Alocásia: tipos, características, cuidados e fotos para se inspirar

Por - Atualizado em:

Alguém aí falou em Alocásia? Essa é uma das plantas mais populares hoje em dia, chegando a alcançar status de super star no mundo botânico. 

E essa fama não é a toa. A Alocásia é tão exuberante que consegue mudar a cara de qualquer ambiente, sozinha ou como parte integrante de uma urban jungle.  

Mas antes de levar essa plantinha linda para casa, confira as dicas a seguir e aprenda como cuidar da Alocasia direitinho. 

Alocásia: características e curiosidades

A Alocásia é uma planta de origem asiática, mais precisamente das regiões úmidas do Sri Lanka e da Índia. E você aí achando que ela era brasileira, né?. 

De folhas verdes escuras e brilhantes, a Alocásia se destaca mesmo por causa das suas nervuras brancas, quase pratas, bem marcadas e desenhadas. 

O brilho da Alocásia é tanto que muita gente chega a pensar que se trata de uma planta de plástico, especialmente quando as folhas são mais novas. 

O formato alongado e pontiagudo das folhas da Alocásia é outro diferencial. Não é a toa que a planta também acabou sendo conhecida como cara de burro ou cara de cavalo. Outro nome popular dessa espécie é punhal malaio.

A Alocásia se tornou popular recentemente com a ascensão das florestas urbanas, ou, urban jungles. Isso porque a planta é perfeita para criar maciços e composições verdes variadas em ambientes internos.

E por falar em ambiente interno, você sabia que a Alocásia é uma das melhores plantas para cultivar dentro de casa? Pois é isso mesmo! Mais um ponto para essa verdinha.

Mais uma coisa: a Alocásia é tóxica. A planta possui uma substância chamada oxalato de cálcio, capaz de provocar alergias e irritações cutâneas em humanos e animais. Portanto, mantenha-a afastada dos pets e crianças, além de tomar cuidado ao manuseá-la.

Tipos de Alocásia

A Alocásia é uma espécie botânica dentro da família das Araceaes. Estima-se que existam atualmente cerca de 70 variações de Alocásia, entre híbridos e naturais. Confira a seguir os tipos de Alocásia mais populares:

Alocásia Amazônica

Apesar do nome, a Alocásia Amazônica tem origem asiática. Essa espécie se caracteriza pelo tamanho avantajado das folhas e pelo tom verde escuro e brilhante. 

Alocásia Polly

A Alocásia Polly é outra espécie muito popular no Brasil e a principal diferença em relação a Amazônica é o tamanho. A Alocásia Polly pode ser considerada uma versão mini da espécie.

Alocásia Cucullata

A Alocásia Cucullata possui o mesmo formato das espécies anteriores, mas com uma diferença: suas folhas não possuem nervuras brancas e o tom de verde é mais claro e vivo. 

Alocásia Odora

A Alocásia Odora é uma das maiores que existem. Seu uso geralmente é limitado ao paisagismo, dado ao tamanho e velocidade do seu crescimento. As folhas também são diferentes, uma vez que essa espécie não apresenta nervuras em contraste com o verde. 

Alocásia Black Velvet

A Alocásia Black Velvet é um sonho para quem é apaixonado por plantas. O diferencial desta espécie está no tom escurecido, quase negro, das folhas. Isso sem contar na textura macia e aveludada, tornando a espécie ainda mais exótica e atraente.

Como cuidar da Alocásia

A Alocásia é uma planta de fácil cultivo, mas isso não significa que ela não precisa de cuidados. Confira a seguir todas as dicas para não errar no cultivo da sua Alocásia:

Plantio e solo

O primeiro passo para plantar a Alocásia em vasos é acertar no tamanho do recipiente. Escolha um que tenha pelo menos o dobro do tamanho do torrão atual da planta. 

