Torre quente: 50 ideias para inspirar o seu projeto

Por - Atualizado em:

Se você está planejando a sua cozinha, muito provavelmente já ouviu falar da torre quente. E não é para menos, já que ela aparece em todo tipo de cozinha atualmente.

Mas para que serve? Como deve ser incluída no projeto? Vale a pena?

Acompanhe o post com a gente e descubra!

O que é torre quente?

Torre quente é o nome que se dá para a estrutura de marcenaria que envolve eletrodomésticos de aquecer, como forno elétrico, a gás e microondas.

Essa estrutura, planejada de modo vertical, pode receber ainda a máquina de lavar louça ou outros eletrodomésticos da sua preferência.

O importante é que a torre seja um espaço funcional e prático para as atividades cotidianas dentro da cozinha e, por isso mesmo, é fundamental seguir as orientações de planejamento da torre quente. Veja as dicas que trouxemos a seguir.

Como planejar a torre quente

Tamanho da cozinha

Uma das vantagens da torre quente é que ela economiza espaço na cozinha, sendo perfeita para cozinhas grandes ou pequenas. Isso porque os eletrodomésticos são organizados na vertical, aumentando a área útil do ambiente.

Mas mesmo sendo uma estrutura que favorece o espaço de pequenas cozinhas, é muito importante ter as medidas do ambiente em mãos para determinar o melhor local para instalação da estrutura e também para dimensionar o tamanho dos demais armários, balcões e bancadas.

Layout do projeto

A torre quente, por tradição, é geralmente instalada ao lado da geladeira. Mas isso não é uma regra. A torre pode ser colocada ao final da bancada, aproveitando, por exemplo, um canto que não teria utilidade.

Para facilitar o deslocamento na cozinha também é indicado que a torre quente esteja próxima a bancada da pia, especialmente no caso de cozinhas grandes, assim você evita, por exemplo, ficar andando de um lado para o outro com uma travessa quente nas mãos.

Planejada ou modulada?

A torre quente pode ser tanto planejada, quanto modulada. E qual a diferença? No projeto de uma cozinha planejada, a torre quente terá a dimensão exata dos eletrodomésticos, sem sobras laterais ou superiores.

Já no caso de uma torre quente modulada, a estrutura possui tamanho padrão, ou seja, ela foi fabricada para servir diversos tipos de cozinha. Nesse caso, portanto, pode ser que sobre vãos entre o eletrodoméstico e a marcenaria.

Por isso a recomendação é usar eletrodomésticos convencionais para torre quente modulada, enquanto na torre quente planejada, os eletros devem ser de embutir para garantir um encaixe perfeito.

A diferença maior, portanto, entre esses dois modelos de torre quente está na estética da estrutura e no preço, uma vez que a torre quente modulada costuma ser mais barata do que a versão planejada.

Eletrodomésticos para torre quente

Você deve escolher os eletrodomésticos para torre quente antes mesmo de planejar a estrutura ou comprá-la.

Isso porque você deve garantir que os eletros se encaixem na torre e não o contrário.

Por padrão, o mais comum é que a torre quente traga compartimentos apenas para o forno e o microondas. Mas você pode alterar esse esquema caso deseje, por exemplo, um forno a gás e outro elétrico, além do microondas.

E para garantir um visual impecável na sua cozinha opte por eletrodomésticos da mesma cor e estilo. Por exemplo, se você optou por um forno de inox mantenha esse padrão nos demais eletros, inclusive a geladeira que costuma estar bem próxima a torre.

Com gavetas, paneleiro e armário

Além dos compartimentos para embutir eletrodomésticos, a torre quente ainda pode trazer gavetas, paneleiros e armários. Tudo isso para aproveitar melhor essa estrutura, especialmente se ela vai do piso até o teto.

Altura da torre quente

Uma das coisas mais importantes que você precisa ter em mente antes de instalar a sua torre quente é a altura dos eletrodomésticos.

Imagina só instalar um forno onde não é possível acompanhar o preparo dos alimentos porque ele está alto demais? Ou, então, o contrário, ficar com dor nas costas por ter que se abaixar demais para ligar o microondas?

Por isso é fundamental determinar a altura e a disposição dos eletros na torre quente, de modo que eles sejam práticos e funcionais no dia a dia.

