Tipos de cactos: descubra 25 espécies para a decoração da casa

Por -

Você já deve saber que os cactos são a tendência da vez na decoração. Essa plantinha espinhuda que adora um sol invadiu as casas e pode ser encontrada na sala, na cozinha, no banheiro e até nos quartos.

Mas o que você talvez não saiba é que existem diferentes tipos de cactos que podem ser usados na decoração. Isso mesmo! Mais precisamente os cactos pertencem a família das Cactaceae com cerca de 300 gêneros catalogados e duas mil espécies diferentes. Ou seja, vai faltar espaço na sua casa para tanta variedade de cactos.

Os cactos são nativos do continente americano podendo ser encontrados desde a Patagônia até as regiões mais desérticas da América do Norte. E por falar em desértica, os cactos são um tipo de planta que apreciam clima seco, quente e com pouca umidade. Com isso, as regas são um evento raro para a espécie.

Na grande maioria das vezes, para cuidar de um cacto direitinho você precisa apenas se atentar para a luminosidade correta, já que a planta depende da luz solar para se desenvolver, e regá-la apenas esporadicamente. A adubação também não é necessária porque a planta se adapta melhor a solos pobres e arenosos.

Seja pela versatilidade que os cactos apresentam, pela facilidade de cultivo ou pela beleza exótica que eles trazem para o ambiente, vale a pena dar uma chance para a planta em algum cantinho da sua casa.

Mas antes disso, conheça melhor algumas das variedades mais populares de cactos que selecionamos nesse post para você conhecer mais. Tem cacto de todo tipo e tamanho, tem cacto que floresce, tem cacto brasileiro e tem cacto que nem parece cacto. Enfim, uma variedade e tanto para você escolher aquele que mais combina com a sua casa. Confira:

Tipos de cactos: almofada de alfinetes (Mammillaria)

Vamos começar falando do cacto Almofada de Alfinetes ou Mammilaria, o nome científico dessa espécie. Ao olhar para ele fica fácil entender o nome. De formato redondo e cercado por espinhos, o cacto realmente se assemelha a uma almofada de alfinetes.

Esse tipo de cacto cresce pouco, medindo no máximo dez centímetros de altura. Por essa razão, o mais aconselhável é plantá-lo em vasos. O cuidado, assim como os demais cactos, envolve muita luz solar, pouca água e um solo misturado com areia e calcário fino.

Imagem 1 – Quer apostar em uma espécie de cacto que floresce? Então o Almofada de Alfinetes é uma grande opção; suas flores variam do rosa e vermelho ao creme e amarelo.

Quer apostar em uma espécie de cacto que floresce? Então o Almofada de Alfinetes é uma grande opção; suas flores variam do rosa e vermelho ao creme e amarelo

Imagem 2 – Pequeno e delicado, o Almofada de Alfinetes pode compor uma linda decoração para sua casa.

Pequeno e delicado, o Almofada de Alfinetes pode compor uma linda decoração para sua casa

Imagem 3 – Experimente plantá-lo em conjunto com outras espécies, mas cuidado para não perder o Almofada de Alfinetes em meio a outros tipos maiores.

Experimente plantá-lo em conjunto com outras espécies, mas cuidado para não perder o Almofada de Alfinetes em meio a outros tipos maiores

Imagem 4 – Rústico e delicado: é ou não é uma bela opção de planta para decorar a casa?

Rústico e delicado: é ou não é uma bela opção de planta para decorar a casa?

Tipos de cactos: Barba de Velho (Tillandsia Usneoides)

Nativo da América Central, o Barba de Velho possui esse nome pela aparência que possui: os pelos brancos recobrem toda a extensão da planta. O Barba de Velho floresce, mas você precisa ter paciência porque isso deve acontecer somente após vinte anos de plantio. Mas quando aparecem, as flores surpreendem pelo tom vermelho de suas pétalas.

Imagem 5 – Pequenino, o Barba de Velho é fácil de cuidar e pede apenas a luz do sol para se manter bonito.

Pequenino, o Barba de Velho é fácil de cuidar e pede apenas a luz do sol para se manter bonito

Imagem 6 – O vaso de barro realça a aparência rústica dos cactos.

