Podocarpo: características, como cuidar, como plantar e dicas de paisagismo

Por -

O podocarpo é um tipo de pinheiro de origem asiática, muito comum em países como China e Japão. Por lá, inclusive, o pinheiro recebe o nome de Kusamaki.

Já por aqui, o podocarpo ganhou o apelido carinhoso de Pinheiro de Buda, talvez por referência à sua origem asiática e por seu cultivo em jardins de estilo zen.

Mas porque estamos aqui falando em podocarpo? Simples! Porque essa é uma das melhores opções de planta para quem deseja fazer uma cerca viva ou simplesmente complementar um projeto paisagístico.

O podocarpo também é tão versátil que pode ser usado em vasos formando composições menores, mas ainda assim muito elegantes, principalmente em entradas de casas e estabelecimentos comerciais.

Quer saber mais a respeito do podocarpo? Então continue a leitura deste post com a gente.

Características do Podocarpo

O podocarpo pertence a uma grande família de pinheiros chamada Podocarpaceae.

Esse pinheiro tem origem nos países asiáticos e se desenvolve muito bem em regiões de clima temperado e subtropical. Mas por sorte, o podocarpo também se mostrou muito aberto ao clima tropical e litorâneo brasileiro, ou seja, você pode plantar o pinheiro mesmo que more na praia.

O podocarpo, quando plantado livremente na natureza, pode chegar a atingir 20 metros de comprimento.

As folhas desse pinheiro são pequenas e alongadas com um tom de verde escuro brilhante muito bonito.

Na primavera, o podocarpo revela suas flores e seus pequenos frutos, semelhantes a bolinhas vermelhas, que são o alimento preferido de muitos pássaros.

Quando cuidado com carinho, o podocarpo pode viver por até 50 anos.

Como plantar podocarpo

O podocarpo pode ser plantado em vasos ou em canteiros e jardins, desde que tenha um solo apropriado para o seu desenvolvimento.

E que solo é esse? O podocarpo prefere solos férteis, bem drenados, um pouco arenoso e levemente ácido. Por isso, sempre recomenda-se a aplicação de um pouco de calcário junto ao solo.

Também é muito importante que o solo seja bem drenado, de modo que a água não fique acumulada junto a planta, encharcando a terra.

O modo mais simples e fácil de plantar podocarpo é pelo método da estaquia. Para isso, basta retirar um galho de uma planta já adulta e, em seguida, remover o excesso de folhas, deixando somente aquelas mais próximas da extremidade.

Depois enterre uma das pontas do galho em um recipiente com solo preparado com terra, substrato e areia.

Regue na sequência, mas não encharque. Dentro de algumas semanas, a nova planta poderá ser transplantada para o local definitivo.

Como plantar podocarpo em vaso

No caso do plantio do podocarpo em vasos, opte por recipientes de tamanho grande, com capacidade entre 30 a 50 litros.

Faça o sistema de drenagem. Se o vaso não tiver furos, providencie. Em seguida, forre o fundo com brita, argila expandida ou carvão. Depois coloque um pedaço de manta de jardinagem ou um simples TNT.

O próximo passo é adicionar uma camada fina de areia no fundo do vaso. Na sequência, complete o vaso com terra até a metade e só então insira a muda do podocarpo.

Complete o vaso com terra e pressione a muda do podocarpo para que ela se fixe na terra. Prontinho!

Como cuidar do podocarpo

O podocarpo é uma planta fácil de cuidar e a principal atenção que você deve ter diz respeito à luminosidade.

Para se desenvolver bem o podocarpo precisa de muita luz, se possível, luz solar direta, apesar dele aguentar bem a meia-sombra.

Por isso, prefira cultivar o podocarpo em áreas externas, como jardins, quintais e varandas.

A rega do podocarpo deve ser realizada a cada dois meses, em média, dependendo da umidade local e do clima da região em que você mora. No verão, o ideal é regar a planta todos os dias ao final da tarde, caso ela não receba água da chuva.

Já no inverno, regue o podocarpo a cada três dias, mais ou menos. O importante é que o podocarpo fique sempre com o solo levemente umedecido, mas nunca encharcado.

Outro cuidado que você deve ter em relação ao podocarpo é com a adubação. A cada dois ou três meses a planta vai pedir por algum tipo de adubo.

Você pode usar adubos orgânicos, como húmus de minhoca e esterco de galinha, ou, também, adubos sintéticos como o NPK 10-10-10 ou o NPK 10-15-10.

A poda do podocarpo deve ser realizada de acordo com o efeito paisagístico que você deseja. Se a intenção é ter uma planta longa e esguia, pode o podocarpo apenas na parte frontal.

Mas se a ideia é ter uma planta volumosa e mais estruturada, pode a parte superior do pinheiro.

O podocarpo pode receber podas de manutenção o ano inteiro.

Paisagismo com podocarpo

O podocarpo é uma planta muito versátil para projetos de paisagismo. O pinheiro pode ser usado para compor jardins de estilo zen, moderno, clássico ou com influência mediterrânea.

O podocarpo pode ser usado na sua forma natural ou trabalhado manualmente para adquirir a forma desejada.

