Plantas carnívoras: espécies, dicas e cuidados essenciais

Por -

Hoje vamos falar sobre plantas carnívoras e você não precisa ficar com medo delas. As plantas carnívoras estão bem longe de apresentar qualquer tipo de perigo, a não ser para os pequenos insetos que, por ventura, cruzarem o seu caminho. A má fama das plantas carnívoras vem das histórias e desenhos animados que, frequentemente, associam a espécie a um ser ameaçador, dotado de inteligência e instintos maléficos.

As plantas carnívoras possuem esse nome peculiar graças a sua capacidade de atrair, capturar e digerir pequenos insetos. Mas porque elas fazem isso, afinal? Uma das características principais das plantas carnívoras é que elas vivem em solos pobres de nutrientes e, por essa razão, desenvolveram mecanismos elaborados para garantir a própria sobrevivência. Sendo assim, ao longo da sua história de evolução elas passaram a atrair insetos como forma de complementar sua “alimentação”.

Estima-se que existam em todo o mundo mais de 750 espécies diferentes de plantas carnívoras, divididas em 20 gêneros diferentes. Só no Brasil é possível encontrar cerca de 200 espécies de plantas carnívoras.
A beleza exótica, as cores chamativas e os formatos inusitados que as plantas carnívoras apresentam transformaram a planta em uma ótima opção decorativa. Contudo, para mantê-la em casa é preciso tomar alguns cuidados básicos, independente da espécie.

Cuidados com a planta carnívora

  • A planta carnívora necessita de rega constante, portanto garanta que o substrato onde a planta vive esteja sempre úmido;
  • Cultive a planta carnívora em varandas, quintais ou próximas de janelas, de modo que ela possa atrair os insetos para si;
  • Nunca “alimente”, toque ou provoque o fechamento das “presas” da planta carnívora, isso causa estresse na planta, além de um gasto energético desnecessário que pode prejudicar seu crescimento e desenvolvimento saudável;
  • Sol também é importante para manter a planta carnívora saudável e bonita;
  • Não adube ou ofereça solo rico em nutrientes a planta carnívora, ao contrário de outras plantas, esse cuidado pode ser fatal a espécie;
  • Quando comprar a planta carnívora, replante-a com um preparado de areia, musgo e pó de xaxim e tome muito cuidado com as raízes, já que elas são muito frágeis e delicadas;
  • Se a planta carnívora ficar muito grande para o vaso faça o transplante para um vaso maior, de preferência durante a primavera quando a planta se desenvolve melhor;

Curiosidades das plantas carnívoras

  • As plantas carnívoras possuem enzimas que facilitam o seu processo digestivo;
  • Esse tipo de planta não cresce muito, sendo que, em média, atinge até 15 centímetros de altura. Algumas espécies de plantas carnívoras, consideradas gigantes, não passam de meio metro de altura;
  • As plantas carnívoras se alimentam principalmente de formigas, moscas, mosquitos e até mesmo pequenos besouros;
  • As espécies maiores de plantas carnívoras podem chegar a se alimentar de pequenos repteis, anfíbios e até pássaros, contudo, na maioria das vezes, esses animais são atraídos para a planta pelos insetos presos nela, onde acabam se tornando presas também;
  • Existem três tipos diferentes de plantas carnívoras: as do tipo jaula, caracterizadas pelo formato semelhante a uma boca, com as bordas serrilhadas que abrem e fecham para capturar as presas. O segundo tipo é a de sucção. As plantas carnívoras desse tipo também são conhecidas como plantas jarra, onde a presa é sugada para o interior da planta ao tocar na abertura de entrada. E, por fim, existem as plantas carnívoras do tipo folhas colantes. Essas são interessantes porque possuem uma substância em suas folhas que atraem os insetos e os deixam colados nela, sendo absorvidos lentamente pela planta.
  • Você sabia que foram encontrados fósseis de plantas carnívoras que viveram há mais de 65 milhões de anos? Acredita-se que esse tipo de planta tenha surgido na mesma época dos dinossauros.

Onde comprar e preço da planta carnívora

Hoje em dia, com a popularização das plantas carnívoras, é possível encontrar tipos variados a venda em lojas de jardinagem, home centers e até supermercados. O preço médio de uma planta carnívora pequena varia entre R$ 7 e R$ 15, dependendo da espécie.