O vaso de barro realça a aparência rústica dos cactos

Tipos de cactos: barril dourado, Cadeira de Sogra (Echinocactus Grusonii)

Barril dourado, cadeira de sogra ou cacto bola são alguns dos nomes pelos quais esse tipo de cacto é conhecido. O formato redondo e espinhento dessa variedade é o seu principal atrativo. O cacto bola pode crescer até trinta centímetros de altura e é muito utilizado em jardins, de modo isolado ou junto de outras espécies. No verão, o cacto bola apresenta flores rosas no topo. Diferentemente de outros tipos de cacto, o cacto bola aprecia um solo rico em matéria orgânica.

Imagem 7 – O Cacto Bola tem origem no México é uma ótima opção para jardins rústicos e desérticos.

O Cacto Bola tem origem no México é uma ótima opção para jardins rústicos e desérticos

Imagem 8 – O nome Cadeira de Sogra é meio intrigante, você não acha?

O nome Cadeira de Sogra é meio intrigante, você não acha?

Imagem 9 – Cactos e pedras: uma combinação certeira.

Cactos e pedras: uma combinação certeira

Tipos de cactos: Cacto Amendoim (Chamaecereus Silvestrii)

O cacto amendoim possui esse nome pelo tamanho de suas hastes, semelhantes ao da leguminosa. Esse tipo de cacto possui crescimento ramificado podendo atingir até 30 centímetros de altura. Na primavera o cacto amendoim floresce lindas flores vermelhas. O cacto amendoim deve ser cultivado a meia sombra.

Imagem 10 – Cacto amendoim e suas exuberantes flores vermelhas.

Cacto amendoim e suas exuberantes flores vermelhas

Imagem 11 – Mesmo no vasinho menor, o cacto amendoim prova sua beleza.

Mesmo no vasinho menor, o cacto amendoim prova sua beleza

Tipos de cactos: Cacto Botão (Epithelantha Micromeris)

O Cacto Botão é um tipo de cacto notável. Apesar de não crescer muito, ele não deixa de aparecer. O formato redondo e as flores vermelhas são um atrativo dessa planta, mas não é só isso. Após a floração, o Cacto Botão produz um fruto vermelho comestível. Cultive-o sob sol pleno e regue eventualmente.

Imagem 12 – No jardim, o cacto botão floresce e chama a atenção de quem passa.

No jardim, o cacto botão floresce e chama a atenção de quem passa

Imagem 13 – Já no vaso, o cacto botão também mostra seu charme e beleza.

Já no vaso, o cacto botão também mostra seu charme e beleza

Tipos de cactos: Cacto Cory (Coryphantha Ramillosa)

O Cacto Cory é uma espécie rara de cactos encontrada naturalmente entre os Estados Unidos e o México, chegando a ser considerada uma espécie em extinção pelo governo norte-americano. No verão, a planta floresce em um tom de lilás próximo ao roxo.

Imagem 14 – Tão pequeno que cabe dentro de uma xícara.

Tão pequeno que cabe dentro de uma xícara

Imagem 15 – Uma composição romântica de cactos.

Uma composição romântica de cactos

Tipos de cactos: Cacto Marcarrão (Rhipsalis)

A primeira vista você pode ficar se perguntando “onde está o cacto macarrão?”. Mas não se espante. O cacto macarrão é uma espécie sem espinhos, pendente e ramificada que chega a medir até 90 centímetros. O cultivo também é um pouco diferente, nada de sol para o cacto macarrão. Cuide dele a meia sombra.

Imagem 16 – Uma boa pedida para usar o cacto macarrão na decoração é formando um jardim vertical com ele.

Uma boa pedida para usar o cacto macarrão na decoração é formando um jardim vertical com ele

Imagem 17 – Fica fácil entender o nome do cacto macarrão ao olhar para suas hastes alongadas e finas.

Fica fácil entender o nome do cacto macarrão ao olhar para suas hastes alongadas e finas

Tipos de cactos: Cacto Pedra, Capuz de Monge (Astrophytum)

O Cacto Pedra ou Capuz de Monge possui uma aparência bem diferente dos demais cactos. A forma cilíndrica, com oito costelas bem marcadas, apresenta leves pontinhos brancos espalhados de modo uniforme por toda a planta. As flores do cacto pedra são amarelas e podem ser vistas no verão. Cultive-o sob a proteção dos dias frios do inverno.