Inicie fazendo a camada de drenagem. Para isso coloque no fundo do vaso brita, argila expandida, carvão vegetal ou até mesmo pedaços de isopor picados. Sobre essa camada coloque um pedaço de manta de bidim para que a terra não “escape” durante as regas. 

O próximo passo é fazer uma pequena forração com areia para garantir que o solo fique aerado. Em seguida, prepare o solo com uma parte de terra e uma parte de substrato. Acomode a planta no centro do vaso, apertando suavemente para fixar as raízes. 

Complete o vaso com terra e pronto. A Alocásia já pode ir para o local definitivo.

Iluminação e temperatura

A Alocásia é uma planta típica de florestas tropicais, portanto, ela está acostumada a receber luz indireta, ou seja, aquela que passa por entre as arvores maiores e chega até ela de modo suave e difuso. 

Por conta disso, o ideal é que a Alocásia seja cultivada em um ambiente de boa luminosidade, mas sem luz solar direta, uma vez que os raios quentes do sol podem queimar as folhas. 

A Alocásia também prefere o calor e aquele clima úmido e quente típico de florestas tropicais. Para ela, a temperatura ideal deve estar acima dos 18ºC, menos do que isso, a planta já começa a dar indícios de que não vai bem, especialmente se os termômetros registrarem temperaturas menores do que 12ºC.  Nesse caso, o frio pode ser fatal para a Alocásia.

Outro detalhe importante: a Alocásia não gosta de ventos. Evite manter a planta sobre correntes fortes de ar.

Regas

A Alocásia gosta de água, mas você não precisa encharcar o vaso. No verão, o indicado é regar a planta duas a três vezes na semana ou sempre que notar o solo seco. Já no inverno, o espaçamento entre as regas pode diminuir, chegando a apenas uma ou, no máximo, duas vezes por semana. 

No entanto, as folhas precisam de umidade. Nesse caso, sempre borrife água na superfície das folhas, preferencialmente na parte da manhã.

Adubação

A Alocásia não é uma planta exigente quando o assunto é adubação. Ela pode ser adubada com compostos orgânicos ou preparados químicos do tipo NPK 10-10-10.

O adubo deve ser oferecido nos meses de primavera a outono, evite os meses de inverno, quando a planta entra em dormência. 

Inclusive, vale lembrar, que nessa época é normal que a planta não apresente novas folhas. As brotações começam a aparecer novamente apenas na primavera.

Podas

A Alocásia não precisa de podas. O único cuidado é o de remover as folhas velhas que tendem a ficar amareladas e secas com o tempo. 

Pragas

Resistente, a Alocásia quase nunca é atacada por pragas. O máximo que costuma acontecer com a planta é a incidência de pequenos ácaros que criam teias ao redor das folhas. Caso note essas teias, lave as folhas sob água corrente. Para evitar os ácaros, mantenhas as folhas úmidas.

Alocásia na decoração e paisagismo

A Alocásia é perfeita para criar composições internas no melhor estilo urban jungle. Ela fica linda ao lado de outras espécies de folhagens, como costelas de adão e samambaias. 

Mas a Alocásia também tem potencial para ser o destaque da decoração ao ser utilizada sozinha sobre mesas e aparadores. Nesse caso, capriche na escolha do vaso para valorizar ainda mais a planta.

E para ser contemplada da melhor maneira possível, a dica é colocar a Alocásia na altura dos olhos, já que o grande destaque dessa planta são as nervuras da folha em contraste com o verde. 

Em áreas externas, como jardins e canteiros, a Alocásia pode ser plantada em companhias de outras da mesma espécie ou sozinha, especialmente em propostas de paisagismo tropical. Lembre-se apenas de protegê-la do sol.

Confira a seguir 30 ideias de como usar a Alocásia na decoração:

 

Imagem 1 – Alocásia Polly: as folhas menores e compactas são perfeitas para ambientes internos.

