Como organizar armário de cozinha: descubra o passo a passo ideal

Por -

Prepare-se porque no post de hoje panelas vão rolar! Isso porque finalmente você vai aprender como organizar o seu armário de cozinha e se livrar de uma vez por todas daquela bagunça na hora de preparar as refeições.

Pronto para começar?

Passo a passo para organizar o armário de cozinha

Antes que você comece a reclamar de que essa é uma das tarefas mais chatas que existem, nós temos uma dica: coloque sua playlist para tocar e transforme essa missão em algo mais empolgante e divertido.

Depois disso, é só seguir o passo a passo abaixo, começando pelo raio-x completo da sua cozinha.

Entenda sua cozinha

Em primeiro lugar: entenda a sua cozinha. O que isso quer dizer? Simples: você precisa compreender qual o tipo de cozinha que você tem em casa e qual o principal uso que você faz dela.

Sua cozinha é pequena? Planejada? Grande e espaçosa? Bem iluminada? Você cozinha todo dia ou só de vez em quando? Recebe visitas com frequência?

As respostas dessas perguntas vão te ajudar a organizar melhor os armários da cozinha e a sua vida também, afinal de contas, não é nada legal ficar perdido em meio a utensílios que você nem sabe pra que servem.

Portanto, faça essa análise antes da organização e já comece a clarear a sua mente para saber o que guardar e onde.

Cozinha pequena x cozinha grande

Seguindo um pouco a ideia do tópico anterior, só que dessa vez sendo um pouco mais especifico.

Portanto, se você tem uma cozinha pequena aproveite ao máximo o espaço vertical, ou seja, use nichos, prateleiras e armários aéreos ao invés de pequenos móveis no chão.

Também é importante priorizar a otimização dos espaços, ocupando os vãos embaixo do balcão, por exemplo.

Outra dica útil é usar utensílios do dia a dia pendurados na parede, como conchas, escumadeiras e pegadores. As panelas também podem ganhar um espaço aéreo, como nas cozinhas gourmets.

As facas podem ser colocadas sobre a bancada da pia dentro de suportes, assim como os potinhos de tempero (se tiver espaço para isso).

Assim você decora e organiza ao mesmo tempo.

Já se a sua cozinha é grande, opte pela disposição ordenada dos objetos de acordo com o tipo de uso. Por exemplo, as panelas ficam mais próximas do fogão, enquanto os copos e os pratos ficam mais perto da mesa ou do balcão, facilitando o acesso e a utilização.

Mas, mesmo que sua cozinha seja grande, não exagere na quantidade de coisas.

Planeje o dia da arrumação

Outra dica fundamental é planejar o dia da organização dos armários. Tire um dia só pra fazer isso, você vai ver que será bem menos estressante.

Prefira também arrumar os seus armários em um dia de sol, assim os armários secam mais facilmente e você pode deixar as janelas bem abertas para arejar todas as suas coisas.

Esvazie os armários

Toda organização que se preze começa pela parte de esvaziar os armários. Todos eles, incluindo as gavetas, ok?

Arrume um espaço sobre a mesa para colocar todos os seus utensílios, louças e talheres. Se você tiver buffet, cristaleira ou outro móvel que usa para guardar louças, esvazie-os também.

É importante ter a vista todas as suas louças e objetos de cozinha para garantir uma organização impecável. 

Faça uma boa limpeza

Limpeza do armário de cozinha

Depois que você esvaziou tudo o que tem nos armários comece a limpeza. Para isso, conte com a ajuda de um paninho macio.

Uma boa dica é fazer uma solução de água com vinagre branco ou água com bicarbonato. Essa misturinha é perfeita para limpar, desinfetar e eliminar odores de dentro do armário.

Para aplicá-la basta molhar o paninho e esfregar na parte interna das prateleiras, gavetas e também das portas (não se esqueça das portas).

Caso note a presença de alguma sujeira mais difícil de ser removida, use uma esponja (pode ser aquelas de lavar louça) com detergente.

Tudo limpo e cheirosinho? Agora espere os armários secarem completamente. Mas enquanto isso, temos uma outra tarefa para você, veja a seguir.

Doe, recicle ou jogue no lixo

Enquanto seus armários secam, vá até as louças e utensílios que estão sobre a mesa e comece a fazer a separação daquilo que você usa, daquilo que nem sabe para que existe e daquilo que está quebrado ou que não tem mais serventia.

As peças que você utiliza coloque em um cantinho separado. As louças e utensílios que você não usa ou que não te servem mais doe para alguém que possa estar precisando.

Agora vamos falar sobre os potes. Se você é do tipo que tem potes escapando pela porta do armário, então pare e reflita sobre a utilidade deles. È realmente necessário fazer coleções de potes plásticos?

