Árvores frutíferas: espécies, cuidados, dicas e exemplos com fotos

Por -

Pode ter árvore frutífera em apartamento? Pode! E no vaso? Claro que sim! E se não bater sol no quintal? Também dá.

O post de hoje vai mostrar para você que, independente do local onde você mora, é possível sim ter árvores frutíferas e se beneficiar de tudo o que elas tem a oferecer. Então, bora anotar todas as dicas e começar o seu pomar hoje mesmo.

5 bons motivos para você ter árvores frutíferas em casa

Sombra fresca

Uma árvore frutífera em casa é sempre sinônimo de sombra fresca e um local para relaxar. Sob a copa da árvore você pode montar um cantinho especial com almofadas, futons e uma mesinha, dai é só aproveitar esse espaço para uma leitura, um cochilo ou um momento de descontração.

Amigas da natureza

As árvores frutíferas são grandes amigas de insetos polinizadores, como abelhas e borboletas, passarinhos e outros pequenos animais silvestres, como esquilos, por exemplo. Ao ter uma dessas em casa você contribui para manutenção e equilíbrio da fauna local e, ainda, pode ter o privilegio de admirar esses pequenos seres.

Frutas orgânicas

Árvore frutífera dá frutos, é claro. Mas não é só essa a vantagem. Ter uma árvore frutífera em casa garante o consumo de frutas livres de agrotóxico e pesticida, contribuindo assim com uma alimentação mais saudável para toda a família.

Paisagismo

As árvores frutíferas ainda são um belo complemento ao projeto paisagístico: quando elas não estão cheia de frutos, estão floridas. Portanto, não perca a oportunidade de apostar em árvores frutíferas no seu projeto.

Em vaso ou na terra

Dependendo da espécie, é possível cultivar árvores frutíferas em vasos ou em canteiros no quintal de casa. Isso torna o acesso a esse tipo de árvore muito mais democrático.

Cuidados antes e depois do plantio das árvores frutíferas

Quando plantar a árvore frutífera

A melhor época do ano para plantar árvores frutíferas é na primavera. A estação de clima ameno é ideal para que a planta se desenvolva adequadamente e se fortaleça contra o ataque de pragas e insetos. O plantio no inverno ou no verão pode enfraquecer a espécie, uma vez que tanto as altas temperaturas, quanto as baixas temperaturas, tornam a planta vulnerável e menos resistente.

Cova

Ao plantar sua árvore frutífera certifique-se que a cova tenha no mínimo 40 cm de profundidade por 40 cm de largura. A cova também deve ter terra afofada para garantir a expansão das raízes.

Luz e sombra

Cada espécie de frutífera possui uma necessidade diferenciada de luz e sombra. Algumas necessitam de sol pleno por pelo menos seis horas por dia, enquanto para outras, apenas a luminosidade direta já é o suficiente. Por isso é sempre importante conhecer as condições de luz do local onde você deseja plantar a árvore e escolher a espécie que mais se adapta a essas condições.

Adubação e preparo do solo

Para que a árvore frutífera se desenvolva adequadamente é importante garantir um solo rico em matéria orgânica. Você pode fazer isso com receitinhas de adubo caseiro, triturando no liquidificador, por exemplo, casca de banana, casca de ovos e pó de café. Existem também opções de adubos prontos nas casas de jardinagem, contudo, se a sua intenção é o cultivo orgânico, prefira os adubos naturais.

Rega

A grande maioria das árvores frutíferas precisa de um solo bem irrigado e com ótima drenagem. Isso quer dizer que, ao mesmo tempo em que se deve oferecer água, também é importante garantir o escoamento do excesso de umidade, assim as raízes se mantem saudáveis e não correm o risco de apodrecer.

Poda

Faça podas regulares na sua árvore frutífera de modo a garantir o formato estético, mas também fortalecer os galhos da planta.

Árvore Frutífera em vaso

Para cultivar árvore frutífera em vaso é fundamental garantir um recipiente com medidas mínimas de 80 cm de profundidade e 85 cm de largura. A terra deve ser adubada regularmente e o sistema de drenagem deve funcionar muito bem.