Alocásia Polly: as folhas menores e compactas são perfeitas para ambientes internos

Imagem 2 – Alocásia zebrina: outra espécie do gênero que faz sucesso.

Alocásia zebrina: outra espécie do gênero que faz sucesso

Imagem 3 – Urban jungle na sala com Alocásias, palmeiras e costelas de adão.

Urban jungle na sala com Alocásias, palmeiras e costelas de adão

Imagem 4 – O fundo verde da parede traz ainda mais dramaticidade para as Alocásias no vaso dourado.

O fundo verde da parede traz ainda mais dramaticidade para as Alocásias no vaso dourado

Imagem 5 – Trio de zebrinas!

Trio de zebrinas!

Imagem 6 – Confortável e iluminada ao lado do sofá.

Confortável e iluminada ao lado do sofá

Imagem 7 – Folhas exuberantes para encher a decoração de vida.

Folhas exuberantes para encher a decoração de vida

Imagem 8 – Decoração da sala com Alocásia Polly.

Decoração da sala com Alocásia Polly

Imagem 9 – Alocásia Black Velvet para quem deseja alcançar o nível ostentação.

Alocásia Black Velvet para quem deseja alcançar o nível ostentação

Imagem 10 – Essa Alocásia é uma espécie bem conhecida entre nós, brasileiros.

Essa Alocásia é uma espécie bem conhecida entre nós, brasileiros

Imagem 11 – De tamanho proporcional à beleza!

De tamanho proporcional à beleza!

Imagem 12 – Se você prefere tons claros de folhas, escolha a Alocásia Cucullata.

Se você prefere tons claros de folhas, escolha a Alocásia Cucullata

Imagem 13 – Um cachepô de fibra natural para deixar a Alocásia ainda mais bonita.

Um cachepô de fibra natural para deixar a Alocásia ainda mais bonita

Imagem 14 – Mamãe e filhinha!

Mamãe e filhinha!

Imagem 15 – Não se impressione com o tamanho, a Alocásia cresce!

Não se impressione com o tamanho, a Alocásia cresce!

Imagem 16 – Alocásia Odora: uma variedade em tamanho grande.

Alocásia Odora: uma variedade em tamanho grande

Imagem 17 – Só dá ela nessa sala.

Só dá ela nessa sala

Imagem 18 – Alocásias no jardim.

Alocásias no jardim

Imagem 19 – Ou se preferir, contornando a entrada da casa.

Ou se preferir, contornando a entrada da casa

Imagem 20 – Alocásia em tamanho grande ao lado de espécies menores.

Alocásia em tamanho grande ao lado de espécies menores

Imagem 21 – E o que acha de cultivar a Alocásia suspensa?

E o que acha de cultivar a Alocásia suspensa?

Imagem 22 – Um luxo as folhas da Alocásia Black Velvet.

Um luxo as folhas da Alocásia Black Velvet

Imagem 23 – Parece de plástico, mas não é!

Parece de plástico, mas não é!

Imagem 24 – Para quem aprecia plantas em versões gigantes.

Para quem aprecia plantas em versões gigantes

Imagem 25 – Já aqui, o vaso de barro faz um lindo contraste com a Alocásia.

Já aqui, o vaso de barro faz um lindo contraste com a Alocásia

Imagem 26 – Nessa sala, a Alocásia Amazônica se exibe sobre o armário.

Nessa sala, a Alocásia Amazônica se exibe sobre o armário

Imagem 27 – Um toque de humor e descontração para a Alocásia.

Um toque de humor e descontração para a Alocásia

Imagem 28 – Quanto maior o vaso, mais a Alocásia cresce.

Quanto maior o vaso, mais a Alocásia cresce

Imagem 29 – Touceira gigante de Alocásia para o jardim tropical.

Touceira gigante de Alocásia para o jardim tropical

Imagem 30 – Uma injeção de animo na decoração da mesa de trabalho.

Uma injeção de animo na decoração da mesa de trabalho