Não dá só para manter aqueles que você utiliza com frequência no dia a dia? Tenha potes de tamanhos e formatos variados para atender suas necessidades diárias, mas nada além disso.

O excesso desse tipo de utensilio pode estar roubando espaço precioso nos seus armários e causando a maior confusão na hora de procurar alguma coisa.

Uma dica: para não ter dúvidas se você realmente deve ou não doar, pergunte-se a quanto tempo você não utiliza aquele objeto. Está parado há pelo menos um ano? Então pode se desfazer dele, porque as chances dele passar mais um ano sem uso são bem grandes.

As peças manchadas, quebradas, trincadas merecem uma atenção especial. Algumas delas, principalmente as de vidro e de cerâmica, devem ser descartadas, uma vez que não podem ser concertadas. Já aquelas com manchas ou pequenas avarias, você pode optar por permanecer com elas ou doar, mas antes disso veja se realmente ainda serão utilizadas.

Os eletrodomésticos também merecem uma atenção redobrada. Analise o que você realmente utiliza. Hoje em dia é muito comum encontrar aparelhos específicos para cada coisa, como máquinas de cupcake, omeleteiras, pipoqueiras e por aí vai.

Veja o que realmente precisa e seja honesto nessa avaliação. O que só serve para ocupar espaço, doe.

Já os eletros que precisam de reparos, faça a manutenção e coloque-os em uso novamente.

O importante aqui é ter bem claro o que você precisa de fato no dia a dia e descartar aquilo que não te faz falta.

No entanto, vale uma ressalva. Existem certos tipos de louças, talheres, taças e copos que são utilizados apenas em dias especiais, poucas vezes ao ano. Nesse caso, mantenha as peças.

Separe por categorias

Agora que você já sabe o que vai guardar, chegou a hora de organizar tudo em categorias.

Separe copos, pratos, talheres de mesa, acessórios de cozinhar, xícaras e canecas, taças de sobremesa, potes de plástico, potes de vidro, travessas e formas, panelas, eletrodomésticos e o que mais tiver na cozinha.

Depois, dentro de cada uma dessas categorias, faça uma nova separação, só que dessa vez avaliando aquilo que usa diariamente, daquilo que você usa raramente.

Pronto? Pule para o próximo tópico de dicas. 

Hora de guardar tudo: cada coisa no seu lugar

Hora de guardar tudo: cada coisa no seu lugar

Chegou a hora de guardar todos os seus objetos de cozinha. A dica aqui é manter os utensílios de uma mesma categoria juntos.

Nos armários altos, mais difíceis de serem alcançados, guarde aquelas peças que são pouco usadas ou usadas com menor frequência, como travessas e formas. Faça pilhas, armazenando as menores dentro das maiores. Tome apenas um certo cuidado para não sobrecarregar demais a pilha, uma vez que o peso pode trincar as peças.

Nos armários aéreos que ficam na altura dos olhos, armazene os copos e os pratos usados no dia a dia. Se tiver espaço pode guardar ali também os potes de plástico e de vidro.

Os armários baixos ou que ficam embaixo da pia, são ótimos para guardar panelas e eletrodomésticos.

Se na sua cozinha tiver nichos e prateleiras abertas, considere colocar nesses espaços apenas as louças que mais usa no dia a dia.

As taças podem ser expostas sobre um balcão ou buffet, mas em pequenas quantidades. As louças mais chiques que você usa em dias especiais deixe para guardar em uma parte separada do armário da cozinha ou no buffet.

Talheres, acessórios como conchas, espátulas, facas de corte e pegadores, por exemplo, devem ir para as gavetas, assim como panos de prato, toalhas de mesa e guardanapos.

Mantimentos

Os alimentos devem ser armazenados em armários específicos e exclusivos. Não os misture com as louças.

Coloque os alimentos com data de validade mais próxima na frente para que sejam usados primeiro. Também vale a pena separar os mantimentos por tipo: grãos, farinhas, enlatados, óleos, temperos, entre outros.

Conte com acessórios e suportes

Armários pequenos ou com pouco espaço de armazenamento se dão muito bem com acessórios e suportes. Use-os para organizar as xícaras, guardar tampas, entre outros objetos.

Você encontra facilmente esses suportes em lojas de artigos domésticos.

Cestinhos e caixas organizadoras também facilitam a organização dos armários de cozinha. 

Espalhe cheirinhos e sachês

Agora que tudo já está limpo, guardado e organizado ofereça um mimo para sua cozinha e armários.

Faça isso espalhando sachês com cravos, folhas de louro ou canela em pó dentro das gavetas e armários. Além de perfumar, ervas e especiarias ajudam a espantar insetos, como formigas, moscas e baratas.

Depois de todo esse trabalho, curta e contemple sua cozinha! E quer saber um bom jeito de fazer isso? Preparando uma receita deliciosa e especial, o que acha?