Teto de gesso: guia completo para conhecer tipos e aplicações

Separamos 60 fotos de projetos com teto de gesso, dicas práticas e profissionais. Confira!

Por -

Trabalhar com teto de gesso pode não ser uma das tarefas mais fáceis para quem pretende reformar a casa, porém o resultado de unir a decoração com a construção é surpreendente!

Caso o projeto da residência comece do zero, o mais indicado é executar essa etapa enquanto há tempo, afinal o gesso exige espaço e muita sujeira.

Hoje você aprenderá sobre os diferentes tipos de teto de gesso e como inserir na decoração de ambientes diversos. Siga estas dicas:

Vantagens do teto de gesso

1. Iluminação garantida

Esse é o principal motivo para as pessoas instalarem o gesso no ambiente. Sabemos que a iluminação é o ponto forte na decoração, e consequentemente, levará aconchego ao ambiente. Neste caso, embutir luminárias, brincar com os modelos (ora trilhos, ora spots), fazer rasgos de luz, instalar pendentes em qualquer lugar são um dos quesitos do teto do gesso.

2. Uniformizar a estrutura aparente

Todas as imperfeições da parede e as vigas aparentes ficam ocultas com a colocação do teto de gesso.

3. Passar fios e cabos

Percorrer os fios e encanamentos para uma outra área da casa é algo comum na reforma, como ocorre com redes de TV a cabo ou com a tubulação do ar condicionado. Qualquer tipo de passagem elétrica e hidráulica pode ser escondida com o teto de gesso, sem a necessidade de quebrar parede ou piso.

4. Decoração

Seja criativo e projete corretamente seu teto de gesso junto com o layout dos mobiliários. Com ele é possível criar níveis no teto, deixando uma parte rebaixada e a outra não, uma parte curvada e o restante com aspecto liso, inserir molduras, acabamentos e etc.

Tipos de teto de gesso

1. Rebaixamento

O rebaixamento de gesso a técnica mais utilizada atualmente na decoração de casa. Utilizar o rebaixamento ou o forro de gesso nada mais é que diminuir o pé-direito com um teto falso. Seu acabamento é liso e a tendência é mantê-los em linhas retas, proporcionando um visual elegante, clean e uniforme.

Teto com rebaixamento em gesso

2. Sanca de gesso

A sanca de gesso é uma alternativa de forro, porém com instalação em apenas uma parte do teto, sem a necessidade do rebaixamento. Funciona como uma moldura entre o teto e a parede, podendo ser curva ou reta e com o tamanho que desejar.

Teto com sanca de gesso

3. Gesso removível

São placas de gesso mais utilizadas em ambientes corporativos, onde a manutenção de fios e cabeamentos ocorre com muita freqüência. Por isso podem ser removidas com facilidade, sem ocasionar barulhos e sujeiras.

Teto com gesso removível

Qual a diferença entre forro de gesso ou drywall?

É comum as pessoas confundirem o forro de gesso tradicional com o gesso drywall, que apesar de originar do mesmo material, existem diferenças nítidas na aplicação.

O forro de gesso comum é feito com placas de 60×60 presas uma nas outras com arame. Nessas emendas passa-se gesso com o auxílio de uma desempenadeira para deixá-lo liso.

Já o drywall é uma estrutura feita com perfis de aço envoltas por papel e parafusadas. Para os acabamentos são utilizadas fitas de papel nas juntas e depois passa-se a massa de drywall.

Se é uma casa sem laje e com grandes vãos o ideal é utilizar o drywall. Já em apartamentos ou em um ambiente pequeno, o melhor é escolher o gesso tradicional.

Teto de gesso antes e depois

Teto de gesso antes e depois

Reprodução: Blog Joia Bergamo

O ambiente com gesso permite uma maior flexibilidade na iluminação e valoriza ainda mais a disposição dos mobiliários, gerando sensações de amplitude e leveza.

60 fotos inspiradoras de ambientes com teto de gesso

Conheça agora 60 projetos atuais que utilizam o teto de gesso com diferentes abordagens na decoração de ambientes:

Imagem 1 – Teto de gesso com desenho.

Teto de gesso com desenho

Imagem 2 – Rasgos levam contemporaneidade para o ambiente.

contemporaneidade na decoração com teto de gesso

Imagem 3 – Sancas curvas são bem-vindas no quarto infantil.

Quarto infantil com teto em sanca aberta
A flexibilidade do Drywall permite criar qualquer tipo de projeto, abusando de ângulos e curvas para um teto criativo.

Imagem 4 – Sala de estar com sanca aberta.

