Tipos de taças: guia com tudo o que você precisa saber para usar as taças corretas

Por - Atualizado em:

Certamente você já se deparou com uma mesa com diferentes tipos de taça e copos, cada um deles utilizado para alguma bebida específica. Segundo as regras da etiqueta e, também, para melhor apreciação de cada bebida, existem determinados tipos de taça que são ideais para certas ocasiões.

Muitas pessoas acreditam que essas regras e convenções são besteira e preciosismo, entretanto, especialistas afirmam que a taça ou copo correto faz com que o líquido seja degustado de uma maneira mais intensa e, portanto, aguça o paladar e proporciona uma experiência mais prazerosa.

Seja por capricho e cuidado na hora de preparar uma mesa, por desejo de conhecer mais sobre o assunto ou por interesse em degustar a bebida e obter a melhor experiência, saber quais tipos de taça são apropriados para cada ocasião é muito interessante!

Preparamos este artigo para que você tenha um guia prático e simples dos tipos de taça mais comuns em nosso dia a dia. Siga a leitura e fique por dentro!

O que está por trás do formato das taças

Antes de conhecer os tipos de taça, vamos entender o que é e para que serve cada uma das partes de uma taça. Isso irá nos ajudar a entender como os diferentes formatos funcionam para aguçar o paladar a cada bebida.

Parece simples, mas a taça é responsável por conduzir uma bebida até a boca de uma pessoa e, nesse tempo, conduzir também o seu aroma às narinas para completar a experiência. Logo, todas as partes de uma taça possuem uma função específica. Os quatro elementos que compõe as taças são: aro; bojo; haste e base.

Confira a seguir o que é e para que serve cada um!

Aro

O aro é a parte superior da taça, a abertura da “boca” e o local que encostamos para beber o líquido. O tamanho do aro depende do tipo de bebida, mas essa parte da taça é responsável por regular a concentração ou dispersão dos aromas da bebida.

Bojo

O bojo de uma taça é o local onde a bebida é servida, o corpo da taça. O tamanho e o formato do bojo são específicos para cada líquido e eles auxiliam no realce de cores e sabores da bebida.

É ideal que o bojo de uma taça, especialmente taças de vinho, seja transparente, uma vez que a visualização da cor da bebida faz parte da experiência de beber.

Haste

A haste é a parte onde seguramos as taças e ela é importante para evitar que o calor de nossas mãos entre em contato com a bebida depositada no bojo e altere sua temperatura. Portanto, a forma correta de segurar uma taça é sempre pela haste!

Base

A base é a parte inferior da taça, é a estrutura responsável por dar sustentação à forma da taça e permitir que ela fique em pé.

Vidro, cristal ou cristal de vidro? O que você precisa saber sobre o material das taças

O material de que é feito uma taça influencia em sua aparência, elegância e, também, relaciona-se à experiência de degustar determinada bebida. Os diferentes tipos de taça podem ser feitos, basicamente, de três materiais: cristal; vidro e cristal de vidro. A diferença entre eles está no teor de chumbo presente em sua composição.

As taças de cristal possuem maior teor de chumbo e as taças de vidro não contém esse metal. O chumbo dá leveza à taça, além de proporcionar maior delicadeza e sonoridade a ela. Assim, o chumbo permite que as taças tenham espessura mais fina e elegante.

Taças de cristal são, também, mais porosas e, portanto, auxiliam no processo de concentração de aroma dos vinhos. Logo, se você deseja obter o máximo da experiência de um bom vinho, as taças de cristal são as mais indicadas.

A dica mais valiosa, independente do material que você escolher para a sua taça, é que o bojo seja completamente transparente. Como já vimos, enxergar o líquido é essencial para completar a experiência da degustação.

Agora que você já sabe tudo isso sobre a forma e material das taças, chegou a hora de aprender sobre os principais tipos de taça! Siga a leitura e confira.

Tipos de taça de água

As taças utilizadas para servir água têm o intuito de conservar a temperatura do líquido e impedir que o calor das mãos aqueça a água de forma muito rápida.