Principais espécies de plantas carnívoras para cultivar em casa

Confira agora uma seleção com os tipos de plantas carnívoras mais indicados para o cultivo em casa:

Darlingotnia Californica

A planta carnívora Darlingotnia Californica foi descoberta em 1841 na California, EUA, pelo botânico e pesquisador J. D. Brackenridge. Com formato de jarra, a planta atrai os insetos, prendendo-os em seu interior. As bactérias presentes na planta fazem a digestão da presa. Para cultivar a Darlingotnia Californica é necessário rega constate e boa luminosidade.

Imagem 1 – A planta carnívora Darlingotnia Californica possui cores exóticas e atraentes para os insetos.

A planta carnívora Darlingotnia Californica possui cores exóticas e atraentes para os insetos

Imagem 2 – Quando cultivada em vasos, a planta carnívora precisa ficar em um local onde possa fazer a “caça” do próprio alimento.

Quando cultivada em vasos, a planta carnívora precisa ficar em um local onde possa fazer a “caça” do próprio alimento

Imagem 3 – Vaso com exemplares gigantes da planta carnívora Darlingotnia Californica, contudo, a planta não atinge mais do que meio metro de altura.

Vaso com exemplares gigantes da planta carnívora Darlingotnia Californica, contudo, a planta não atinge mais do que meio metro de altura

Imagem 4 – Mini terrário para duas espécies diferentes de planta carnívora.

Mini terrário para duas espécies diferentes de planta carnívora

Imagem 5 – Que tal uma coleção de carnívoras em casa?

v

Imagem 6 – O formato em jarra da Darlingotnia Californica permite que a planta capture animais um pouco maiores do que insetos.

O formato em jarra da Darlingotnia Californica permite que a planta capture animais um pouco maiores do que insetos

Imagem 7 – O formato em jarra da Darlingotnia Californica permite que a planta capture animais um pouco maiores do que insetos.

Bold

Imagem 8 – Linda composição de plantas carnívoras para a decoração da casa.

Linda composição de plantas carnívoras para a decoração da casa

Imagem 9 – Terrário fechado para cultivar as plantas carnívoras, contudo, é preciso mantê-lo aberto com certa frequência para que a planta se alimente.

Terrário fechado para cultivar as plantas carnívoras, contudo, é preciso mantê-lo aberto com certa frequência para que a planta se alimente

Imagem 10 – Um arranjo exótico e pra lá de original feito com plantas carnívoras.

Dioneia

A planta carnívora Dioneia é uma das mais cultivadas no mundo, muito fáceis de encontrar. Essa espécie, também conhecida como Vênus papa mosca, atrai os insetos por meio do néctar presente em suas presas que apresentam um formato peculiar de boca serrilhada. Ao entrar em contato com a superfície da planta, os pequenos pelos sensoriais acionam a armadilha, que rapidamente se fecha mantendo o inseto preso lá dentro.

Imagem 11 – Vaso viçoso e muito bem cuidado de Dioneia, uma das plantas carnívoras mais cultivadas do mundo.

Vaso viçoso e muito bem cuidado de Dioneia, uma das plantas carnívoras mais cultivadas do mundo

Imagem 12 – Arranjo diferente e muito peculiar feito com plantas carnívoras de diferentes espécies.

Arranjo diferente e muito peculiar feito com plantas carnívoras de diferentes espécies

Imagem 13 – Uma dupla carnívora na decoração.

Uma dupla carnívora na decoração

Imagem 14 – Pequena, a Dioneia não passa dos 15 centímetros de altura.

Pequena, a Dioneia não passa dos 15 centímetros de altura

Imagem 15 – Quando saudáveis e bem cuidadas, as Dioneias produzem um talo com flores na primavera.

Quando saudáveis e bem cuidadas, as Dioneias produzem um talo com flores na primavera

Imagem 16 – Áreas externas e locais perto de janelas são os ambientes ideais para cultivo de plantas carnívoras.

Áreas externas e locais perto de janelas são os ambientes ideais para cultivo de plantas carnívoras

Imagem 17 – Que ideia legal! Uma luminária de mesa com formato de planta carnívora, super inusitado!

Que ideia legal! Uma luminária de mesa com formato de planta carnívora, super inusitado!

Imagem 18 – Terrário de Dioneias, uma proposta diferente e muito bonita para a decoração.

Terrário de Dioneias, uma proposta diferente e muito bonita para a decoração

Imagem 19 – E que tal um quadro realista de Dioneias para decorar a sala de estar?

E que tal um quadro realista de Dioneias para decorar a sala de estar?