O vaso com a árvore frutífera deve ficar sempre no mesmo lugar, isso evita estresse na planta, uma vez que ela não precisa ficar o tempo todo se adaptando a um novo ambiente. As espécies enxertadas são as mais indicadas para o plantio em vasos, já que não crescem muito.

Conheça espécies de árvores frutíferas para casas e apartamentos

Confira a seguir algumas das espécies de árvores frutíferas mais recomendadas para o plantio em casas e apartamentos:

Limoeiro Siciliano (Citrus Limon)

O limão siciliano é uma das melhores opções de limões para plantio em vasos ou canteiros pequenos. Escolha um local que receba pelo menos 4 horas de sol para plantá-lo.

Imagem 1 – Limão siciliano em vaso: perfume a casa com a espécie.

Limão siciliano em vaso: perfume a casa com a espécie

Imagem 2 – As mudas enxertadas de limão siciliano permitem o plantio em vasos pequenos.

As mudas enxertadas de limão siciliano permitem o plantio em vasos pequenos

Amoreira (Morus Insignis)

A amoreira é uma das espécies frutíferas mais fácies de plantar e cultivar. Além do mais, ela também oferece frutos em pouco tempo.

Imagem 3 – A amoreira é uma espécie muito comum de ser vista em bonsais.

A amoreira é uma espécie muito comum de ser vista em bonsais

Imagem 4 – Os frutos da amoreira possuem diversas propriedades terapêuticas e medicinais.

Os frutos da amoreira possuem diversas propriedades terapêuticas e medicinais

Araçazeiro (Psidum Cattleianum)

Se você quer uma árvore frutífera pequena, mas que renda muitos frutos aposte no araçazeiro. Cultive-o com solo rico em matéria orgânica e irrigado regularmente.

Imagem 5 – O araçazeiro dá frutos entre março e setembro.

O araçazeiro dá frutos entre março e setembro

Imagem 6 – Existem araçás amarelos e araçás vermelhos.

Existem araçás amarelos e araçás vermelhos

Jabuticabeira (Myrciaria Cauliflora)

A jabuticabeira é outra opção para quem deseja cultivar frutíferas em espaços pequenos. A dica aqui é manter o solo sempre úmido, mas bem drenado. A jabuticabeira não tolera solo seco.

Imagem 7 – Jabuticabeira no quintal de casa trazendo sombra e ar fresco.

Jabuticabeira no quintal de casa trazendo sombra e ar fresco

Imagem 8 – Os frutos pretinhos da jabuticabeira podem ser utilizados de inúmeras maneiras na culinária.

Os frutos pretinhos da jabuticabeira podem ser utilizados de inúmeras maneiras na culinária

Aceroleira (Malpighia Glabra)

Riquíssima em vitamina C, a acerola é uma das frutinhas mais saborosas que você pode ter na sua casa. A aceroleira aprecia clima quente, mas também pode se desenvolver em climas subtropicais.

Imagem 9 – Aceroleira em vaso: fortaleça seu sistema imunológico com apenas 100gr da fruta.

Aceroleira em vaso: fortaleça seu sistema imunológico com apenas 100gr da fruta

Imagem 10 – Os frutos da aceroleira rendem sucos, conservas e geleias de muito sabor.

Os frutos da aceroleira rendem sucos, conservas e geleias de muito sabor

Laranjeiras Kikan (Fortunella Margarita)

A laranjeira Kikan é de pequeno porte e é ótima para quem não possui local ensolarado em casa para o plantio. Uma boa aposta para varandas sombreadas de apartamento.

Imagem 11 – Laranjeira Kikan decora e presenteia os moradores com frutos.

Laranjeira Kikan decora e presenteia os moradores com frutos

Imagem 12 – Mini laranjeiras Kikan cultivadas dentro de casa.