Sala de estar com sanca aberta
Nesta sala, a sanca de gesso é voltada para o centro do ambiente. Neste caso vale embutir a iluminação na moldura ou no espaçamento entre o teto e a sanca.

Imagem 5 – Home office bem dinâmico, com bancada e teto curvilíneo.

Home office dinâmico com teto de gesso

Imagem 6 – Faça um contorno no entorno da área.

Contorno no teto de gesso

Imagem 7 – Gesso acartonado com rasgos.

Gesso acartonado com rasgos na decoração do teto
Os rasgos são feitos para criar algum tipo de propagação de luz. Eles podem ser vazios ou preenchidos com uma folha de acrílico ou vidro.

Imagem 8 – A arquitetura está em todos os detalhes!

Arquitetura em todos os detalhes em ambiente com teto de gesso
O teto foi revestido com o rebaixamento do gesso e sancas em formatos diferentes, levando a impressão de um ambiente lúdico e futurista.

Imagem 9 – A sanca curva leva mais suavidade para o espaço.

A sanca curva leva mais suavidade para o espaço

Imagem 10 – Em volta da luminária: aplique uma moldura de gesso para destacar a peça.

Moldura de gesso ao redor da luminária

Imagem 11 – Compatibilize com as instalações elétricas.

Instalações elétricas em teto de gesso

Imagem 12 – Mescle materiais para fazer o forro.

Materiais mesclados para formar o forro

Imagem 13 – O corredor é um ótimo local para abusar de uma iluminação diferenciada.

Iluminação diferenciada em corredor com teto de gesso

Imagem 14 – Dê movimento com as sancas sinuosas.

Dê movimento com as sancas sinuosas
Com um conceito contemporâneo, o gesso foi executado para causar esse efeito futurista com diversas sancas arredondadas.

Imagem 15 – O rebaixo de gesso proporciona uma iluminação mais criativa.

Iluminação criativa com rebaixo de gesso

Imagem 16 – Siga os limites do espaço, respeitando seu desenho.

Siga os limites do espaço, respeitando seu desenho

Imagem 17 – Teto de gesso com flores e molduras.

Teto de gesso com flores e molduras
Os detalhes frisados e com desenhos agregam elegância, deixando o toque clássico na decoração.

Imagem 18 – Mescle o rústico com o moderno através das técnicas construtivas.

Mescle o rústico com o moderno através das técnicas construtivas

Imagem 19 – O rebaixo com rasgos permite instalar spots e leds.

O rebaixo com rasgos permite instalar spots e leds
Nesta sala de jantar, foi criado um painel rebaixado de gesso, com iluminação indireta com o uso de mangueiras de led. Para deixar o ambiente mais iluminado na sala de jantar foi instalado o lustre de cristal que projeta a luz diretamente sobre a mesa.

Imagem 20 – O rebaixo permite delimitar cada área.

Delimitar cada área com o rebaixo em gesso no teto

Imagem 21 – Destaque as sancas através da pintura.

Sancas destacadas através da pintura

Imagem 22 – Brinque com os rebaixos para um visual dinâmico.

Rebaixos em gesso para um visual dinâmico

Imagem 23 – Sala de jantar iluminada e moderna!

Sala de jantar com teto de gesso

Imagem 24 – Faça um rebaixo com moldura no banheiro.

Rebaixo com moldura em banheiro

Imagem 25 – A luz indireta promove uma iluminação mais decorativa do que funcional.

A luz indireta promove uma iluminação mais decorativa no teto de gesso
Este rebaixamento divide a sala do corredor de circulação. Foi instalado uma iluminação mais decorativa, com uma aplicação de led.

Imagem 26 – Os rasgos longos e retos deixam o ambiente mais comprido.

Os rasgos longos e retos deixam o ambiente mais comprido

Imagem 27 – Destaque para a área nobre do escritório.

Destaque para a área nobre do escritório com teto de gesso

Imagem 28 – Sanca em ilha para destacar a área da bancada.

Sanca em ilha para destacar a área da bancada
Para deixar o visual marcante e expressivo, a sanca de ilha é a melhor opção. Este modelo serve para destacar alguma área do ambiente, como mostra o projeto acima.

Imagem 29 – Dessa forma, o teto se torna o foco no ambiente.

Ponto de destaque no ambiente com teto em gesso
A sanca em curvas contrastam perfeitamente com as formas retas da sala, realçando a sensação de movimento. A iluminação indireta com luzes brancas agregam elegância e exuberância.

Imagem 30 – Para realçar o teto instale uma fita de LED em sua extremidade.