Imagem 18 – Um belo e viçoso exemplar do Cacto Pedra e sua flor.

Um belo e viçoso exemplar do Cacto Pedra e sua flor

Imagem 19 – As pedrinhas completam o visual rústico da planta.

As pedrinhas completam o visual rústico da planta

Imagem 20 – Os pontinhos brancos conferem um charme extra para o cacto pedra.

Os pontinhos brancos conferem um charme extra para o cacto pedra

Tipos de cactos: Cacto Pera ou Nopal

O Cacto Pera é um grande conhecido de todos nós. Largamente utilizado em decorações, ele geralmente é encontrado em vasinhos pequenos para vender, mas a espécie também possui potencial de crescimento e pode ser usada para formar canteiros em jardins. A principal característica dessa espécie são as folhas achatadas e alongadas cobertas por uma camada de pelos brancos curtos.

Imagem 21 – O vasinho de cerâmica branco guarda com carinho o pequeno exemplar de cacto pera.

O vasinho de cerâmica branco guarda com carinho o pequeno exemplar de cacto pera

Imagem 22 – Já nessa área externa, a opção foi por uma versão maior do cacto pera.

Já nessa área externa, a opção foi por uma versão maior do cacto pera

Imagem 23 – Um trio de sucesso para dentro de casa.

Um trio de sucesso para dentro de casa

Imagem 24 – Ou dupla, quem sabe?

Ou dupla, quem sabe?

Tipos de cactos: Cacto San Pedro (Wachuma)

O Cacto San Pedro é muito utilizado em rituais dos povos indígenas da América do Sul pelo seu poder, acredita-se, de expansão de consciência. E desse cacto que se extrai a mescalina, principio ativo do mescal, a substância que confere o que os povos antigos chamam de “abertura dos céus”.

Imagem 25 – O formato alongado do cacto San Pedro o torna conhecido também como “aquele que dorme em pé”.

O formato alongado do cacto San Pedro o torna conhecido também como “aquele que dorme em pé”

Imagem 26 – O apartamento de estilo industrial apostou no uso do Cacto San Pedro para compor a decor do hall de entrada.

O apartamento de estilo industrial apostou no uso do Cacto San Pedro para compor a decor do hall de entrada

Imagem 27 – Belas flores brancas aparecem durante o verão nas hastes alongadas do Cacto San Pedro.

Belas flores brancas aparecem durante o verão nas hastes alongadas do Cacto San Pedro

Tipos de cactos: Cacto Semáforo (Opuntia Leucotricha)

O Cacto Semáforo pode crescer até incríveis cinco metros de altura. Natural do México, essa espécie possui uma cobertura fina de pelos, hastes espalmadas e no verão surgem flores amarelas delicadas.

Imagem 28 – Harmoniosa composição rústica de cactos para o corredor da casa.

Harmoniosa composição rústica de cactos para o corredor da casa

Imagem 29 – Nas condições corretas de luz, o cacto semáforo se torna uma opção rústica e atraente para a decoração.

Nas condições corretas de luz, o cacto semáforo se torna uma opção rústica e atraente para a decoração

Imagem 30 – No jardim, o cacto semáforo também não deixa a desejar.

No jardim, o cacto semáforo também não deixa a desejar

Tipos de cactos: Cacto do Peru (Cereus Repandus)

O Cacto do Peru é uma espécie que pode atingir até nove metros de altura. O crescimento alongado, em forma de coluna, é exótico e diferente dos demais da espécie. Em paisagismo fica ótimo quando combinado com cactos de menor tamanho. As flores do cacto do Peru são brancas e apresentam uma peculiaridade: abrem apenas a noite.

Imagem 31 – No vaso, o cacto do Peru garante o visual rústico e exótico que a decoração precisa.

No vaso, o cacto do Peru garante o visual rústico e exótico que a decoração precisa

Imagem 32 – O formato exótico desse cacto é um dos seus principais atrativos.

