Como congelar legumes: descubra o passo a passo aqui

Por -

Uma porção de brócolis congelado é tudo o que você precisa naqueles dias em que chega super tarde em casa e não está nem um pouco a fim de preparar uma refeição mais elaborada.

Só que para ter esse e outros alimentos te esperando no freezer é importante aprender o modo correto de congelar legumes, de forma que eles mantenham inalterados seus nutrientes, sabor e textura.

E adivinha só onde você vai aprender como fazer isso? Aqui, é claro!

Trouxemos um passo a passo explicadinho para você virar a expert dos legumes congelados e não deixar que nenhum dia corrido passe por cima da sua proposta de alimentação saudável. Bora conferir todas as dicas?

Quais legumes podem (ou não) ser congelados?

Em primeiro lugar vamos começar esclarecendo quais os legumes que podem e os que não podem ser congelados.

Sim, nem todos os legumes podem ir para o freezer, uma vez que ao serem descongelados eles dificilmente mantem um sabor e textura agradáveis.

Também é importante ressaltar que os legumes congelados, mesmo aqueles que podem ir para o freezer, não ficam com a textura que teriam caso estivessem frescos.

Isso porque o processo de congelar e descongelar torna os legumes um pouco molengas e, por isso, a recomendação é que você os utilize para sopas, caldos e refogados. Também é possível usá-los em preparações no forno, mas evite o uso em saladas cruas.

Anote agora os legumes que podem ser congelados:

  • Cenoura;
  • Mandioca;
  • Abóbora;
  • Brócolis;
  • Couve flor;
  • Mandioquinha;
  • Alcachofra;
  • Repolho (verde e roxo);
  • Beterraba;
  • Batata doce;
  • Cebola;
  • Alho;
  • Milho;
  • Ervilha;
  • Pimentão;
  • Vagem;
  • Espinafre;
  • Tomate;
  • Berinjela.

E o que não pode ser congelado? Bom, nessa lista você pode incluir vegetais que normalmente são consumidos crus, como é o caso do pepino e do rabanete, além das folhas de modo geral (alface, rúcula, almeirão, agrião, escarola, etc.)

Batata e abobrinha também não devem ser congeladas. A textura após o congelamento não é boa, salvo o caso de você utilizar a batata para um purê, nesse caso, tudo bem. Aqui, a dica é congelar o purê já pronto, fica ainda mais prático.

Passo a passo para o congelamento correto dos legumes

Deu para notar que tem muitas opções de legumes para congelar, não é mesmo? Só que nem todos passam pelo mesmo processo antes de ir para o freezer.

Alguns legumes devem ser congelados crus, apenas lavados e cortados da maneira que preferir (fatiados, em cubos, ralados), como é o caso da mandioca, da cenoura, da abóbora, do espinafre, da cebola, do alho, da couve e do salsão. No momento de consumi-los basta retirar do freezer e descongelar, preparando-os em seguida da maneira que preferir.

Outros legumes, por sua vez, precisam ser escaldados, ou seja, passar por um processo conhecido como branqueamento. E como se faz isso? Acompanhe no passo a passo a seguir:

Legumes que precisam ser branqueados antes do congelamento

  • Pimentão
  • Vagem
  • Brócolis
  • Couve flor
  • Batata doce
  • Mandioquinha
  • Beterraba
  • Berinjela
  • Milho
  • Ervilha
  • Repolho

Lavar

Comece lavando em água corrente os legumes que deseja congelar. O brócolis e a couve flor é interessante deixar de molho com um pouco de vinagre para retirar pequenos insetos que possam estar nas flores. Já no caso da berinjela é importante deixar de molho no vinagre para retirar o amargor.

Picar e cortar

Depois de tudo bem lavado, pique e corte os legumes no tamanho e no formato que preferir. Mas atente-se para mantê-los sempre na mesma medida, assim eles escaldam e congelam por igual.

Água fervente

Mergulhe os legumes na água fervente. O ponto para retirá-los varia de acordo com o legume, mas, via de regra, eles devem atingir o ponto al dente, ou seja, firme, mas não duro.

Não faça esse processo com diferentes legumes ao mesmo tempo, já que cada legume possui seu próprio tempo de cozimento.

Feito isso, pule para a próxima etapa.

Gelo e água fria

Enquanto os legumes estão na água fervente, já prepare uma tigela com água fria e gelo, no tamanho suficiente para que os legumes fiquem submersos.

Assim que retirá-los da água fervente, jogue-os nessa água fria. Essa etapa interrompe o processo de cozimento e garante que os legumes mantenham a textura e o sabor mesmo depois de descongelados.

Deixe-os mergulhados na água fria por aproximadamente dois minutos. Em seguida escorra.

Secagem

Agora vem uma das etapas mais importantes do processo de branqueamento: a secagem. Os legumes devem estar bem secos antes de serem congelados. Isso porque quanto mais água estiver retida nos legumes, mais moles eles irão ficar depois de descongelados.

Para secá-los, estenda um pano de prato limpo e seco sobre a pia e coloque os legumes. Dê leves batidinhas para que a água seja absorvida pelo pano.

Hora de embalar

Tudo sequinho? Hora de embalar! Armazene os legumes em potes de vidro esterilizados, potes plásticos próprios para freezer ou em saquinhos higiênicos.

Você pode optar por congelar os legumes em pequenas porções, assim você descongela somente a quantidade que vai utilizar.

Outra dica é congelar porções mistas de legumes como, por exemplo, milho com ervilha, brócolis com couve flor, cenoura com vagem, enfim, você monta as duplas ou trios que preferir.

Enfim, congelar

Após tudo devidamente embalado, leve para o freezer. É interessante nessa etapa rotular cada potinho ou saquinho com a data do congelamento e os legumes que estão sendo congelados.

Não encha muito o freezer, é importante manter espaços abertos para circulação do ar. Isso garante que os alimentos sejam congelados por completo.

Os legumes podem ser conservados entre seis e dez meses no congelador, com exceção da cebola e do alho que devem ser mantidos por, no máximo, um mês sobre refrigeração.

Como descongelar os legumes

Você decidiu fazer um caldinho de mandioca e aí vem a pergunta: “como descongelar os legumes que estão no freezer?”.

Você pode fazer isso de duas formas: tirando os legumes do freezer um dia antes e colocando-os na geladeira ou, então, levando-os direto para a panela.

Mas aqui vale uma regrinha: os legumes congelados crus podem ser descongelados com um dia de antecedência, sem problemas. Já os legumes que passaram pelo processo de branqueamento ficam melhores quando são descongelados diretamente no fogo, durante o processo de preparo da refeição.

Ou seja, para o tal caldinho de mandioca: geladeira um dia antes. Para um refogado de brócolis: do freezer reto para a panela.

Viu só como algumas dicas práticas e eficazes deixam seu dia a dia muito mais fácil e saudável? Sem contar que você evita o desperdício de alimentos que não seriam consumidos tão rapidamente. E, então, quais legumes você vai congelar hoje?