Mini laranjeiras Kikan cultivadas dentro de casa

Grumixameira (Eugenia Brasiliensis)

A grumixameira é uma prima da pitanga e possui frutos vermelhos e adocicados que ficam ótimos em sucos e geleias. A grumixameira pode ser cultivada tanto sob sol pleno, quanto a meia sombra.

Imagem 13 – Os frutinhos da grumixameira também são deliciosos in natura.

Os frutinhos da grumixameira também são deliciosos in natura

Imagem 14 – A grumixameira também possui inúmeras propriedades terapêuticas e medicinais.

A grumixameira também possui inúmeras propriedades terapêuticas e medicinais

Pitangueira (Eugenia Uniflora)

A pitangueira é uma velha conhecida aqui no Brasil. De sabor marcante, as pitangas (frutos da pitangueira) podem ser consumidos in natura ou em preparações culinárias. De porte médio a pequeno, a pitangueira pode ser cultivada em vaso ou em pequenos canteiros sob sol pleno.

Imagem 15 – Pitangas vermelhinhas, prontas para serem colhidas do pé!

Pitangas vermelhinhas, prontas para serem colhidas do pé!

Imagem 16 – As folhas da pitangueira podem ser usadas em chás medicinais.

As folhas da pitangueira podem ser usadas em chás medicinais

Romãzeira (Punica Granatum)

A romãzeira é uma árvore de frutos exóticos e repletos de simbolismos ligados a prosperidade e a fartura. Para cultivar a espécie é importante mantê-la sob sol pleno algumas horas por dia.

Imagem 17 – A romãzeira enxertada pode dar frutos mesmo em vasos.

A romãzeira enxertada pode dar frutos mesmo em vasos

Imagem 18 – Os frutos da romãzeira podem ser usados em diferentes preparações culinárias.

Os frutos da romãzeira podem ser usados em diferentes preparações culinárias

Cerejeira (Cerasus)

A cerejeira é uma árvore que encanta não só pelos frutos, mas pela linda e intensa floração. No entanto, existem diversas espécies diferentes de cerejeira, por isso tenha certeza da espécie que está comprando para garantir os cuidados adequados.

Imagem 19 – A cerejeira dá frutos pequenos e vermelhos entre outubro e dezembro.

A cerejeira dá frutos pequenos e vermelhos entre outubro e dezembro

Imagem 20 – As cerejas enriquecem pratos doces e salgados.

As cerejas enriquecem pratos doces e salgados

Abacateiro (Persea Americana)

O abacateiro é uma espécie frutífera indicada para quem tem uma área um pouco maior em casa, já que a espécie cresce e se desenvolve rapidamente. Mas a espécie também pode ser cultivada em vasos a partir de enxertos.

Imagem 21 – Abacateiro anão plantado em vaso para decorar a casa.

Abacateiro anão plantado em vaso para decorar a casa

Imagem 22 – Abacateiro decorativo.

Abacateiro decorativo

Mangueira (Mangifera Indica)

Quem não gosta de uma manga bem docinha? A espécie produz frutos no verão e deve ser cultivada sob sol pleno.

Imagem 23 – Pomar de mangas!

Pomar de mangas!

Imagem 24 – Imagina ter mangas orgânicas e fresquinhas no quintal de casa?

Imagina ter mangas orgânicas e fresquinhas no quintal de casa?

Goiabeira (Psidium Guajava)

A goiabeira é outra velha conhecida por nós brasileiros. Seus frutos docinhos rendem uma infinidade de preparações.

Imagem 25 – A goiabeira aprecia sol pleno para se desenvolver.

A goiabeira aprecia sol pleno para se desenvolver

Imagem 26 – E é preciso ter um cuidado especial para evitar pragas e insetos nos frutos.

E é preciso ter um cuidado especial para evitar pragas e insetos nos frutos

Bananeira (Musa)

Bananeira em casa? Também é possível, inclusive, você pode optar por plantar a bananeira em vaso. Ofereça para sua planta água e sol na medida certa.

Imagem 27 – Além dos frutos, a bananeira é uma linda espécie decorativa.

Além dos frutos, a bananeira é uma linda espécie decorativa

Imagem 28 – Mini bananeiras no vaso.