O formato exótico desse cacto é um dos seus principais atrativos

Imagem 33 – E quanto mais espaço você der para ele, mais ele irá crescer.

E quanto mais espaço você der para ele, mais ele irá crescer

Tipos de cactos: Candelabro (Euphorbia Ingens)

O Cacto Candelabro é conhecido também como Mandacaruzinho no Nordeste do Brasil. Esse cacto possui uma seiva leitosa tóxica e venenosa, por isso mesmo deve ser manuseado com cuidado.

Imagem 34 – Uma autêntica decoração com cactos: o tipo Candelabo possui a forma mais comumente difundida de cactos.

Uma autêntica decoração com cactos: o tipo Candelabo possui a forma mais comumente difundida de cactos

Imagem 35 – Complete a decoração com cacto Candelabro usando espécies menores.

Complete a decoração com cacto Candelabro usando espécies menores

Imagem 36 – No hall de entrada, vasos exuberantes e bem cuidados de cactos recebem com toda simpatia quem chega.

No hall de entrada, vasos exuberantes e bem cuidados de cactos recebem com toda simpatia quem chega

Tipos de cactos: Espostoa

O Cacto Espostoa é muito semelhante ao Barba de Velho por apresentar longos pelos brancos em toda a extensão da planta. Esse tipo de cacto é nativo do Equador e Peru, vivendo em altitudes entre 800 a 2500 metros. A espécie produz frutos doces e comestíveis.

Imagem 37 – Um vasinho caprichado para abrigar o cacto Espostoa.

Um vasinho caprichado para abrigar o cacto Espostoa

Imagem 38 – A pelugem branca sobre o cacto confere um aspecto envelhecido e muito bonito a planta.

A pelugem branca sobre o cacto confere um aspecto envelhecido e muito bonito a planta

Tipos de cactos: Ferocactus

O Ferocactus é um tipo de cacto de crescimento lento e formato arredondado. Seu principal atrativo são os grandes espinhos que rodeiam a planta por completo. Pode ser cultivado em canteiros ou vasos, mas quando atingir o limite da borda recomenda-se passá-lo para um vaso maior.

Imagem 39 – Um lindo trio decorativo de vasos de Ferocactus.

Um lindo trio decorativo de vasos de Ferocactus

Imagem 40 – Os espinhos são o grande destaque dessa espécie de cacto, mas certifique-se de mantê-lo em um local que não ofereça perigo a crianças e pets.

Os espinhos são o grande destaque dessa espécie de cacto, mas certifique-se de mantê-lo em um local que não ofereça perigo a crianças e pets

Imagem 41 – Os espinhos são o grande destaque dessa espécie de cacto, mas certifique-se de mantê-lo em um local que não ofereça perigo a crianças e pets.

Os espinhos são o grande destaque dessa espécie de cacto, mas certifique-se de mantê-lo em um local que não ofereça perigo a crianças e pets

Tipos de cactos: Figueira da Índia (Opuntia Ficus-Indica)

A Figueira da Índia é um cacto de grande porte disseminado por todo o mundo. Apesar do nome, a Figueira da Índia é originária do México e se desenvolve bem em locais de clima árido e seco. A planta apresenta um fruto doce, carnudo e suculento que pode ser consumido sem danos à saúde.

Imagem 42 – Cercada de água, mas ao mesmo tempo isolada, já que o excesso de regas pode prejudicar a planta.

Cercada de água, mas ao mesmo tempo isolada, já que o excesso de regas pode prejudicar a planta

Imagem 43 – Cerca viva com a Figueira da Índia.

Cerca viva com a Figueira da Índia

Imagem 44 – A Figueira da Índia também floresce e chama atenção pelas flores de tom vermelho.

A Figueira da Índia também floresce e chama atenção pelas flores de tom vermelho

Tipos de cactos: Flor de Maio (Schlumbergera Truncata)

Possivelmente você já deve ter cansado de ver a Flor de Maio por aí, mas sabia que ela é um tipo de cacto? Essa espécie é um tipo de cacto brasileiro muito ornamental e pode ser cultivada em vasos como planta pendente. A floração exuberante acontece no mês de maio – como sugere o nome – e demais meses do outono. Para cultivar a flor de maio é importante preparar o solo com adubo orgânico, de preferência húmus de minhoca, colocá-la em um local ensolarado e garantir regas de modo que o solo fique sempre levemente umedecido.

