Como economizar no mercado: veja 15 dicas práticas para seguir

Por - Atualizado em:

Quando o assunto é economia doméstica, todo centavo conta. E um dos maiores “ladrões” do orçamento são as compras de supermercado ou, melhor dizendo, as compras erradas que você faz todo santo mês.

Mas ainda bem que tem jeito pra isso! E não se trata de nenhuma fórmula mágica, apenas de planejamento e algumas dicas de como economizar no mercado.

E adivinha só onde estão essas dicas? Aqui, é claro, nesse post! Vem ver.

Porque economizar no mercado

Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estática), uma família brasileira costuma gastar, em média, cerca de 40% até 50% do salário com compras de mercado. Uma fatia significativa do bolo, não é mesmo?

Contudo, especialistas em finanças recomendam que esses gastos não devem ultrapassar 37% do orçamento doméstico, caso contrário, outros setores da vida familiar podem ser prejudicados.

Para equilibrar essa conta só mesmo com muito planejamento. E o que você ganha com isso? Economia, em primeiro lugar, uma vez que você elimina compras desnecessárias e supérfluas.

Em segundo, você acaba com o desperdício de alimentos.

Quer mais um motivo? Economizar no supermercado te deixa mais saudável, isso porque a maior parte dos alimentos industrializados comprados por impulso são muito prejudiciais para a saúde.

Como economizar no mercado: 15 dicas práticas

1. Estabeleça o limite de compras

Comece sua estratégia para economizar no supermercado estabelecendo um limite para suas compras. Quanto você pode e, principalmente, precisa gastar? R$ 500, R$ 700 ou R$ 1000?

Ter esse limite bem definido é fundamental para não cair em excessos. Contudo, isso não quer dizer que você deve passar fome ou se privar de consumir o que gosta. Pelo contrário, a dica é traçar um planejamento inteligente que seja capaz de satisfazer suas necessidades, gostos pessoais e, é claro, o seu orçamento.

E se você for daquele tipo de pessoa que ama uma besteirinha pode até estipular um valor máximo para gastar com esses supérfluos, assim você fica feliz e não foge do orçamento.

2. Limpe e organize sua dispensa

Limpe e organize sua dispensa

Antes de sair para as compras de supermercado faça uma coisa simples: limpe e organize sua dispensa e a sua geladeira.

Muito provavelmente você vai encontrar itens que nem lembrava mais, assim como também vai se deparar com alimentos vencidos e que precisam ser jogados no lixo.

Ao fazer essa limpeza você consegue ter uma noção mais clara e objetiva do que realmente precisa comprar e daquilo que ainda pode esperar mais um pouco. O mesmo vale para itens de beleza, higiene e limpeza doméstica.

3. Monte um cardápio

Quer economizar de verdade no mercado? Então monte um cardápio. Pode ser mensal ou semanal. O importante é colocar ali todos os ingredientes que serão necessários para preparar tudo o que você precisa.

Além de se alimentar de forma mais saudável, você ainda evita comprar itens desnecessários e desperdiçar alimentos.

Dica extra: priorize no seu cardápio os alimentos da estação e aqueles com preços mais em conta, evitando aqueles que estão passando por um período inflacionário.

4. Faça uma lista

Com o cardápio em mãos basta agora fazer a lista de compras. Mas atenção: siga a lista até o fim e lembre-se: se um determinado item não está anotado é porque você não precisa dele, então resista as tentações do supermercado.

5. Estabeleça um dia para as compras

Estabeleça um dia para as compras

Pode ser no sábado, na segunda ou na quarta-feira, mas é importante que você tenha um dia na agenda dedicado às compras semanais no supermercado.

Porque isso é importante? Para evitar que você precise passar correndo pelo mercado e comprar a primeira coisa que ver pela frente antes de pesquisar o preço.

E o que é melhor: compras semanais ou mensais? Bom, há quem defenda as compras mensais outros preferem as compras semanais. Você precisa definir o que funciona melhor na sua casa. Mas uma boa dica é comprar mensalmente apenas os itens considerados não perecíveis, ou seja, que duram mais, como grãos e produtos de limpeza. Deixe para as compras semanais apenas aquilo que é perecível, como frutas e legumes.

