Altura de guarda-corpo: veja a importância, materiais, vantagens e desvantagens

Por - Atualizado em:

Com segurança não se brinca! Essa frase é uma velha conhecida de todo mundo, mas no universo da construção, segurança tem tudo a ver com a altura do guarda-corpo.

E sabe por quê? Bom, isso a gente te conta nesse post, acompanhe.

O que é e qual a importância do guarda-corpo?

O guarda-corpo é um acessório de segurança que deve estar presente em escadas, varandas, balcões e sacadas internas e externas de casas, apartamentos e imóveis comerciais.

O guarda-corpo deve ser utilizado sempre que alguma parte da altura da edificação ultrapassar um metro.

Esse acessório é fundamental para garantir a segurança e proteção das pessoas que se deslocam e utilizam esses espaços, especialmente crianças e idosos que são mais vulneráveis a quedas e acidentes.

E já que não dá para viver sem ele, o guarda-corpo acabou ganhou status de item decorativo, já que passou a integrar o design das casas e apartamentos.

Materiais para uso em guarda-corpo: vantagens e desvantagens

Madeira

A madeira é um material nobre, extremamente versátil e que pode ser aplicado em inúmeros projetos, tanto internos, quanto externos.

O material ainda é muito resistente e durável, contudo tende a sofrer com a ação do tempo (sol e chuva) e de insetos, especialmente cupins, o que pode levar a deterioração da madeira, trazendo riscos a segurança dos moradores.

Por isso, caso escolha a madeira para o guarda-corpo, é fundamental manter a manutenção em dia, o que inclui a aplicação demãos de verniz e produtos anticorrosão.Alvenaria

A alvenaria ou concreto é outro material frequentemente utilizado para guarda-corpos, especialmente na área externa dos imóveis.

A grande vantagem da alvenaria é o preço. O material é bem mais barato do que a madeira, por exemplo.

Além do custo reduzido, o guarda-corpo de alvenaria ainda traz a vantagem de ser muito resistente, durável e ainda proporcionar um certo grau de privacidade, já que ele funciona como uma meia parede, cobrindo parcialmente o ambiente.

Aço e ferro

O aço, assim como o ferro, também são materiais recorrentes na fabricação de guarda-corpos.

Muito versátil, o aço pode ser usado dentro e fora do imóvel e conta com uma variedade muito grande de possibilidades estéticas, desde a cor até o formato.

No entanto, assim como a madeira, o aço e o ferro sofrem com a deterioração causada pelo tempo (sol e chuva) e podem enferrujar facilmente se não forem tratados do modo certo.

E todo mundo sabe que aço e ferro enferrujado são um risco à segurança, uma vez que podem se romper e causar acidentes e quedas.

Alumínio

O alumínio é uma das melhores escolhas para guarda-corpos. Ele é leve, moldável, não enferruja e praticamente não necessita de manutenção.

O problema é no quesito estética. O alumínio não permite uma variedade de formas tão grande quanto o aço e o ferro, além de também oferecer uma cartela limitada de cores, geralmente disponíveis apenas nas tonalidades branco, preto, marrom, dourado e prata.

Vidro

Nos últimos anos, o vidro tem surgido como opção para quem deseja um guarda-corpo moderno e de estilo clean.

Fabricado em vidro temperado laminado, esse tipo de guarda-corpo é resistente e muito durável.

Mas pode ser um problema no quesito limpeza, já que suja e denuncia manchas com facilidade. 

Altura certa do guarda-corpo

Agora que você já sabe qual material escolher para o guarda-corpo, atente-se para as dicas de segurança e a altura correta para instalação do guarda-corpo.

Altura certa do guarda-corpo para escadas

O guarda-corpo de escadas internas deve ter, no mínimo, 92 centímetros. Já um guarda-corpo de escada externa precisa ser um pouco maior com, no mínimo, 105 centímetros para escadas de até 12 metros de altura.

As escadas maiores, em pavimentos mais elevados de prédios e edifícios, precisam ter, pelo menos, 130 centímetros de altura.

Altura certa do guarda-corpo para sacadas e varandas

De modo geral, a altura padrão de um guarda-corpo para sacadas, varandas, balcões e mezaninos é 110 centímetros.

Mas essa medida pode mudar um pouco dependendo de como o guarda-corpo será instalado.

Primeiro é importante notar se existe alguma mureta onde o guarda-corpo será apoiado.

Caso a mureta medir, no máximo, 20 centímetros de altura, o guarda-corpo deve manter a altura de 1,10.

No entanto, se a altura da mureta variar entre 20 e 80 centímetros, o guarda-corpo precisa ter, no mínimo, 90 centímetros de altura.

Cuidados com instalação e manutenção do guarda-corpo

Além da altura do guarda-corpo, existem outras medidas de proteção e segurança que devem ser observadas antes, durante e depois da instalação. Confira:

  • Sempre contrate uma empresa especializada para realização desse tipo de serviço e verifique se os procedimentos e materiais atendem as normas da ABNT e possuem selo de certificação do INMETRO.
  • No caso de guarda-corpos de vidro, é fundamental que seja utilizado vidro laminado ou temperado (mais resistentes) e os parafusos e encaixes para fixação devem ser todos de aço inoxidável para impedir corrosão.
  • Materiais como madeira, aço e ferro precisam passar por manutenções frequentes para manter a durabilidade e resistência.
  • Não utilize junto do guarda-corpo bancos, vasos e outros elementos que podem funcionar como apoio para possíveis escaladas, especialmente se você tem crianças em casa. Mas se esses objetos forem imprescindíveis no projeto será necessário incluir a medida deles no cálculo para determinar a altura final do guarda-corpo.
  • O guarda-corpo com barras horizontais devem ser evitados, uma vez que eles podem servir como degraus para escalada.
  • Já os modelos de guarda-corpo vertical precisam respeitar a distância mínima recomendada entre cada barra. Atualmente as normas da ABNT determinam que essa distância não deve ultrapassar os 15 centímetros.
  • Também é importante analisar a resistência de carga do guarda-corpo. Isso porque a maioria das pessoas acaba se apoiando e se escorando no guarda-corpo. Pelas normas, o guarda-corpo precisa resistir a uma carga mínima de 74 quilos distribuídas uniformemente por todo o peitoril, no caso de varandas e sacadas, e pelo corrimão, para o caso de escadas.

Com essas informações em mãos, você já pode começar a projetar o guarda-corpo ideal para sua casa.