Mini bananeiras no vaso

Macieira (Malus Domestica)

Para quem mora em regiões de clima mais frio, a macieira é uma ótima opção de frutífera. Porém, isso não quer dizer que a espécie não precisa de sol, pelo contrário, a macieira necessita de pelo menos 6 horas diárias de sol direto.

Imagem 29 – A macieira oferece frutos no outono.

A macieira oferece frutos no outono

Imagem 30 – Quanto mais sol, mais doces e vermelhas serão as maçãs.

Quanto mais sol, mais doces e vermelhas serão as maçãs

Pessegueiro (Prunus Persica)

O pessegueiro é outra árvore frutífera que encanta pela beleza das suas flores. Cultive a espécie sob sol pleno.

Imagem 31 – Os pessegueiros também precisam de um cuidado extra para evitar pragas.

Os pessegueiros também precisam de um cuidado extra para evitar pragas

Imagem 32 – Os frutos podem ser colhidos entre julho e agosto.

Os frutos podem ser colhidos entre julho e agosto

Ameixeira (Prunus Domestica)

A ameixeira é uma frutífera muito comum em ruas e calçadas, totalmente adaptada aos ambientes urbanos.

Imagem 33 – Os frutos da ameixeira rendem ótimas preparações culinárias.

Imagem 34 – Cultive a ameixeira sob sol pleno.

Cultive a ameixeira sob sol pleno

Pereira (Pyrus)

Que tal plantar uma pereira? As peras, frutos da pereira, são doces e muito saborosos. O clima ameno e um pouco mais frio é o ideal para essa espécie.

Imagem 35 – Mini pereira com frutos plantada em vaso.

Mini pereira com frutos plantada em vaso

Imagem 36 – A região Sul é a maior produtora de peras no Brasil.

A região Sul é a maior produtora de peras no Brasil

Lichia (Litchi Chinensis)

A Lichia é uma espécie frutífera de origem asiática, mas que pode se desenvolver em quintais de casas no Brasil.

Imagem 37 – A lichia precisa de solo fértil e arejado para se desenvolver.

A lichia precisa de solo fértil e arejado para se desenvolver

Imagem 38 – Para aproveitar melhor as propriedades da Lichia, recomenda-se o consumo in natura da fruta.

Para aproveitar melhor as propriedades da Lichia, recomenda-se o consumo in natura da fruta

Caquizeiro (Diospyros Kaki)

O caquizeiro também tem origem asiática, mas se adaptou muito bem ao solo brasileiro. Para cultivá-lo é importante mantê-lo sob sol pleno.

Imagem 39 – Caquizeiro com frutos: um espetáculo no quintal de casa.

Caquizeiro com frutos: um espetáculo no quintal de casa

Imagem 40 – Polpa macia e sabor adocicado!

Polpa macia e sabor adocicado!

Cajueiro (Anacardium Occidentale)

O cajueiro é uma espécie nativa do Brasil, mais especificamente das regiões litorâneas do nordeste. O cajueiro precisa de sol para florescer e dar frutos.

Imagem 41 – Os frutos do cajueiro são doces e rendem sucos refrescantes.

Os frutos do cajueiro são doces e rendem sucos refrescantes

Imagem 42 – Do caju também é feita a castanha de caju.

Do caju também é feita a castanha de caju

Jaqueira (Artocarpus Heterophyllus)

A jaqueira é uma árvore de grande porte, assim como seus frutos que são enormes. Cultive-a sob sol pleno.

Imagem 43 – A jaqueira pode atingir até doze metros de altura.

A jaqueira pode atingir até doze metros de altura

Imagem 44 – Um único fruto da jaqueira pode pesar até 40 kilos.

Um único fruto da jaqueira pode pesar até 40 kilos

Mamoeiro (Carica Papaya)

O mamoeiro é uma árvore de porte médio e pode ser plantada tranquilamente no quintal de casa. Sol e solo fértil são as características que a espécie precisa para se desenvolver.

Imagem 45 – Os frutos verdes do mamoeiro podem ser usados para doces e conservas.