Imagem 20 – Uma coleção de plantas carnívoras: ótima ideia para os apaixonados pela espécie.

Droseria

Assim como a Dioneia, a Droseria está entre as plantas carnívoras mais populares do mundo. Pequena, as folhas da Droseria não ultrapassam os 3,5 centímetros. Para atrair sua presa, a Droseria libera uma substância pegajosa em suas folhas que faz com que os insetos fiquem presos nela. Assim que a presa é capturada, a folha se enrola sobre ele dando inicio ao processo digestivo.

Imagem 21 – Visão ampliada e destacada de uma Droseria, onde é possível notar as gotículas pegajosas em suas folhas.

Visão ampliada e destacada de uma Droseria, onde é possível notar as gotículas pegajosas em suas folhas

Imagem 22 – Vaso simples de vidro para cultivo das Droserias.

Vaso simples de vidro para cultivo das Droserias

Imagem 23 – De cores vibrantes e formato peculiar, a Droseria é um ótimo exemplo da excentricidade das plantas carnívoras.

De cores vibrantes e formato peculiar, a Droseria é um ótimo exemplo da excentricidade das plantas carnívoras

Imagem 24 – Droseria pronta para capturar a presa.

Droseria pronta para capturar a presa

Imagem 25 – As formas super diferenciadas das plantas carnívoras é o seu maior atrativo para a decoração.

As formas super diferenciadas das plantas carnívoras é o seu maior atrativo para a decoração

Imagem 26 – Tipo diferenciado de Droseria, um pouco maior, cultivada em vaso na área externa da casa.

Tipo diferenciado de Droseria, um pouco maior, cultivada em vaso na área externa da casa

Imagem 27 – Carnívora de mentirinha.

Carnívora de mentirinha

Imagem 28 – Modifique o vaso da planta carnívora de acordo com o crescimento.

Modifique o vaso da planta carnívora de acordo com o crescimento

Imagem 29 – Um vaso lindo, cheinho de Droserias.

Um vaso lindo, cheinho de Droserias

Nepenthes

A planta carnívora Nepenthes é uma das maiores que existe. Originária da ilha de Bornéu, próxima da Malásia, essa espécie é um tipo de trepadeira que se caracteriza pelo formato de jarra de algumas de suas folhas. A captura é feita por meio dos pelos presentes no interior da planta que impedem que as presas escapem. Por seu tamanho maior, pode acontecer o acúmulo de presas em seu interior o que, invariavelmente, acaba favorecendo o surgimento de odores desagradáveis na planta.

Imagem 30 – Planta carnívora Nepenthes cultivada em vaso.

Planta carnívora Nepenthes cultivada em vaso

Imagem 31 – Já aqui, nessa cozinha, a dupla de Nepenthes mais desenvolvida decora com muita excentricidade.

Já aqui, nessa cozinha, a dupla de Nepenthes mais desenvolvida decora com muita excentricidade

Imagem 32 – O formato de jarra da Nepenthes é o grande diferencial da espécie.

O formato de jarra da Nepenthes é o grande diferencial da espécie

Imagem 33 – De tamanho maior, essa Nepenthes foi usada para decorar a sala de estar.

De tamanho maior, essa Nepenthes foi usada para decorar a sala de estar

Imagem 34 – Quanto maior a jarra da Nepenthes, mais insetos ela é capaz de capturar.

Quanto maior a jarra da Nepenthes, mais insetos ela é capaz de capturar

Imagem 35 – Que inspiração mais original e pitoresca! Nepenthes suspensa sob a banheira.

Que inspiração mais original e pitoresca! Nepenthes suspensa sob a banheira

Imagem 36 – Um arranjo moderno para abrigar a exótica planta carnívora Nepenthes.

Um arranjo moderno para abrigar a exótica planta carnívora Nepenthes

Imagem 37 – Se não puder cultivar a planta, pode, ao menos, usar um quadro dela na parede.

Se não puder cultivar a planta, pode, ao menos, usar um quadro dela na parede

Imagem 38 – As jarras vermelhas da Nepenthes é um grande atrativo para os insetos.

As jarras vermelhas da Nepenthes é um grande atrativo para os insetos

Imagem 39 – Para uma planta peculiar, um vaso no mesmo estilo.

Para uma planta peculiar, um vaso no mesmo estilo

Imagem 40 – Ao ar livre, as condições de desenvolvimento das plantas carnívoras são favorecidas.

