Como limpar peças de ouro: veja dicas e técnicas para acertar na limpeza

Por -

Elegante, lindo e símbolo de comemorações, o ouro é um metal nobre que sofre pouca oxidação e, por isso, foi escolhido ao longo do tempo como principal material para a confecção de joias e ornamentos.

O ouro pode ser encontrado em rochas, rios e riachos, locais que ficaram conhecidos como os famosos garimpos, onde são construídas minas para exploração desse minério.

A palavra ouro vem do latim Aurum, que significa brilhante. Estudos mostram que os primeiros contatos dos humanos com esse metal aconteceu há muitos anos, ainda na época pré-histórica do mundo.

Há documentos, também, que mostram a existência do ouro em hieróglifos escritos no Egito por volta do ano 2 600 a.C.

Acredita-se que mais se 163 mil toneladas de ouro já foram exploradas até hoje. Toda essa exploração é utilizada com diversas finalidades, entre elas, a produção de joias. E quem não gosta de admirar diferentes peças de pulseiras, colares, anéis e brincos feitos de ouro, não é mesmo?

As joias de ouro são bonitas e duradouras, encantam todos os que olham e chamam muito a atenção. Podem ser utilizadas por homens, mulheres, crianças e ate bebês. Outro ponto positivo do ouro é que ele não enferruja e é hipoalergênico. Isso faz com que ele seja ainda mais desejado e, muitas vezes, escolhido por questões de saúde também.

A pureza do metal garante acabamentos perfeitos, mas ainda assim as peças de ouro podem ficar com aspecto sujo ao longo do tempo. Existem diferentes tipos de ouro e o cuidado com cada um deles deve ser diferente.

Tipos de ouro

Ouro Amarelo: as peças de ouro não são feitas apenas de ouro, mesmo no caso do ouro amarelo, o mais comum entre as peças. As joias de ouro amarelo também são compostas por cobre e prata.

Ouro Branco: uma mistura de ouro, níquel, prata e paládio (um metal que tem cor branca) geraram um dos tipos de ouro mais bonitos e que se assemelham muito a prata, porém com toda a qualidade que o ouro oferece. Algumas peças de ouro branco contam, ainda, com o banho de ródio, um metal que potencializa o tom acinzentado e dá brilho às joias. Devido a todo esse processo, as peças de ouro branco costumam ser bem mais caras que as de ouro amarelo.

Ouro 18k: é chamado de ouro 18 quilates o ouro produzido com 75% ouro puro e 25% de outros metais e é a forma mais pura para joias. O ouro 18k é muito resistente, brilhante e o mais comumente encontrado no mercado. Existe também o ouro 24k, mas como ele é pouco maleável, não é uma boa opção para assessórios.

Ouro Rosê: o ouro rosê ganhou muita notoriedade nos últimos anos. Ele é composto por ouro, prata e cobre e tem esse tom todo diferente que torna cada peça única. É justamente o cobre que garante essa coloração, porém a quantidade de ouro utilizada nas peças não é diferente das de ouro amarelo, então sua qualidade é bem parecida.

Como limpar ouro: dicas e técnicas


Existem diferentes técnicas que podem deixar suas joias de ouro como novas. Confira:

Limpeza de ouro com detergente neutro

Apesar de simples, a limpeza de peças de ouro com detergente neutro funciona muito bem, principalmente para joias de ouro branco e ouro rosê. Para isso, em um recipiente pequeno coloque água morna e detergente neutro. Deixe diluir e coloque a peça por 10 minutos. Com uma escova de dentes com cerdas macias, esfregue levemente a peça. Seque e tire o excesso com um pano seco e macio.

Limpeza de ouro com bicarbonato de sódio

Ideal para limpar peças de ouro branco, a dica aqui é deixar a joia submersa em uma solução de água com detergente neutro por 15 minutos, enquanto você prepara uma pasta com o bicarbonato de sódio. São duas colheres de sopa de água morna para uma de bicarbonato de sódio. Misture e aplique a pasta com uma escova de dentes de cerdas macias, esfregando delicadamente a peça.

Limpeza de ouro com amônia

A amônia também funciona muito bem para a limpeza de ouro, mas exige muito cuidado já que é uma substância química muito perigosa. Utilize sempre luvas para manusear a amônia. A receita é utilizar seis colheres de água para uma de amônia e deixar a peça submersa por cerca de 3 minutos no líquido. Retire e lave em água corrente.