Imagem 45 – Extremamente decorativa, a Flor de Maio é uma bela espécie de cacto para cultivar em casa.

Extremamente decorativa, a Flor de Maio é uma bela espécie de cacto para cultivar em casa

Imagem 46 – A floração da espécie acontece em diferentes cores, indo do branco ao lilás.

A floração da espécie acontece em diferentes cores, indo do branco ao lilás

Imagem 47 – Apesar de não possui espinhos, as folhas da flor de maio bem que se assemelham ao aspecto comum da maioria dos cactos.

Apesar de não possui espinhos, as folhas da flor de maio bem que se assemelham ao aspecto comum da maioria dos cactos

Tipos de cactos: Flor de Outubro (Hatiora Rosea)

Muito semelhante a Flor de Maio, a Flor de Outubro também é uma espécie de cacto muito decorativa e que floresce nos meses de primavera. O cultivo da Flor de Outubro deve ser feito em solo fértil, com regas espaçadas e mantida em local a meia sombra.

Imagem 48 – Apesar de muito parecidas, as flores da Flor de Outubro são maiores e mais abertas que as da Flor de Maio.

Apesar de muito parecidas, as flores da Flor de Outubro são maiores e mais abertas que as da Flor de Maio

Imagem 49 – Outra característica dessa planta é o crescimento vertical, ao contrário da Flor de Maio que é pendente.

Outra característica dessa planta é o crescimento vertical, ao contrário da Flor de Maio que é pendente

Imagem 50 – No vaso, lembre-se de manter a terra levemente umedecida.

No vaso, lembre-se de manter a terra levemente umedecida

Tipos de cactos: Gymnocalicium

O nome Gymnocalicium vem do grego e significa cálice nu, uma referência aos botões florais que não possui pelos nem espinhos. Nativo do Brasil e de outros países da América do Sul, o Gymnocalicium é uma espécie de cacto pequena que não ultrapassa os quinze centímetros de altura. O uso decorativo em vasos junto de outras espécies de cactos e suculentas é o modo mais comum de cultivar a planta.

Imagem 51 – Um mix de cactos e suculentas no vaso aberto, tipo bacia, e decorado com pedriscos brancos.

Um mix de cactos e suculentas no vaso aberto, tipo bacia, e decorado com pedriscos brancos

Imagem 52 – O Gymnocalicium é uma boa opção de cacto para quem deseja presentear como lembrancinha.

O Gymnocalicium é uma boa opção de cacto para quem deseja presentear como lembrancinha

Imagem 53 – O vaso de cimento abriga com delicadeza as diferentes espécies de cactos e suculentas.

O vaso de cimento abriga com delicadeza as diferentes espécies de cactos e suculentas

Imagem 54 – Pedrinhas cor de rosa para completar o charme dos cactos.

Pedrinhas cor de rosa para completar o charme dos cactos

Imagem 55 – Uma tigela de cactos e suculentas imersas nas boas energias das pedras de cristal e ametista.

Uma tigela de cactos e suculentas imersas nas boas energias das pedras de cristal e ametista

Tipos de cactos: Cabeça de Frade (Malocactus)

O Cacto Cabeça de Frade é originário do México e possui um formato cilíndrico todo envolvido por espinhos. À medida que cresce pode tomar a forma de uma pirâmide e desenvolver no topo uma cabeça coberta de espinhos pequenos e vermelhos.

Imagem 56 – Uma coleção de Cabeças de Frade.

Uma coleção de Cabeças de Frade

Imagem 57 – Sozinho no vaso, o Cabeça de Frade revela toda sua rusticidade.

Sozinho no vaso, o Cabeça de Frade revela toda sua rusticidade

Imagem 58 – Cabeça de Frade compartilhando o vaso com outras espécies tão pequenas quanto ele.

Cabeça de Frade compartilhando o vaso com outras espécies tão pequenas quanto ele

Imagem 59 – Cabeça de Frade em sua fase mais adulta.