Ao ar livre, as condições de desenvolvimento das plantas carnívoras são favorecidas

Pinguicula

A planta carnívora Pinguicula possui um sistema de atração e captura da presa muito parecido com o da Drosera, ou seja, ela atrai os insetos por meio de um néctar e, ao encostarem na planta, os insetos ficam colados nas folhas. O grande diferencial dessa espécie de planta carnívora são suas flores ornamentais, o que a torna uma linda opção decorativa.

Imagem 41 – A Pinguicula e sua flor lilás.

A Pinguicula e sua flor lilás

Imagem 42 – Jardim de Pinguiculas com flores; uma ótima opção para decorar ambientes internos.

Jardim de Pinguiculas com flores; uma ótima opção para decorar ambientes internos

Imagem 43 – A flor da Pinguicula acaba se tornando um outro grande atrativo para os insetos.

A flor da Pinguicula acaba se tornando um outro grande atrativo para os insetos

Imagem 44 – A Pinguicula é um tipo de planta carnívora muito diferente das comumente encontradas por ai, como a Droseria e a Dioneia.

A Pinguicula é um tipo de planta carnívora muito diferente das comumente encontradas por ai, como a Droseria e a Dioneia

Imagem 45 – Contudo, os cuidados de cultivo com a Pinguicula devem ser os mesmos do que para qualquer outra planta carnívora.

Contudo, os cuidados de cultivo com a Pinguicula devem ser os mesmos do que para qualquer outra planta carnívora

Imagem 46 – Pinguicula em plena floração; um belo espetáculo!

Pinguicula em plena floração; um belo espetáculo!

Imagem 47 – Linda composição de Pinguiculas em vasos; nem parece uma planta carnívora.

Linda composição de Pinguiculas em vasos; nem parece uma planta carnívora

Imagem 48 – Pinguicula em companhia de outras plantas carnívoras.

Pinguicula em companhia de outras plantas carnívoras

Imagem 49 – Um cachepô diferenciado para abrigar a delicada planta carnívora do tipo Pinguicula.

Um cachepô diferenciado para abrigar a delicada planta carnívora do tipo Pinguicula

Imagem 50 – Na janela, aproveitando toda a luz natural!

Na janela, aproveitando toda a luz natural!

Sarracenia

A planta carnívora do tipo Sarracenia é encontrada naturalmente em regiões pantanosas, sobre água corrente e expostas a luz solar direta. A característica mais marcante dessa espécie são as folhas em formato de cone usadas para atrair e capturar os insetos.

Imagem 51 – Sarracenias plantadas em vasos e cultivadas junto à janela.

Sarracenias plantadas em vasos e cultivadas junto à janela

Imagem 52 – Linda forma de cultivo de Sarracenias: no terrário.

Linda forma de cultivo de Sarracenias: no terrário

Imagem 53 – Sarracenias em tamanho grande cultivadas de modo suspenso perto da janela.

Sarracenias em tamanho grande cultivadas de modo suspenso perto da janela

Imagem 54 – Cultivar plantas carnívoras é mais simples do que parece, basta apenas se atentar para os cuidados de luz e umidade necessários à planta.

Cultivar plantas carnívoras é mais simples do que parece, basta apenas se atentar para os cuidados de luz e umidade necessários à planta

Imagem 55 – Sarracenias no jardim! Linda proposta paisagística com a espécie.

Sarracenias no jardim! Linda proposta paisagística com a espécie

Imagem 56 – Que tal um arranjo de carnívoras na mesa de jantar? Certeza de que não vai ter mosca sobrevoando a refeição.

Que tal um arranjo de carnívoras na mesa de jantar? Certeza de que não vai ter mosca sobrevoando a refeição

Imagem 57 – Um vaso lindo e clássico para cultivar a Sarracenia.

Um vaso lindo e clássico para cultivar a Sarracenia

Imagem 58 – Luz, água e alguns insetinhos de vez em quando: tudo o que sua planta carnívora precisa para crescer saudável.

Luz, água e alguns insetinhos de vez em quando: tudo o que sua planta carnívora precisa para crescer saudável

Imagem 59 – Garanta um toque exótico e original para a decoração usando um vaso robusto de Sarracenias.

Garanta um toque exótico e original para a decoração usando um vaso robusto de Sarracenias

Imagem 60 – Sarracenia com flor: o perfume se altera ao longo do dia.

Sarracenia com flor: o perfume se altera ao longo do dia