Como plantar hortelã: confira diferentes tutoriais e passo a passo para você seguir

Por - Atualizado em:

Ela é uma das plantas mais versáteis da gastronomia: é uma erva aromática e tem um poderoso uso para saúde. De sabor refrescante, seu uso na cozinha vai desde o tempero de pratos, passando por chás, usados em drinks e sucos, passando por geléias e, até, como fonte de óleo essencial.ideias

Também pode ser utilizada como matéria-prima tanto na indústria de higiene pessoal e como na de cosméticos. Com suas múltiplas utilidades, a hortelã pode ser até uma alternativa de plantio para o agricultor que pretende complementar a renda familiar.Você quer saber como plantar a hortelã? Basta continuar lendo esse artigo para saber mais dicas e técnicas diferentes!

Como plantar hortelã em garrafa pet

Usar a garrafa pet para cultivar sua mini horta, é uma prática econômica, sustentável, além de ser muito saudável. Vamos descobrir o passo a passo para fazer sua horta suspensa e plantar hortelã com esse tipo de material:

  1. Pegue a garrafa PET e faça quatro furos espaçados, próximo a área da tampa;
  2. Faça outro furo no fundo da garrafa, permitindo a saída da água que ficará acumulada no recipiente;
  3. Em seguida, com uma tesoura, faça dois recortes na garrafa, uma em cada lateral;
  4. Depois dos cortes, coloque um pouco de pedrisco e depois o substrato;
  5. Faça uma pequena abertura na terra e plante a hortelã;
  6. Encaixe o barbante nos quatro furos próximos da tampa e depois una os fios com um nó;
  7. No final, com a ajuda de um gancho de parede, coloque o barbante no gancho, regue as mudas de hortelã e aguarde sua horta crescer!

Para facilitar, segue um tutorial do com todas as instruções:

Como plantar hortelã com galho

Você pode fazer a reprodução de plantas através de sementes, como no processo vegetativo, que é possível ter exemplares novos, apenas usando uma parte específica da erva: folhas, rebentos e estacas de galhos.

Em outras espécies, você consegue ter o enraizamento na água com maior facilidade. É importante lembrar que esse processo se difere da hidroponia.

O procedimento é simples, mas você deve ter alguns cuidados para que tenha sucesso na reprodução das mudas. Segue o passo a passo:

  1. Escolha cuidadosamente uma hortelã já adulta e saudável. Esse processo de enraizamento na água funciona muito bem com grande parte das ervas e hortaliças de caule macio;
  2. Procure regar a hortelã no período da manhã ou no final do dia. Porém, espere uma hora após a rega para que o caule possa ter uma boa reserva de água;
  3. Aguarde um pouco, depois corte os galhos com tamanho entre cinco a oito centímetros;
  4. Escolha um copo, uma jarra ou um vaso, que sejam de vidro. Lave-os bem e encha com água limpa;
  5. Insira os galhos no recipiente, observando até onde a água encosta. Após isso, remova o galho e as folhas que ficarem submersas. Isso é importante já que existe o risco deles apodrecerem. Depois dessa observação, acomode-os com cuidado no vaso;
  6. O recipiente com a hortelã deverá ficar em um local fresco e com pouco de luminosidade. Evite expor ao sol;
  7. Troque a água a cada três dias, sempre evitando que ela fique turva, além da proliferação de mosquitos.

Para facilitar esses passos, veja o tutorial abaixo:

Como replantar hortelã

Como replantar hortelã

Procedimento bem fácil, mas pela hortelã ser um tipo de arbusto um pouco diferente, siga nosso tutorial conforme abaixo:

  1. Pegue galinhos de 10 a 15 centímetros da hortelã e tire as folhas desse comprimento. Você só precisa deixar as de cima;
  2. Corte o caule próximo de um nó – que seria a divisão do caule. O nó precisa estar no final do galho porque é a partir dele que vão surgir as raízes novas;
  3. A partir desse momento, você precisará acompanhar. Em um período de três dias, surgirá uma raiz de aproximadamente um centímetro;
  4. Após 10 dias na água, será possível ver muitas raízes;
  5. E com mais sete dias, vão surgir mais raízes e você poderá colocar as mudas em um vaso com terra. O importante é que a raiz não seja muito pequena, senão ela terá dificuldade em nutrir a hortelã.

Para facilitar sua vida, veja esse vídeo retirado do youtube:

Hortelã gosta de sol ou sombra?