Fita de LED para destacar o rasgo do gesso no teto
Além de levar mais personalidade e elegância ao ambiente, as sancas curvas também permitem o uso da iluminação como elemento decorativo, como mostra este projeto. A fita de LED reforça o requinte e a sensação de intimismo do ambiente.

Imagem 31 – O rasgo destaca o eixo de circulação.

O rasgo destaca o eixo de circulação do ambiente

Imagem 32 – Gesso para apartamento clean e moderno!

Gesso para apartamento clean e moderno

Imagem 33 – Pontos de luz são bem-vindos em quartos de bebê.

Teto de gesso com pontos de luz para quarto de bebê

Imagem 34 – Faça um planejamento do teto para ter o ambiente perfeito.

Teto de gesso planejado

Imagem 35 – Teto de gesso com sanca.

Teto de gesso com sanca em quarto feminino
Neste quarto de menina foram embutidos spots nas sancas e uma luz indireta gerada pela mangueira em LED na cor amarela. Para a área central, uma bela luminária complementa o visual feminino e infantil.

Imagem 36 – Teto de gesso para o quarto.

Teto de gesso para quarto

Imagem 37 – A tendência de 2018 é abusar de um teto decorado.

Teto decorado com gesso: tendência para 2018

Imagem 38 – Sala de estar moderna com teto de gesso e sancas.

Sala de estar moderna com sanca de gesso

Imagem 39 – A sanca aberta cria uma iluminação mais difusa e decorativa.

Iluminação difusa com sanca de gesso aberta

Imagem 40 – O objetivo aqui foi destacar a cabeceira da cama.

Teto de gesso destacando a cabeceira da cama

Imagem 41 – O jogo de luminárias deve ter harmonia na composição.

Teto de gesso com jogo de luminárias

Imagem 42 – Teto de gesso com moldura trabalhada.

Moldura trabalhada com teto de gesso

Imagem 43 – Para proporcionar um estilo clean!

Teto de gesso com estilo clean

Imagem 44 – Pendentes e trilhos decoram esse forro de gesso liso.

Forro de gesso liso com pendentes

Imagem 45 – Rebaixo de gesso com luz indireta.

Rebaixo de gesso com iluminação indireta

Imagem 46 – Trabalhe o forro de uma forma conjunta.

Forro trabalhado de forma conjunta

Imagem 47 – Teto de gesso 3D.

Teto de gesso 3D

Imagem 48 – Teto de gesso com sancas largas.

Teto de gesso com sancas largas

Imagem 49 – As sancas permitem instalar uma iluminação extra no quarto.

Iluminação extra no quarto com a sanca de gesso

Imagem 50 – As fitas de LED dão mais leveza para a residência.

Mais leveza para residência com fitas de LED

Imagem 51 – Teto de gesso com rasgos e trilhos embutidos.

Rasgos e trilhos embutidos no teto de gesso

Imagem 52 – Teto de gesso com spots.

Teto de gesso com spots de iluminação

Imagem 53 – Esconda até a estrutura do ar condicionado.

Esconda a estrutura do ar condicionado com gesso

Imagem 54 – Teto de gesso e madeira.

Teto de gesso e madeira

Imagem 55 – Os rebaixos podem ter alturas e formatos diferentes.

Os rebaixos em gesso podem ter diferentes alturas

Imagem 56 – O resultado é um ambiente uniforme e integrado.

O resultado é um ambiente uniforme e integrado com teto de gesso

Imagem 57 – Para uma decoração provençal, abuse de um teto de gesso detalhado.

Teto de gesso detalhado para uma decoração provençal

Imagem 58 – Com o rebaixamento é possível delimitar um ambiente da casa.

Delimite o ambiente com o rebaixamento em gesso
A sanca em ilha é um rebaixamento de uma parte do forro, criando uma área mais baixa e portanto mais aconchegante. Esta solução fica muito bem para destacar algum espaço, como ocorre nesta cozinha, que permite diferenciar a área de cocção com a social.

Imagem 59 – Teto de gesso e concreto.

Teto de gesso e concreto

Imagem 60 – A sanca demarca os espaços do apartamento.

A sanca de gesso demarca os espaços dos ambientes no apartamento

Preço do teto de gesso, quanto custa?

O gesso é um material relativamente barato, seja em placas 60×60 ou painel de drywall o custo não se difere muito.

A placa de gesso tem um valor mais baixo comparado ao drywall, a variação entre eles é de 10%.
O preço do material com mão de obra pode variar de R$50,00 á R$100,00 o m2.