Inclusive, caso você decida adotar essa estratégia, vale a pena passar em um atacadista para comprar itens não perecíveis, já que ao comprar em quantidade a tendência é economizar ainda mais.

6. Alimente-se

Nunca vá ao supermercado com fome. É sério! A tendência de você cair nas armadilhas do marketing são enormes. Portanto, faça uma alimentação leve antes de ir as compras.

7. Deixe as crianças em casa

Que criança resiste a um docinho, um salgadinho ou um sorvete? E que pai e mãe resiste ao olhar pidão do filho? Pois é! Essa é uma combinação perigosa para quem pretende economizar no supermercado. Por isso, a melhor estratégia é deixar as crianças em casa.

8. Pague em dinheiro

Pague em dinheiro

Evite a todo custo pagar suas compras de supermercado no crédito ou até mesmo no débito. Isso porque a tendência é que você gaste mais, uma vez que você está pagando com um dinheiro “invisível”. A melhor alternativa é pagar as compras em dinheiro e para ser ainda mais radical leve com você apenas aquilo que foi determinado no orçamento, nenhum centavo a mais.

9. Pesquise preços

Crie o hábito de pesquisar e comparar preços entre os supermercados perto de onde você mora. Você vai ver que alguns são bons para comprar itens de higiene, outros são melhores para o setor de hortifrúti e por aí vai.

E se você não tiver muito tempo para fazer essa via crúcis, aposte no uso de aplicativos. Hoje em dia existem apps que fazem esse trabalho de comparar e pesquisar preços por você.

10. Olha o marketing!

Sabe aquele cheirinho de pão fresquinho dentro do mercado? Ou aquele produto super bem localizado na prateleira? Tudo isso são estratégias de marketing para te fazer comprar.

Os produtos mais caros, por exemplo, costumam ficar no centro das prateleiras, na altura dos olhos e, claro, a fácil alcance. Os mais baratos, por sua vez, geralmente ficam na parte mais baixa ou bem mais acima.

Outro truque são os corredores longos. E para que eles servem? Para te fazer chegar aos itens básicos, como arroz e feijão, acontece que no meio desse caminho você acaba passando por toda sorte de itens supérfluos e aí já sabe né?.

11. Tamanho família vale a pena?

Você alguma vez já se perguntou se realmente vale a pena levar uma embalagem tamanho família para casa ao invés do produto em tamanho normal? Para tirar a dúvida, tenha sempre com você uma calculadora e faça as contas para descobrir se a promoção é realmente vantajosa.

12. Mantenha o foco

Não se distraia enquanto estiver fazendo compras de supermercado. Isso quer dizer para você manter o foco na sua lista e evitar andar por corredores onde não tem nada daquilo que você precisa. Lembre-se: mercado não é lugar de ficar passeando.

13. Metade do mês

Metade do mês

Você sabia que a melhor época do mês para fazer compras é na segunda quinzena do mês? Isso porque a maioria das pessoas tende a fazer as compras logo que recebe o salário, geralmente na primeira ou última semana do mês.

E para garantir o fluxo de caixa, os supermercados passam a criar ofertas e promoções para atrair a clientela. Por isso, se possível, programe suas compras entre os dias 15 e 25.

14. Confira os preços no caixa

Fique atento aos preços registrados pelo caixa na hora em que passar as compras. É normal que muitos produtos apresentem valores diferentes entre aquele mostrado na gôndola e aquele que realmente foi registrado pelo código de barras.

15. Aprenda a guardar suas compras

Quando chegar com as compras em casa guarde-as do modo certo para garantir o consumo adequado e a rotatividade dos produtos, de modo que você não tenha desperdícios.

Coloque os itens perecíveis na frente, assim como aqueles que já estão abertos ou em uso.

Anotou todas as dicas de como economizar no mercado? Agora é só colocar toda essa estratégia pra funcionar nas suas próximas compras.