Cabeça de Frade em sua fase mais adulta

Tipos de cactos: Mandacaru

O Mandacaru é o típico cacto brasileiro, símbolo do Nordeste, mais especificamente do estado de Pernambuco. Para se desenvolver bem o Mandacaru precisa de muito sol, solo arenoso e poucas regas. As flores do Mandacaru são brancas, mas desabrocham apenas a noite, já que durante o dia elas murcham.

Imagem 60 – O quarto clean ganhou um vaso de mandacaru muito bem posicionado perto da janela.

O quarto clean ganhou um vaso de mandacaru muito bem posicionado perto da janela

Imagem 61 – Ainda pequeno esse mandacaru faz bonito junto a estante de livros.

Ainda pequeno esse mandacaru faz bonito junto a estante de livros

Imagem 62 – Já na área externa, o mandacaru se desenvolve com todo seu potencial.

Já na área externa, o mandacaru se desenvolve com todo seu potencial

Imagem 63 – Experimente fazer uma composição de mandacarus e outros cactos na sua sala.

Tipos de cactos: Ouriço

O Ouriço é um tipo de cacto originário do México. Pode atingir até 1,5 metro de altura se cultivado diretamente sob o sol. As flores do cacto desabrocham no topo de cada haste.

Imagem 64 – Cheio de espinhos: assim fica fácil compreender o significado do nome desse cacto.

Cheio de espinhos: assim fica fácil compreender o significado do nome desse cacto

Imagem 65 – Na janela, os diferentes tipos de cacto se esbaldam com a luz natural.

Na janela, os diferentes tipos de cacto se esbaldam com a luz natural

Imagem 66 – No vaso ou no quadro, o que importa é ter um cacto para chamar de seu.

No vaso ou no quadro, o que importa é ter um cacto para chamar de seu

Tipos de cactos: Rabo de raposa

O rabo de raposa possui espinhos brancos que contrastam com suas flores de cores vibrantes, que vão do laranja ao amarelo. A floração do cacto rabo de raposa acontece nos meses quentes. Para se desenvolver adequadamente prefira mantê-lo a meia sombra.

Imagem 67 – Exuberante, o Cacto Rabo de Raposa garante aquele toque rustico e florido à decoração.

Exuberante, o Cacto Rabo de Raposa garante aquele toque rustico e florido à decoração

Imagem 68 – Cultivado de modo pendente, o Rabo de Raposa se destaca.

Cultivado de modo pendente, o Rabo de Raposa se destaca

Tipos de cactos: Saguaro (Carnegiea Gigantea)

O Saguaro é uma espécie de cacto originária do Deserto de Sonora, localizado entre o México e os Estados Unidos. Aprecia o calor, o clima seco e árido. A planta pode crescer até 15 metros de altura e viver impressionantes 200 anos.

Imagem 69 – Os típicos braços do Saguaro surgem na planta após os oito primeiros anos de vida.

Os típicos braços do Saguaro surgem na planta após os oito primeiros anos de vida

Imagem 70 – Na beira da piscina, o cacto Saguaro absorve toda a luz e o calor do sol.

Na beira da piscina, o cacto Saguaro absorve toda a luz e o calor do sol

Imagem 71 – No vaso, o crescimento do Saguaro fica controlado.

No vaso, o crescimento do Saguaro fica controlado

Tipos de cactos: Xique Xique (Pilocereus gounellei)

O Xique Xique é um cacto de formato arbustivo, floração branca e frutos avermelhados comestíveis. Natural da região que se estende do Brasil ao sul da Flórida, essa espécie de cacto apresenta espinhos rígidos e pontiagudos que podem se tornar perigosos dependendo do local em que forem cultivados.

Imagem 72 – O Xique Xique foi exposto nessa sala como uma obra de arte.

O Xique Xique foi exposto nessa sala como uma obra de arte

Imagem 73 – Nessa cozinha, o Xique Xique encontrou o lugar perfeito: o parapeito da janela.

Nessa cozinha, o Xique Xique encontrou o lugar perfeito: o parapeito da janela

Está pronto para incluir esta bela planta na decoração da sua casa?