Decoração de jardim: 81 ideias, fotos e como montar

Saiba como fazer a decoração de jardim com dicas práticas para iniciar o cultivo

Por -

O cheiro da terra, o canto dos pássaros, as cores vibrantes das flores e borboletas. Sentiu a paz? Pois é essa sensação que um jardim em casa é capaz de oferecer. Render-se a um espaço assim traz inspiração e revigora os ânimos. Saiba mais sobre a decoração de jardim:

E não pense que é preciso muito para ter um jardim em casa, esse pedacinho de natureza pode ser planejado de várias maneiras e sua manutenção é relativamente simples. Porém, alguns detalhes e cuidados precisam ser levados em consideração para você tirar o máximo de proveito desse lugar.

E é isso sobre isso que vamos falar neste post. Vamos te oferecer dicas de como montar e decorar o seu jardim, não importa se for externo, vertical ou de inverno. Só um lembrete: as dicas abaixo servem tanto para um jardim direto no solo quanto para um jardim em vasos. Vamos lá?

Decoração de jardim: dicas de como montar

Montar jardim

1. Tempo x dedicação

Um jardim, por menor que seja, exige uma dedicação mínima para que esteja sempre bonito e bem cuidado. Portanto, a primeira coisa a ser avaliada é quanto tempo você pode dispor para cuidar do seu jardim.

A partir disso, você poderá calcular a quantidade e o tipo de plantas que se adaptam melhor às suas condições. Por exemplo, cactos, suculentas e espadas de São Jorge são de fácil manutenção e indicadas para quem não dispõe de muito tempo.

2. Prepare o local

Defina o local que servirá como jardim. Verifique nesse espaço as condições de luz e sombra, umidade e ventilação. Essas informações são importantes para determinar qual a espécie de planta que se adaptará melhor no local.

Geralmente espaços com iluminação direta são ótimos para cultivar flores e frutos. Pouca luz e iluminação indireta são condições ideais para folhagens. Para que um jardim fique sempre bonito, tudo depende de vários fatores. Por isso, essas definições antecipadas são tão importantes.

3. Plantio e manutenção do jardim

A primeira coisa a se fazer antes de por a mão na terra é preparar o solo. Procure saber se o tipo de planta que irá compor o seu jardim necessita de solo adubado ou solo mais arenoso, por exemplo. Feita a preparação do solo, é hora de colocar as mudas.

Atente-se para a irrigação correta, as plantas podem sofrer tanto com a falta quanto com o excesso de água. Não se esqueça de fazer podas periódicas. Elas são importantes para manter a planta saudável.
E, por último, adube regularmente seu jardim. Para tornar essa tarefa mais fácil, anote em um calendário a data da última e da próxima adubação.

Dicas para decorar o jardim

1. Escolha das plantas

Levando em consideração as informações acima, escolha as plantas que você deseja ter em seu jardim. Você pode escolher o estilo de jardim que mais combina com a sua casa e a sua personalidade. Pode ser no estilo tropical, com samambaias e bananeiras de jardim ou rústico com flores silvestres.

Para um estilo mais romântico, opte por rosas. As lavandas dão um toque provençal ao jardim. Folhagens são mais sóbrias, neutras e dão um toque verde com elegância. O estilo japonês fica garantindo com bambus e azaleias. Saiba mais sobre o jardim japonês.

Outra opção é fazer um jardim só de ervas aromáticas e medicinais ou, ainda, caso tenha espaço, cultivar hortaliças e árvores frutíferas.

2. Móveis de jardim

Os móveis mais indicados para jardim são os de madeira ou ferro, tanto pela resistência quanto pelo acabamento que combina bem com áreas verdes. Cadeiras e mesas de vime ou sisal também são muito utilizadas em jardins por seu valor estético. Ambos os materiais são muito resistentes e à prova de água.

Você também pode fazer os móveis utilizando pallets, caixotes e pneus, por exemplo. Esses materiais se harmonizam bem com jardins, além de darem um toque de sustentabilidade ao local.