Os frutos verdes do mamoeiro podem ser usados para doces e conservas

Imagem 46 – Uma boa opção é plantar mamoeiros perto de muros e cercas.

Uma boa opção é plantar mamoeiros perto de muros e cercas

Blueberry (Cyanococcus)

Os frutos da Blueberry são conhecidos por aqui como mirtilos. Essa espécie é nativa da América do Norte, mas apesar de gostar de climas frios pode ser cultivada no Brasil.

Imagem 47 – Blueberry em vaso. Existem espécies que se adaptam muito bem ao clima brasileiro.

Blueberry em vaso. Existem espécies que se adaptam muito bem ao clima brasileiro

Imagem 48 – Os mirtilos possuem inúmeras propriedades terapêuticas e nutricionais.

Os mirtilos possuem inúmeras propriedades terapêuticas e nutricionais

Caramboleira (Averrhoa carambola)

A caramboleira é conhecida por ser uma árvore muito ornamental, além de frutífera. A espécie pode se desenvolver tanto a sol pleno, quanto a meia sombra.

Imagem 49 – Caramboleira com frutos plantada em vaso.

Caramboleira com frutos plantada em vaso

Imagem 50 – Os frutos da caramboleira são as carambolas.

Os frutos da caramboleira são as carambolas

Árvores frutíferas do cerrado:

Buriti (Maurita Flexuosa)
O Buriti é uma espécie de palmeira que dá frutos avermelhados e miúdos. De grande porte, o buriti é o abrigo ideal de diversas espécies de pássaros.

Imagem 51 – O Buriti é uma árvore típica do cerrado brasileiro, mas que pode ser plantada em outras regiões também.

O Buriti é uma árvore típica do cerrado brasileiro, mas que pode ser plantada em outras regiões também

Imagem 52 – Os frutos do buriti são muito usados em produtos de cuidados com a pele e os cabelos.

Os frutos do buriti são muito usados em produtos de cuidados com a pele e os cabelos

Mangabeira (Hancornia Speciosa)
A mangabeira é outra árvore típica do serrado e da caatinga brasileira. Aprecia clima quente e pode ser cultivada em outras regiões.

Imagem 53 – A mangabeira produz frutos entre outubro e abril.

A mangabeira produz frutos entre outubro e abril

Imagem 54 – Os frutos da mangabeira devem ser consumidos maduros, se estiverem verdes podem causar irritação e alergias.

Os frutos da mangabeira devem ser consumidos maduros, se estiverem verdes podem causar irritação e alergias

Pequizeiro (Carroçar Brasiliense)
O pequizeiro é a árvore mãe do pequi, um fruto muito conhecido na culinária do centro oeste brasileiro.

Imagem 55 – O pequi pode ser utilizado na preparação de pratos doces e salgados.

O pequi pode ser utilizado na preparação de pratos doces e salgados

Imagem 56 – Os frutos do pequizeiro também são usados para extração de corante amarelo.

Os frutos do pequizeiro também são usados para extração de corante amarelo

Araticum (Annona)
A araticum produz frutos exóticos com aparência de pinhas. Nativa do serrado, a espécie não ultrapassa os dez metros de altura, podendo ser cultivada em áreas menores.

Imagem 57 – Os frutos da araticum são da mesma família da fruta do conde e da graviola.

Os frutos da araticum são da mesma família da fruta do conde e da graviola

Imagem 58 – O cultivo da Araticum deve ser feito sob sol pleno.

O cultivo da Araticum deve ser feito sob sol pleno

Baru (Dipteryx Alata)
A árvore da Baru é um exemplar típico do serrado brasileiro. Muito ornamental e frutífera, a espécie produz frutos com sabor semelhante a do amendoim e da castanha.

Imagem 59 – A Baru pode atingir até 25 metros de altura.

A Baru pode atingir até 25 metros de altura

Imagem 60 – O fruto da Baru possui uma casca dura e difícil de ser rompida.

O fruto da Baru possui uma casca dura e difícil de ser rompida