A hortelã é facilmente adaptável em potes, jardineiras e vasos. Mesmo conhecida por ser uma planta invasiva, todos os recipientes mencionados a contem perfeitamente já que as raízes acabam se espalhando até o fundo, preenchendo todo o espaço.

Uma dúvida muito comum é sobre o local de abrigar a hortelã. Ela pode ficar tanto em locais ensolarados ou com sombra parcial, mas deve ficar longe de ventos. É importante destacar que o sol ajuda a hortelã crescer saudável e viçosa. Uma dica é sempre deixar o vaso voltado para o leste, já que seu desenvolvimento é melhor com a exposição solar de pelo menos seis horas por dia.

Além desses detalhes, a erva aromática é uma ótima escolha para quem gosta de plantas que exigem poucos cuidados.

Como plantar hortelã e manjericão

Você sabia que tem algumas plantas que costumam se dar bem se plantadas no mesmo vaso? Mas, infelizmente, esse não é o caso da hortelã.

Uma dica para quem quer cultivar a hortelã: é uma erva aromática que é contra-indicada para dividir o vaso com outras plantas. Um dos motivos é que suas raízes são muito espaçosas e podem atrapalhar o cultivo das vizinhas, inclusive do manjericão.

Já o manjericão pode dividir o vaso com outras plantas. Uma das nossas sugestões é plantá-la junto ao orégano e à manjerona. Além de serem ótimas para uso em massas, pizzas e outros pratos da culinária italiana, elas têm a mesma necessidade de água e as características da exigência de solo são bem parecidas.

Como plantar hortelã-pimenta

É bem fácil cultivar a hortelã-pimenta desde que possamos contar com um solo bem drenado, exposição solar total ou parcial. Além disso, a erva é uma híbrida estéril e não pode ser cultivada a partir de sementes. A única forma de ser plantada é usando seus caules, mudas ou estolhos saudáveis ​​e maduros da planta.

Siga, abaixo, o nosso passo a passo para fazer seu cultivo:

  1. Procure a “estaca” da hortelã-pimenta. A estaca é o caule que cresceu da planta e desenvolveu raízes (parece que ele tenta “fugir” da planta mãe);
  2. A partir do momento que a estaca tem raízes, a probabilidade de sobreviver e prosperar é grande no lugar em será plantado;
  3. Você também tem a opção de usar mudas da hortelã-pimenta. Para ter uma boa muda, basta cortar um raminho com um centímetro aproximadamente acima do nó, para permitir que outros ramos possam crescer;
  4. Coloque as mudas em um copo com água e espere até que pequenas raízes brancas apareçam. Isso, normalmente, levará cerca de duas semanas para ocorrer;
  5. Você deve mudar a água do copo a cada três dias;
  6. Depois disso, ela estará pronta para ir para terra. No primeiro ano de vida, é importante regar freqüentemente a hortelã, mas não excessivamente para que o solo fique encharcado.

Para um melhor entendimento, veja esse tutorial retirado do youtube:

Como plantar hortelã na água

Plantar hortelã na água é um procedimento bem simples. Siga os passos abaixo:

  1. Corte um galho direto do caule com aproximadamente dois centímetros;
  2. Deixe-o em um copo de água filtrada até que nasçam raízes brancas com alguns centímetros;
  3. Mantenha o copo em um local arejado e iluminado. Não se esqueça de deixá-lo cheio de água;
  4. Pronto, sua hortelã crescerá bastante.

Se você tiver mais dúvidas, assista ao vídeo com informações sobre como plantar hortelã na água em: .

Plantar hortelã com outras plantas

Plantar hortelã com outras plantas

Deve ser evitado plantar a hortelã com outras ervas ou hortaliças já que suas raízes crescem muito e podem tirar nutrientes de suas “vizinhas”, levando a desnutrição e, conseqüente, morte da planta.

Por isso, sempre plante a hortelã em um único vaso para a própria planta. Já em terra, procure dar um espaço considerável de distância de outros vegetais no momento do plantio.

Multifacetada

Sendo de cultivo fácil, a hortelã é boa para tantas coisas, além de ser fácil para cultivo próprio. Você pode plantá-la em pequenos espaços como jardineiras e vasos. Pode, inclusive, usá-la como decoração e diferenciar ambientes.

Mesmo sendo uma erva um pouco invasiva, ela atua como repelente de insetos.