Mesmo em um jardim pequeno é possível utilizar móveis, atente-se apenas a proporção de cada um para que não atrapalhe a circulação. Bancos e cadeiras são ótimos para relaxar e contemplar o jardim, já as mesas convidam para um chá ou um lanche. O importante é deixar o jardim acolhedor para você e sua família.

3. Elementos para compor a decoração

Um jardim não precisa ter apenas plantas. Outros elementos combinam muito bem com o ambiente e dão um toque a mais de aconchego e conforto. As pedras, por exemplo, podem criar caminhos pelo jardim ou servir de proteção para o solo, permitindo que ele permaneça por mais tempo úmido. Você pode escolher entre as tradicionais pedrinhas brancas ou optar pelas pedras de rio, por exemplo.

Fontes de água também são uma boa pedida para jardins. Elas trazem calma e tranquilidade, proporcionando um bom momento de descanso.

Os vasos também são itens indispensáveis nos jardins. Ainda mais nos jardins verticais. Por isso, escolha-os com atenção e carinho. Os de barro ou cerâmica são muito indicados, pois permitem uma troca melhor de temperatura e umidade entre a terra do vaso e o ambiente externo. Eles também ajudam a criar aquele aspecto rústico ao jardim.

Mas, ainda, existem os de vidro, que deixam o ambiente mais clean e sofisticado e os vasos de plásticos que também são muito comuns e estão disponíveis em uma variedade enorme de cores e formatos.
Contudo, recorra sempre ao bom senso para não exagerar na quantidade de elementos no seu jardim.

4. Iluminação

A iluminação artificial é muito valorizada em projetos paisagísticos. Ela confere graça e charme ao jardim durante a noite. Atualmente, existem diversas formas de você iluminar o seu jardim. As lâmpadas de LED são mais indicadas por serem mais resistentes e econômicas.

As cores da iluminação podem variar, dependendo do efeito que deseja causar. Luzes amareladas são mais acolhedoras, enquanto as coloridas alegram o jardim.

Veja também: jardim simples, jardins pequenos, jardim com pedras

As luzes podem vir no chão, embutidas e direcionadas para as plantas. Nesse caso, é aconselhável iluminar as plantas maiores para causar um efeito visual mais bonito. Há também a opção de usar pontaletes ou mini postes para sinalizar o caminho ou, ainda, utilizar mangueiras de LED para contornar o jardim, iluminando-o por completo.

Vamos conferir agora ideias de decoração para cada tipo de jardim:

Decoração para jardim externo

Jardins externos realçam e valorizam a beleza da casa. Por geralmente ser maior, esse tipo de jardim permite uma decoração mais completa com móveis e demais elementos. Você também pode compor o espaço com pedras, vasos e um mix maior de plantas.

Um detalhe a ser pensado na decoração de jardins externos é a iluminação e a área de cobertura, item importante para os dias mais quentes ou chuvosos. Confira as imagens:

Decoração de jardim: cobertura

Imagem 1 – Uma área coberta garante a contemplação do jardim mesmo em dias chuvosos.

Uma área coberta garante a contemplação do jardim

Imagem 2 – A área central do jardim foi parcialmente coberta com ripas vazadas de madeira.

A área central do jardim foi parcialmente coberta com ripas

Imagem 3 – O pergolado com persianas laterais traz sombra e garante a beleza desse jardim.

O pergolado com persianas laterais traz sombra e garante a beleza desse jardim

Imagem 4 – Corredor verde com cobertura vazada de ferro.

Corredor verde com cobertura vazada

Imagem 5 – Cobertura de vidro protege e preserva a iluminação natural.

Cobertura de vidro protege e preserva a iluminação natural

Imagem 6 – Pergolado de madeira protege os móveis e ainda serve de apoio para as plantas trepadeiras.

Pergolado de madeira

Imagem 7 – Bancos protegidos pela cobertura de vidro.

Bancos protegidos pela cobertura de vidro

Decoração de jardim: iluminação

Imagem 8 – Lâmpadas amareladas valorizam o jardim à noite.