Normalmente, taças de água e de vinho são muito parecidas e, por isso, muitas pessoas confundem. Porém, as taças de água têm bojos maiores e estão sempre localizadas à esquerda do vinho em uma mesa.

Tipos de taça de cerveja

Os diferentes formatos de taças de cerveja encontrados no mercado têm como objetivo realçar a tonalidade e a espuma da bebida. As taças de cerveja, usualmente, têm bojo mais comprido e de menor diâmetro do que o das taças de vinho, porém, possuem haste mais curta.

Cada fabricante de cerveja, principalmente as cervejas artesanais, costumam indicar o tipo apropriado de taça para aquela composição. Lembrando que as taças buscam realçar o sabor, aroma e concentrar a espuma da cerveja de modo a conservar a temperatura e características físicas do líquido.

Tipos de taça de vinho

As taças de vinho, sem dúvidas, são as que causam mais confusão em quem não conhece muito sobre o assunto. Mas calma! Após a leitura deste artigo você nunca mais irá confundir nenhuma delas!

Segundo especialistas, apreciadores de vinho devem ter em casa, pelo menos, 4 tipos de taça para vinho: taça para vinhos espumantes, taça para vinhos brancos e dois tipos de taça para vinhos tintos. A seguir, você conhecerá cada um deles.

Taças para vinhos tintos

As características mais marcantes dos vinhos tintos são relacionadas ao sabor e aroma muito mais intensos e acentuados do que outros tipos de vinho. Por isso, as taças de vinho tinto devem permitir o realce desses aspectos e, para que isso aconteça, elas devem possuir bojo maior e um formato que permita que o vinho seja agitado no interior da taça.

Existem dois tipos básicos de taça para vinho tinto: Bordeaux e Borgonha.

Taça Bordeaux

O formato dessa taça é ideal para vinhos encorpados e ricos em tanino, como os vinhos: Cabernet Sauvignon; Merlot; Cabernet Franc; Tannat e Syrah. O bojo da taça Bordeaux é grande e, combinado ao aro mais fechado, permite maior concentração de aromas no interior da taça.

Além disso, a forma do aro foi projetada para que o vinho seja levado à ponta da língua e, assim, os sabores frutados da bebida sejam degustados antes dos taninos.

Taça Borgonha

Essa taça foi feita para vinhos mais concentrados e complexos como Rioja, Pinot Noir, Nebbiolo, Barbera Barricato e Amarone. A taça Borgonha possui bojo em formato balão e permite que o vinho tenha mais contato com o ar, fato que causa uma liberação mais rápida dos aromas da bebida.

Essa taça foi criada para vinhos mais aromáticos e ela possui haste menor e bojo e aro maiores do que a taça Bordeaux.

Taça para vinho branco

Tipos de taças: vinho branco

A taça de vinho branco tem um formato criado para manter a temperatura gelada do vinho, portanto, possui haste mais alongada e bojo de menor tamanho. O aro mais reduzido da taça de vinho branco permite que o líquido atinja a língua e equilibre os componentes doces e ácidos desse tipo de vinho.

O formato dessa taça também é adequado para o consumo de vinhos rosé.

Taça para espumantes

Tipos de taças

Os vinhos espumantes e champagnes possuem características diferentes e, portanto, exigem um tipo de taça que seja apropriada para o consumo dessas bebidas. A taça mais comum é a taça flûte e ela possui formato alongado, bojo fino e base alargada para evitar ser derrubada.

O formato das taças flûte direciona o aroma dos espumantes ao nariz e permite maior apreciação das bolhas presentes na bebida. Além disso, o bojo alongado ajuda a equilibrar a acidez e a manter a temperatura gelada do líquido.

Taça coringa

Conhecida popularmente como taça coringa, a taça ISO recebe esse nome por permitir a degustação adequada de diversos tipos de vinho. Ela foi criada com o objetivo de fornecer uma opção às pessoas que não desejam investir em variados tipos de taça.

A taça ISSO é pequena, tem bojo maior e aro mais fechado, auxiliando, assim, a percepção dos aromas dos diversos tipos de vinho.

Gostou do artigo? Deixe o seu comentário a seguir! Você prefere ter uma taça para cada ocasião e bebida, ou prefere a opção mais versátil?