Você pode usar o podocarpo de modo isolado, plantado em vasos e combinado a outras plantas ou, também, para formação de cercas vivas, plantados enfileirados e bem próximos um dos outros.

Veja a seguir 30 ideias de como usar o podocarpo em projetos paisagísticos e inspire-se:

01. Conjunto de podocarpos formando um maciço verde entre a varanda e o quintal.

Conjunto de podocarpos formando um maciço verde entre a varanda e o quintal

02. Muro de podocarpos. A ideia aqui é plantar os pinheiros rente ao muro.

Muro de podocarpos. A ideia aqui é plantar os pinheiros rente ao muro

03. Os podocarpos permitem a formação de esculturas verdes no jardim, basta você podá-los com a forma que desejar.

Os podocarpos permitem a formação de esculturas verdes no jardim, basta você podá-los com a forma que desejar

04. Podocarpo na entrada casa: elegância verde.

Podocarpo na entrada casa: elegância verde

05. Sem podar, o podocarpo assume sua forma original de pinheiro.

Sem podar, o podocarpo assume sua forma original de pinheiro

06. Cerca viva de podocarpo adornando a entrada da casa.

Cerca viva de podocarpo adornando a entrada da casa

07. Já por aqui, os podocarpos enfileirados escondem o muro de alvenaria.

Já por aqui, os podocarpos enfileirados escondem o muro de alvenaria

08. Jardim com podocarpo: efeito rústico combinando com a casa.

Jardim com podocarpo: efeito rústico combinando com a casa

09. Os podocarpos também são ótimos para criar efeitos de divisórias e demarcar espaços.

Os podocarpos também são ótimos para criar efeitos de divisórias e demarcar espaços

10. Cerca viva de podocarpos ao redor da casa de madeira.

Cerca viva de podocarpos ao redor da casa de madeira

11. Jardim com podocarpo: aqui, o pinheiro é o centro das atenções.

Jardim com podocarpo: aqui, o pinheiro é o centro das atenções

12. Para manter o efeito esguio e elegante do podocarpo, pode-o apenas na parte da frente.

Para manter o efeito esguio e elegante do podocarpo, pode-o apenas na parte da frente

13. Podocarpos na área externa da casa complementando o projeto paisagístico.

Podocarpos na área externa da casa complementando o projeto paisagístico

14. Aqui, os podocarpos conduzem até a entrada da casa.

Aqui, os podocarpos conduzem até a entrada da casa

15. Os podocarpos também são uma ótima opção de planta para calçada.

Os podocarpos também são uma ótima opção de planta para calçada

16. O jardim clássico e elegante conta com a elegância dos podocarpos ao fundo.

O jardim clássico e elegante conta com a elegância dos podocarpos ao fundo

17. Quintal com podocarpos rente a parede. Uma ótima opção para espaços pequenos.

Quintal com podocarpos rente a parede. Uma ótima opção para espaços pequenos

18. Uma combinação que sempre dá certo: podocarpo e madeira.

Uma combinação que sempre dá certo: podocarpo e madeira

19. Nesse projeto, suculentas descansam na sombra dos podocarpos.

Nesse projeto, suculentas descansam na sombra dos podocarpos

20. A cerca viva de podocarpos pode ter a altura que você quiser. Aqui, ela assume apenas efeito decorativo.

A cerca viva de podocarpos pode ter a altura que você quiser. Aqui, ela assume apenas efeito decorativo

21. Podocarpos para trazer verde ao quintal.

Podocarpos para trazer verde ao quintal

22. Podocarpo em vaso junto de outras espécies.

Podocarpo em vaso junto de outras espécies

23. Jardim de podocarpos em harmonia com a arquitetura moderna da casa.

Jardim de podocarpos em harmonia com a arquitetura moderna da casa

24. Jardim rústico e aconchegante com podocarpos rente a cerca de madeira.

Jardim rústico e aconchegante com podocarpos rente a cerca de madeira

25. Duas espécies de podocarpos para o mesmo projeto paisagístico.

Duas espécies de podocarpos para o mesmo projeto paisagístico

26. Juntos, os podocarpos formam um maciço verde perfeito para trazer mais privacidade aos espaços, como aqui, junto ao ofurô.

Juntos, os podocarpos formam um maciço verde perfeito para trazer mais privacidade aos espaços, como aqui, junto ao ofurô

27. O branco das paredes cria um lindo contraste com o verde brilhante dos podocarpos.

O branco das paredes cria um lindo contraste com o verde brilhante dos podocarpos

28. Para deixar tudo ainda mais bonito, experimente plantar alguma espécie rasteira junto aos podocarpos.

Para deixar tudo ainda mais bonito, experimente plantar alguma espécie rasteira junto aos podocarpos

29. Podocarpos no vaso: perfeitos para quem tem pouco espaço ou então não possui área externa.

Podocarpos no vaso: perfeitos para quem tem pouco espaço ou então não possui área externa

30. Os podocarpos ajudam a fechar ainda mais o terreno, aumentando a privacidade e a segurança da casa.

Os podocarpos ajudam a fechar ainda mais o terreno, aumentando a privacidade e a segurança da casa