Lâmpadas amareladas valorizam o jardim à noite

Imagem 9 – Luzes deixam o jardim convidativo e aconchegante.

Luzes deixam o jardim convidativo e aconchegante

Imagem 10 – Pontinhos de luz alegram o jardim à noite.

Pontinhos de luz alegram o jardim à noite

Imagem 11 – Jardim encantado: luzes azuis e amarelas criam efeito delicado e romântico.

Jardim encantado: luzes azuis e amarelas criam efeito delicado e romântico

Imagem 12 – Mangueiras luminosas contornam o jardim.

Mangueiras luminosas contornam o jardim

Imagem 13 – Luzes direcionadas: nesse jardim os pontos de luz se concentram nas áreas maiores.

Luzes direcionadas

Imagem 14 – Cascata iluminada e mini postes de luz clareando o corredor.

Cascata iluminada e mini postes

Decoração de jardim: pedrinhas

Imagem 15 – As pedras de tamanho médio e grande delimitam a área de crescimento da grama.

As pedras de tamanho médio e grande delimitam a área de crescimento da grama

Imagem 16 – As minúsculas pedrinhas brancas destacam as plantas dos canteiros.

As minúsculas pedrinhas brancas destacam as plantas dos canteiros

Imagem 17 – Cascalhos marcam área do jardim e acomodam vasos e móveis.

Cascalhos marcam área do jardim e acomodam vasos e móveis

Imagem 18 – Pedras menores sustentando as placas que formam o caminho até a entrada da casa.

Pedras menores sustentando as placas

Imagem 19 – Jardim de pedras: aqui as plantas ficam nos vasos e em canteiros de madeira.

Jardim de pedras

Imagem 20 – Pedras de estilo rústico contrastam com a delicadeza dos bambus.

Pedras de estilo rústico contrastam com a delicadeza dos bambus

Imagem 21 – Pedras contornando a varanda.

Pedras contornando a varanda

Decoração de jardim: mix de plantas e flores

Imagem 22 – Folhagens de diferentes tipos compõe esse jardim de tom moderno e sóbrio.

Folhagens de diferentes tipos compõe esse jardim

Imagem 23 – Espaço sobre o muro foi bem aproveitado com o plantio de cactos em diferentes tamanhos.

Decoração de jardim: espaço sobre o muro foi bem aproveitado

Imagem 24 – Folhagens forrando o pé das árvores em um jardim de pequenos canteiros.

Folhagens forrando o pé das árvores

Imagem 25 – Mix de cores: nesse jardim, cada cor ocupa um espaço.

Nesse jardim, cada cor ocupa um espaço

Imagem 26 – Clima de praia: Palmeiras são ótimas para áreas externas, especialmente na beira da piscina.

Palmeiras são ótimas para áreas externas

Imagem 27 – Jardim de folhagens recostado na parede, opção para deixar o restante do quintal livre.

Jardim de folhagens recostado na parede

Imagem 28 – Um pouco de tudo: em doses harmoniosas esse jardim conta com cactos, trepadeiras, frutíferas e flores.

Um pouco de tudo

Decoração de jardim: vasos

Imagem 29 – Prédio valorizado com vasos nas sacadas; toda moradia pode se beneficiar de uma área verde.

Prédio valorizado com vasos nas sacadas

Imagem 30 – Se faltar espaço, faça seu jardim em vasos: o resultado será incrível.

Se faltar espaço, faça seu jardim em vasos

Imagem 31 – Em vasos, os bambus revestem a parede e as plantinhas menores decoram o pequeno quintal.

Em vasos, os bambus revestem a parede e as plantinhas menores

Imagem 32 – Uma imensa variedade de plantas pode ser cultivada em vasos, não tem desculpa.

Uma imensa variedade de plantas pode ser cultivada em vasos

Imagem 33 – Vasos elegantes valorizam a parede do quintal.

Vasos elegantes valorizam a parede do quintal

Imagem 34 – Vasos ajudam a decorar a área externa; opte pelos desenhados ou feitos artesanalmente.