Limpeza de ouro com detergente de coco

Essa é uma opção perfeita para limpar peças de ouro que ficam pretas. Isso geralmente acontece devido ao contato do ouro com a pele e com o suor. A exposição ao sol e as partículas de pó também podem fazer o ouro ganhar essa tonalidade escurecida. Para limpar, basta umedecer levemente um pano em uma solução de água com o detergente de coco e esfregar a peça levemente.

Limpeza de ouro com vinagre

Para limpar joias com vinagre, basta molhar um pouco de algodão no vinagre branco ou de maçã e aplicar pela peça, esfregando delicadamente. Após a aplicação enxágue em água corrente.

Limpeza de ouro com água morna

Para devolver o brilho levemente às peças de ouro, utilize água morna e depois seque com um pano úmido e macio.

Limpeza de ouro com pasta de dente

Assim como no caso da prata, pasta de dente é um excelente produto para limpar ouro, principalmente por conta do flúor ativo. Esfregue a peça com a pasta de dente e uma escova de dentes, levemente. Depois, enxague em água corrente e seque com um pano limpo e macio.

Nos vídeos abaixo, você pode conferir o passo a passo detalhado de como limpar peças de ouro em casa. Confira:

Como deixar corrente de ouro brilhando como nova

Como limpar joias em casa

Como limpar joias folheadas

Importante: peças de ouro com pedras preciosas precisam de um cuidado extra na hora de limpar. Para não tirar o brilho de nenhuma pedra, opte sempre por limpar só com detergente neutro e água. Certifique-se de que as peças estão bem secas, pois a umidade pode danificar as pedras.

Limpando peças folheadas de ouro

Os folheados tendem a escurecer e perder o brilho com ainda mais facilidade do que o ouro. Para evitar que isso aconteça, limpe sempre as peças antes de guardar. Para lavar, deixe as joias de molho em uma solução de água e detergente de coco diluído por cerca de 15 minutos. Enxague bem e seque, evitando acúmulo de líquido nas joias.

Em peças folheadas em ouro você também pode utilizar a técnica do bicarbonato de sódio ou da pasta de dente. Importante ressaltar que ela precisa ser totalmente branca. Algumas marcas de pasta de dente contém corantes que podem manchar suas peças.

Como conservar peças de ouro

Cuidar das peças de ouro e evitar que elas fiquem maltratadas é sempre melhor do que precisar correr para trocar uma pedra ou mandar polir para cobrir arranhões. Joias de ouro são mais resistentes, mas fique de olho se as suas peças não são folheadas. Se esse for o caso, o cuidado precisa ser maior já que os folheados são mais sensíveis.

Guarde bem as suas joias de ouro em locais arejados e protegidos de líquidos oleosos, superfícies abrasivas e úmidas que podem tirar o brilho e ainda criar riscos na joia.

Se possível, guarde sempre suas joias em ouro individualmente e em embalagens diferentes, de preferência de tecidos macios.

Correntes de ouro precisam ser guardadas separadamente, pois podem enroscar umas nas outras, além de passar a oxidação para outras peças.  As correntes também podem quebrar, então todo o cuidado é pouco. Para isso, o ideal é utilizar porta joias separados e com compartimentos isolados para cada tipo de peça.

Evite guardar suas joias todas misturadas em um mesmo local. O contato entre elas também podem causar arranhões. E sempre que possível dê uma polida nas peças antes de guardar. Isso ajuda a conservar o brilho. Aproveite para verificar, se for o caso, se as pedras estão bem fixas e se as garras estão intactas para que não se percam.

Não permita que suas joias tenham contato direto com produtos químicos, principalmente com o cloro. Esses produtos também podem tirar o brilho e beleza das peças facilitando a oxidação.

Retire anéis e pulseiras para executar serviços manuais e que envolvam água, produtos químicos e alimentos. Após passar perfume, aguarde de 5 a 10 minutos para colocar suas joias. Isso também evita que elas oxidem.

Nunca utilize água após a fervura para deixar sua joia de molho. O calor excessivo não faz bem para as joias e também facilita sua oxidação.

Joias que contém pérolas precisam respirar, então evite guardá-las em sacos plásticos e lugares pouco arejados. Para dar brilho em pedras, esfregue com um pano levemente umedecido em azeite de oliva ou óleo de amêndoas.

Com todas essas dicas você já pode cuidar melhor das suas peças em ouro e admira-las sempre belas e brilhantes.