Como cuidar de suculentas: 8 dicas essenciais para seguir

Conheça dicas essenciais para cuidar de suculentas, da escolha do vaso a poda

Por -

As suculentas estão em alta e não é à toa. Essas plantinhas são lindas, delicadas, ótimas companheiras para quem gosta de ter plantas pela casa e demandam poucos cuidados. Elas são originárias de locais secos e sol forte, assim como os cactos, e a maioria dela se adapta bem a espaços pequenos como apartamentos.

Não é muito difícil cuidar de uma suculenta, portanto se você ama plantas, mas não tem tempo para se dedicar a elas ou falta certa habilidade nos cuidados com as amigas verdes, invista nas suculentas.

Principais características das suculentas

Suculentas

As suculentas são plantas que acumulam água em suas folhas, pois como já dissemos anteriormente, elas são originárias de locais áridos, assim como os cactos. Por isso a principal característica dessa espécie é ter as folhas e caules bem gordinhos e é daí que vem o nome “suculenta”.

Aliás, cabe aqui uma curiosidade: você sabia que todo cacto é uma suculenta, mas nem toda suculenta é considerada cacto?

É possível encontrá-las com folhagens de diversas cores, formatos e texturas e geralmente os arranjos e vasos concentram diversas espécies juntas. Elas gostam de muita luminosidade e precisam de pouca água, mas algumas espécies preferem luz indireta.

O formato das folhas é o que vai definir a quantidade de sol que ela precisa. Folhas separadas ou com um comprimento fora do comum significa que a sua planta precisa de mais luz. Uma suculenta saudável é aquela que tem as folhas sempre bem juntinhas umas das outras.

Como cuidar de suculentas e cuidados essenciais

1. A escolha do vaso

A escolha do vaso

Evite plantar suculentas diretamente em cachepots ou bases sem furo no fundo. Para ter uma planta saudável e que dure muitos anos é importante escolher um vaso furado para facilitar o escoamento da água de cada rega. Água em excesso vai matar a sua planta. Os cachepots são lindos e podem ser usados, basta encaixar o vaso furado dentro deles e está tudo certo! Ao fazer a rega, retire o vaso com furos de dentro do cachepot para que a planta se livre do excesso de água. Só depois é que você pode encaixar o vaso no cachepot novamente.

2. Rega

Rega de suculenta

De maneira geral, as suculentas pedem poucas regas, você pode seguir um padrão simples: no verão regue uma vez por semana e no inverno de uma a duas vezes por mês. Antes de regar confira se a terra está seca. Se estiver úmida, não regue. Para conferir é simples, basta enfiar o dedo ou até mesmo um palito no substrato. Evite jogar água nas folhas, pois elas podem apodrecer. Atenção, excesso de água é morte certa para a sua plantinha, tenha cuidado!

3. Luminosidade

Suculentas preferem o sol da manhã e a maioria delas precisa de iluminação direta. Se você mora em apartamento ou em algum local que tenha pouca incidência de luz, procure deixar as plantas em janelas, sacadas ou qualquer local onde ela consiga receber o máximo de luminosidade possível. Luz é vida para as suculentas, portanto elas não vão sobreviver em locais como banheiros, estantes e prateleiras internas.

4. Adubos

É importante adicionar nutrientes às suas plantas regularmente, o período ideal no caso das suculentas é de 3 em 3 meses. Você pode comprar adubos específicos em lojas especializadas como húmus de minhoca ou outro composto orgânico, ou o Forth Cactos. Outra opção é usar casca de ovo triturada no liquidificador, o cálcio vai deixar as folhas e caules mais resistentes.

5. Substratos

Substrato é basicamente a terra onde você vai plantar a sua suculenta. Elas se adaptam melhor quando você usa terra adubada misturada com areia de construção lavada. A terra deve ser leve, sem torrões para facilitar a drenagem.

6. Montagem do vaso

Montagem do vaso

Ao montar o vaso de uma suculenta você vai preparar camadas sendo que a primeira delas deve ser feita com pedriscos, cascalho, cacos de telha ou argila expandida. Ela vai funcionar como uma barreira de drenagem. Cubra as pedras com um pedaço de manta ou TNT para segurar a terra durante as regas.

Por cima da manta ou do TNT vai o substrato e você vai encaixando as mudinhas da forma que achar melhor. Trate-as com bastante cuidado e delicadeza, elas quebram facilmente e são bem sensíveis. Use um pincel com cerdas bem macias para tirar a terra ou sujeirinhas das folhas e pode afofar a terra com carinho.

Muita gente finaliza os vasos de suculentas com pedriscos brancos para deixar o arranjo mais bonito, mas essas pedrinhas não fazem bem para a planta. Elas são feitas de mármore picado e quando molhadas, soltam um pó que vai prejudicando a planta com o passar do tempo. Decore com coberturas naturais como casca de pinus, por exemplo.

7. Podas

Suculentas não precisam de poda, mas é bom retirar folhas mortas, secas ou que estejam morrendo para que ela possa crescer sempre bonita e saudável. Elas crescem de acordo com o espaço que elas têm para se desenvolver, ou seja, plantas mantidas em vasos pequenos permanecem pequenas. Ao serem transferidas para vasos maiores, as raízes e folhas consequentemente vão crescer.

8. Mudas

Essa plantinha é muito fácil de “pegar”, portanto se você quer fazer novos vasos basta criar uma espécie de berçário para novas mudas a partir de folhas soltas fincadas na terra. Não demora muito para cada folhinha criar raízes e se transformar numa nova muda prontinha para ornamentar um novo arranjo.

Como você pode ver, suculentas são plantas muito versáteis além de serem lindas e formarem arranjos cheios de charme que podem se transformar em presentes originais e agradar pela delicadeza de suas folhas.

A melhor maneira de cuidar bem das amigas verdes é ficar de olho nos sinais que elas estão dando. Se as folhas ficam alongadas, crescendo para cima, isso significa que ela precisa de mais sol. Se as folhas estão perdendo o viço, elas precisam de mais água.

Na hora de montar o seu vaso, abuse da criatividade! Misture cores e texturas de folhagem e use objetos inusitados como cachepots. Xícaras, latas, rolhas, qualquer recipiente diferenciado vai dar um charme a mais no seu arranjo. Viva as suculentas!