vários anos e que os materiais precisam acompanhar essa passagem do tempo.

Isso sem contar que você pode abrir mão de fazer o banheiro que sempre quis por causa dessa falsa sensação de economia.

Mais uma vez: reveja o seu orçamento. Se for o caso, espere mais um pouco, mas não se arrisque.

Esquecer do conforto e da funcionalidade

Muitas vezes o banheiro é planejado somente do ponto de vista estético, deixando de lado conceitos importantes, como conforto e funcionalidade. Não cometa esse erro.

Lembre-se de manter espaços livres para circulação e movimentação, especialmente na área interna do box. Cuidado também para que a abertura da porta não esbarre em nada. O mesmo vale para as portas dos armários. Elas precisam abrir e fechar sem impedimentos.

Anotou tudo? Então é só dar inicio a reforma do seu banheiro!