Coloque na altura dos olhos o eletro que você usa mais. Aquele que você utiliza com menos frequência, deixe mais perto do piso. Mas, evite colocar o forno muito alto, já que além de ser desconfortável, você ainda corre o risco de provocar um acidente derrubando, por exemplo, uma travessa quente.

Ilumine a torre

A torre quente precisa ser bem iluminada para facilitar o preparo dos alimentos. Durante o dia, a melhor iluminação é aquela que vem de uma janela ou da porta. Por isso, dê preferencia para instalar a sua torre em um local bem iluminado naturalmente.

Já a noite, a dica é apostar em luzes diretas sobre a torre. Podem ser spots direcionáveis ou embutidos. O importante é que você consiga manusear os eletros sem nenhum impedimento.

Instalações planejadas

Garanta que o local onde a torre quente será instalada esteja com todas as instalações elétricas prontas. Considere uma tomada para cada eletrodoméstico, assim você evita carregar a rede elétrica com o uso de benjamins e adaptadores.

A instalação elétrica planejada também é importante para evitar que a fiação fique exposta. Afinal, você quer uma cozinha bonita e organizada, não é mesmo?

Conte com um projetista

E se ao final você ainda tiver dificuldades em planejar a sua cozinha com torre quente não dispense o auxilio de um projetista ou de um designer de interiores.

Esses profissionais são capacitados para oferecer uma visão integrada, funcional e bonita para a cozinha, fazendo com que esse ambiente tão importante da casa seja confortável e lindo de viver!

Confira a seguir 50 ideias de torre quente para inspirar o seu projeto

Imagem 1 – Torre quente com gaveta e armário para aproveitar melhor todo o espaço vertical.

Torre quente com gaveta e armário para aproveitar melhor todo o espaço vertical

Imagem 2 – Torre quente em dose dupla!

Torre quente em dose dupla!

Imagem 3 – Torre quente planejada ocupando o canto da cozinha.

Torre quente planejada ocupando o canto da cozinha

Imagem 4 – Torre quente com espaço para cafeteria, porque não?

Torre quente com espaço para cafeteria, porque não?

Imagem 5 – Torre quente com armário seguindo o layout dos móveis planejados.

Torre quente com armário seguindo o layout dos móveis planejados

Imagem 6 – Torre quente para forno e microondas: simples e funcional.

Torre quente para forno e microondas: simples e funcional

Imagem 7 – Sobrou espaço no final da torre quente? Preencha-o com prateleiras.

Sobrou espaço no final da torre quente? Preencha-o com prateleiras

Imagem 8 – Já nessa outra cozinha, os eletros pretos contrastam com a marcenaria branca da torre quente e dos demais armários.

Imagem 9 – Torre quente branca no cantinho ao lado da pia. Com planejamento, tudo é possível!

Torre quente branca no cantinho ao lado da pia. Com planejamento, tudo é possível!

Imagem 10 – Forno na altura dos olhos: praticidade e bom uso da cozinha.

Forno na altura dos olhos: praticidade e bom uso da cozinha

Imagem 11 – Torre quente preta para se destacar do armário branco.

Torre quente preta para se destacar do armário branco

Imagem 12 – Torre quente planejada com espaço para forno elétrico, à gás e microondas.

Torre quente planejada com espaço para forno elétrico, à gás e microondas

Imagem 13 – Aqui, a disposição da torre facilita o preparo dos alimentos, já que ela está perto da pia e da bancada.

Aqui, a disposição da torre facilita o preparo dos alimentos, já que ela está perto da pia e da bancada

Imagem 14 – Torre quente para os fornos. O microondas ficou no armário ao lado.

Torre quente para os fornos. O microondas ficou no armário ao lado

Imagem 15 – Torre quente ao lado da geladeira: um layout clássico.

Torre quente ao lado da geladeira: um layout clássico

Imagem 16 – Torre quente no tamanho das suas necessidades.

Torre quente no tamanho das suas necessidades

Imagem 17 – Planeje a altura dos eletrodomésticos para garantir o uso confortável desses equipamentos.

Planeje a altura dos eletrodomésticos para garantir o uso confortável desses equipamentos

Imagem 18 – Eletros pretos para destacar o armário azul.

Eletros pretos para destacar o armário azul

Imagem 19 – Torre quente na cozinha integrada: ganhe mais espaço.