Vasos ajudam a decorar a área externa

Decoração para jardim de inverno

Os jardins de inverso são a opção para quem deseja levar um pouquinho de natureza para dentro de casa. Contudo, não são todas as plantas que se adaptam a esse tipo de jardim, já que dentro de casa a iluminação nem sempre é suficiente.

Os jardins de inverno possuem a característica de serem decorados com pedras, fontes e pequenos lagos artificiais. E, por conta disso, acabam remetendo muito aos jardins orientais.

Existem projetos lindos para você se inspirar e fazer o seu. Basta escolher as plantas certas. Confira:

Imagem 35 – Jardim de inverno só de comigo ninguém pode, uma planta resistente.

Jardim de inverno só de comigo ninguém pode

Imagem 36 – Área interna aconchegante com vasos de bambu, buchinhas e as lindas bromélias zebradas.

Área interna aconchegante com vasos de bambu

Imagem 37 – Teto de vidro traz a iluminação necessária para as bananeiras de jardim.

Teto de vidro traz a iluminação necessária

Imagem 38 – Plantas crescendo em meio às pedras.

Plantas crescendo em meio às pedras

Imagem 39 – Bancos de madeira convidam para momentos de descontração em meio ao jardim de inverno.

Bancos de madeira convidam para momentos de descontração em meio ao jardim de inverno

Imagem 40 – Pedrinhas brancas destacam os bambus desse jardim de inverno.

Pedrinhas brancas destacam os bambus desse jardim de inverno

Imagem 41 – Paredes e tetos de vidro são comuns em projetos de jardim de inverno.

Paredes e tetos de vidro são comuns em projetos de jardim de inverno

Imagem 42 – No chão, apenas o espaço necessário para a passagem das árvores.

No chão, apenas o espaço necessário para a passagem das árvores

Imagem 43 – Jardim de inverno em estilo tropical.

Jardim de inverno em estilo tropical

Imagem 44 – Flores também podem compor o jardim de inverno.

Flores também podem compor o jardim de inverno

Imagem 45 – Jardim de inverno vertical.

Jardim de inverno vertical

Imagem 46 – Jardim de inverno para ser apreciado do sofá da sala.

Jardim de inverno para ser apreciado do sofá da sala

Imagem 47 – Lírios da paz e marantas no chão; no vaso, o bambu busca pela luz.

Lírios da paz e marantas no chão; no vaso, o bambu busca pela lu

Imagem 48 – Almofadas sobre as pedras convidam para um chá ou um café.

Almofadas sobre as pedras convidam para um chá ou um café

Imagem 49 – Canteiros laterais iluminados e, no centro, uma árvore pequena e charmosa.

Canteiros laterais iluminados e, no centro, uma árvore pequena e charmosa

Imagem 50 – Jardim zen de proporção real.

Jardim zen de proporção real

Decoração de jardim interno

Um jardim interno segue, basicamente, as mesmas características de um jardim de inverno. Ambos são construídos dentro de casa e precisam dos mesmos cuidados. Mas, como dito anteriormente, os jardins de inverno tem um toque mais oriental o que, um jardim interno não precisa ter necessariamente.

Vale ressaltar que uma decoração de jardim interno deve valorizar a contemplação e o conforto. Invista nisso.

Imagem 51 – Luz desse jardim interno vem dos elementos vazados.

Luz desse jardim interno vem dos elementos vazados

Imagem 52 – Jardim na varanda para ser contemplado do quarto e até do banheiro.

Jardim na varanda para ser contemplado do quarto e até do banheiro

Imagem 53 – Jardim interno de taiobas.

Jardim interno de taiobas

Imagem 54 – Bananeiras de jardim invadem o banheiro.

Bananeiras de jardim invadem o banheiro

Imagem 55 – Teto de vidro com aberturas traz luz e ventilação na medida para esse jardim.

Teto de vidro com aberturas traz luz e ventilação na medida para esse jardim

Imagem 56 – Pedras brancas do jardim contribuem para o visual clean da casa.