Torre quente na cozinha integrada: ganhe mais espaço

Imagem 20 – Aqui, a torre traz apenas o forno elétrico. O forno a gás foi instalado de modo convencional.

Aqui, a torre traz apenas o forno elétrico. O forno a gás foi instalado de modo convencional

Imagem 21 – Torre quente branca com eletros em inox para uma cozinha moderna e elegante.

Torre quente branca com eletros em inox para uma cozinha moderna e elegante

Imagem 22 – Já nessa outra cozinha, os eletros pretos contrastam com a marcenaria branca da torre quente e dos demais armários.

Já nessa outra cozinha, os eletros pretos contrastam com a marcenaria branca da torre quente e dos demais armários

Imagem 23 – Torre quente para uma cozinha de visual clean e minimalista.

Torre quente para uma cozinha de visual clean e minimalista

Imagem 24 – Gavetas e armários completam a estrutura dessa torre quente para fornos.

Gavetas e armários completam a estrutura dessa torre quente para fornos

Imagem 25 – Eletros e torre praticamente na mesma cor.

Eletros e torre praticamente na mesma cor

Imagem 26 – Eletros embutidos são os mais indicados para torre quente planejada.

Eletros embutidos são os mais indicados para torre quente planejada

Imagem 27 – Mas é importante escolher os eletros primeiro para garantir que eles vão caber na torre.

Mas é importante escolher os eletros primeiro para garantir que eles vão caber na torre

Imagem 28 – Efeito espelhado!

Efeito espelhado!

Imagem 29 – A torre quente também pode ter espaço para os livros de culinária.

A torre quente também pode ter espaço para os livros de culinária

Imagem 30 – Torre quente branca com iluminação especial na lateral.

Torre quente branca com iluminação especial na lateral

Imagem 31 – Cozinha moderna e organizada com a torre quente.

Cozinha moderna e organizada com a torre quente

Imagem 32 – Já na cozinha pequena, a torre quente revela ainda mais o seu potencial.

Já na cozinha pequena, a torre quente revela ainda mais o seu potencial

Imagem 33 – Torre quente ao lado da geladeira: praticidade e conforto no dia a dia

Torre quente ao lado da geladeira: praticidade e conforto no dia a dia

Imagem 34 – Cozinha planejada com torre quente.

Cozinha planejada com torre quente

Imagem 35 – Eletros de inox para a torre quente branca.

Eletros de inox para a torre quente branca

Imagem 36 – O que acha de uma torre quente de madeira? Fica rústico e aconchegante.

O que acha de uma torre quente de madeira? Fica rústico e aconchegante

Imagem 37 – Cozinha de marcenaria clássica também tem espaço para a torre quente.

Cozinha de marcenaria clássica também tem espaço para a torre quente

Imagem 38 – Torre quente na linha que marca a divisão entre a sala e a cozinha.

Torre quente na linha que marca a divisão entre a sala e a cozinha

Imagem 39 – Torre quente modulada: aqui, os eletros não precisam ser de embutir.

Torre quente modulada: aqui, os eletros não precisam ser de embutir

Imagem 40 – Já pensou em ter uma torre quente azul?

Já pensou em ter uma torre quente azul?

Imagem 41 – Torre quente ao lado da geladeira de inox.

Torre quente ao lado da geladeira de inox

Imagem 42 – Torre quente valorizando a cozinha pequena.

Torre quente valorizando a cozinha pequena

Imagem 43 – Cozinha integrada com torre quente ao lado da bancada.

Cozinha integrada com torre quente ao lado da bancada

Imagem 44 – Mais clean e minimalista impossível!

Mais clean e minimalista impossível!

Imagem 45 – Fornos de embutir combinando com a paleta em preto e branco da cozinha.

Fornos de embutir combinando com a paleta em preto e branco da cozinha

Imagem 46 – Torre quente para uma cozinha candy color.

Torre quente para uma cozinha candy color

Imagem 47 – Em apenas uma parede você resolve toda a sua cozinha.

Em apenas uma parede você resolve toda a sua cozinha

Imagem 48 – E ainda sobra espaço!

E ainda sobra espaço!

Imagem 49 – Ao invés de sobrepor os fornos experimente colocá-los um ao lado do outro.

Imagem 50 – Forno e armários se confundem nessa cozinha moderna

Forno e armários se confundem nessa cozinha moderna