Pedras brancas do jardim contribuem para o visual clean da casa

Imagem 57 – Corredor verde dentro de casa.

Corredor verde dentro de casa

Imagem 58 – Jardim debaixo da escada: um lugar que sempre pode ser bem aproveitado.

Jardim debaixo da escada

Imagem 59 – Jardim por toda a casa: vasos podem ser espalhados pelos cômodos.

Jardim por toda a casa

Imagem 60 – Bambuzinhos são sempre bem-vindos para compor a decoração interna.

Bambuzinhos são sempre bem-vindos para compor a decoração interna

Imagem 61 – Jardim interno proporcional à área disponível.

Jardim interno proporcional à área disponível

Imagem 62 – Samambaias com orquídeas: descontração e elegância no mesmo jardim.

Samambaias com orquídeas

Imagem 63 – Jardim interno com lago artificial.

Jardim interno com lago artificial

Imagem 64 – Canteiro para trazer vida ao ambiente.

Canteiro para trazer vida ao ambiente

Imagem 65 – Jardim dentro da sala: pedras, arbustos e árvores de pequeno porte compõe o espaço.

Jardim dentro da sala

Imagem 66 – Jardim de inverno com palmeiras leque; pedra e madeira complementam o ambiente.

Jardim de inverno com palmeiras leque

Decoração para jardim vertical

O jardim vertical é uma excelente opção para quem não dispõe de muito espaço em casa e, mesmo assim, deseja ter um cantinho verde. O jardim vertical pode forrar completamente a parede ou vir em vasos com plantas expostas individualmente.

Nesse caso, os suportes de madeira são os mais utilizados, eles permitem acomodar diversos vasos de uma vez. Você mesmo pode fazer um ou então encomendar na marcenaria, sob medida. Lojas de jardinagem também possuem modelos variados.

Com relação às plantas que compõe um jardim vertical, a regra é a mesma dos jardins anteriores. Tudo vai depender das condições de luz do espaço que irá abrigar o jardim. Inspire-se em alguns modelos:

Imagem 67 – Jardim vertical com tons variados de verde.

Jardim vertical com tons variados de verde

Imagem 68 – Uma estrutura para encher os olhos de verde.

Uma estrutura para encher os olhos de verde

Imagem 69 – Jardim vertical que se estende pelo chão.

Jardim vertical que se estende pelo chão

Imagem 70 – Coluna verde em composição elaborada de tons.

Coluna verde em composição elaborada de tons

Imagem 71 – Jardim vertical no banheiro: trepadeira do tipo unha de gato compõe o fundo.

Jardim vertical no banheiro

Imagem 72 – Singelo e delicado: vasinhos pendurados pelo teto formam uma decoração despretensiosa.

Vasinhos pendurados pelo teto formam uma decoração despretensiosa

Imagem 73 – Jardim vertical de orquídeas e bromélias coloridas.

Jardim vertical de orquídeas e bromélias coloridas

Imagem 74 – Podas frequentes são importantes para manter a aparência do jardim vertical.

Podas frequentes são importantes para manter a aparência do jardim vertical

Imagem 75 – Em uma forração completa, opte por fazer contornos definidos com cada planta; o resultado fica bem mais interessante.

Em uma forração completa, opte por fazer contornos definidos com cada planta; o resultado fica bem mais interessante

Imagem 76 – Folhagens cobriram os vasos e deixaram o suporte escondido.

Folhagens cobriram os vasos e deixaram o suporte escondido

Imagem 77 – Jardim vertical na beira da piscina.

Jardim vertical na beira da piscina

Imagem 78 – Jardim vertical também pode ser utilizado para valorizar uma parede ou um ambiente da casa.

Jardim vertical também pode ser utilizado para valorizar uma parede

Imagem 79 – Plantas na estante.

Plantas na estante

Imagem 80 – Prédio forrado externamente com jardim vertical: um presente para a cidade.

Prédio forrado externamente com jardim vertical

Imagem 81 – O muro que abriga o jardim vertical é montado assim: telas protegem e seguram as plantas.

Telas protegem e seguram as plantas