Como plantar cebolinha: veja dicas essenciais, tipos e como cuidar passo a passo

Por -

Do oriente ao ocidente, a cebolinha reina como uma das ervas aromáticas mais apreciadas e consumidas em todo o mundo.

Ela vai bem em pratos populares do dia a dia, como o arroz e feijão, mas também se destaca em preparações mais elaboradas, como um risoto, por exemplo.

E o melhor ainda está por vir: a cebolinha é muito fácil de ser cultivada! Sabe o que isso significa? Que você pode ter cebolinhas plantadas em casa para usar sempre que desejar.

A cebolinha pode ser plantada em canteiros, jardins, jardineiras e vasos. Quer saber como plantar cebolinha e ter essa plantinha sempre que precisar?

Então é só acompanhar esse post com a gente, vamos te ensinar o passo a passo completo. Vem ver:

Benefícios da cebolinha

Antes de começar a plantar, vale a pena conhecer um pouco mais sobre os benefícios nutricionais da cebolinha.

A cebolinha é rica em vitaminas A, C e E. A planta também é fonte de cálcio, ferro e potássio, além de fibras e outros minerais importantes, ainda que em menor quantidade, como é o caso do zinco e do selênio.

Todos esses nutrientes tornam a cebolinha uma ótima aliada para a saúde do coração, dos ossos e da visão.

Como plantar cebolinha

Veja como plantar cebolinha

Tipos de cebolinha

A cebolinha é, na verdade, a própria cebola em formação. Essas folhinhas verdes e alongadas que consumimos como tempero é a parte externa visível da cebola que está se formando lá embaixo da terra.

Ou seja, se você cuidar das cebolinhas direitinho em algum momento terá também cebolas.

As cebolinhas pertencem a família dos alhos, cientificamente chamada de Allium. E dentre dessa categoria existem dois tipos principais de cebolinhas: a cebolinha comum ou verde e a cebolinha galesa ou cebolinha de folhas finas.

A cebolinha comum é aquela que geralmente encontramos nas feiras livres e mercados. Elas são maiores, mais carnudas e podem chegar a medir até 30 centímetros de comprimento.

Já a cebolinha de folhas finas, como o próprio nome já diz, possui folhas bem fininhas e mais curtas. Mas não se deixe levar pela aparência. Isso porque a cebolinha de folhas finas possui sabor e aroma mais forte e intenso do que a cebolinha comum.

Mas, independente do tipo, o modo de cultivar e utilizar na culinária é o mesmo.

Solo ideal para cebolinha

As cebolinhas apreciam solo fértil, rico em matéria orgânica. Por isso, antes de iniciar o plantio providencie uma terra de boa qualidade.

Outra dica muito importante: a cebolinha precisa de pelo menos quatro horas por dia de sol direto. Portanto, na hora de escolher o local para plantá-la verifique a incidência de luz solar.

Caso faça o plantio diretamente em um canteiro ou jardim, a recomendação é arar a terra antes, deixando-a bem macia. Em seguida, prepare-a com adubo orgânico, como o húmus de minhoca, por exemplo.

Também é importante manter o solo protegido com cascas de pinus, serragem ou outro material que impeça a proliferação de ervas daninhas, já que esse tipo de planta pode acabar competindo com a cebolinha na obtenção de nutrientes e espaço.

Semente ou muda

A cebolinha pode ser plantada por meio de sementes ou a partir de mudas já “pegadas”. Em ambos os casos, a cebolinha se desenvolve muito bem. A diferença está no tempo de colheita, uma vez que ao optar por mudas prontas você adianta uma boa parte do processo.

Tanto as mudas, quanto as sementes podem ser facilmente encontradas em lojas de jardinagem e até mesmo em supermercados.

A melhor época do ano para o plantio de cebolinhas é na primavera, quando as temperaturas estão mais estáveis e acima dos 15ºC.

Como plantar cebolinhas em semente

Para plantar cebolinhas em semente comece preparando o solo, como descrido anteriormente.

Faça pequenas covinhas, com no máximo um centímetro de profundidade e coloque as sementes de três em três.

É importante manter as fileiras afastadas uma das outras por pelo menos 15 centímetros.

As sementes da cebolinha germinarão mais rapidamente em dias quentes. Caso faça o plantio no outono ou inverno, o tempo de germinação poderá ser mais demorado.

A cebolinha não precisa ser transplantada, apenas faça o desbaste das mudas menores e menos desenvolvidas.

Mantenha o solo com as sementes das cebolinhas sempre bem regado, mas nunca encharcado. O solo deve ser bem drenado.

Como plantar cebolinhas em mudas

Agora se você prefere plantar as cebolinhas por meio de mudas o processo é igualmente simples. Com as mudas de cebolinha, faça covinhas na terra de tamanho suficiente para cobrir as raízes.

Em seguida, coloque as mudas no solo e aperte suavemente em torno para “fixar” a planta. Regue na sequência, lembrando de manter o solo sempre úmido até a pega completa.

Como replantar cebolinha que veio do mercado ou da feira

Sabe aquela cebolinha que você trouxe da última vez que foi ao mercado ou a feira? Plante-a!

Pode conferir, com certeza, ela tem um bulbo branco com raízes.

Daí é só retirar as folhas que você irá consumir e colocar esse bulbo com raízes em um copo com água por alguns dias.

Quando notar que as raízes estão maiores e as primeiras folhinhas começaram a despontar na parte superior do bulbo, replante a cebolinha em um vaso com terra de boa qualidade ou diretamente em um canteiro.

Como plantar cebolinha em vaso

Muita gente não tem espaço para plantar cebolinha diretamente na terra e, por conta disso, acaba fazendo o plantio no vaso. Tudo bem! Ela vai se desenvolver e ficar linda também.

Mas é preciso ter alguns cuidados para garantir que você colha cebolinhas no futuro.

O primeiro cuidado é a escolha do vaso. Prefira um de tamanho médio para ter certeza que a cebolinha vai ter espaço para crescer.

Observe a drenagem do vaso. Ele precisa ter furinhos em baixo para que o excesso de água escorra. Também é importante utilizar pedrinhas, argila expandida ou carvão no fundo do vaso para facilitar a drenagem.

Em seguida, adicione terra adubada e plante a cebolinha. Cubra o restante do vaso com o resto de terra e o coloque em um local com boa incidência de luz solar direta.

Esqueça aquela ideia de querer deixar o vaso de cebolinha na pia da cozinha. Isso só vai dar certo se a sua cozinha receber boa quantidade de luz solar direta, do contrário, nem pensar.

Como cuidar da cebolinha

Acerte na luminosidade

Cebolinha sem sol não existe. A planta precisa de um mínimo de quatro horas diárias de luz direta sobre as folhas.

Ou seja, muito provavelmente você não vai conseguir cultivar cebolinha dentro de casa. Por isso, o melhor lugar para quem tem pouco espaço é fazer uma hortinha vertical em uma parede que receba luz solar.

Também vale colocar os vasinhos de cebolinha na varanda, apoiadas na grade de proteção, por exemplo.

Já quem tem jardim ou um canteiro, verifique apenas a incidência de luz antes de fazer o plantio. Não plante a cebolinha em um local sombreado ou debaixo de plantas maiores. 

Regue com frequência

A cebolinha também gosta de água. E não é para menos, afinal ela passa o dia inteiro no sol. Faça regas regulares sempre que notar o solo seco.

Mas tome cuidado para não exagerar e regar demais. Um solo muito úmido pode apodrecer as raízes.

Na dúvida, faça o teste do dedo. Toque o solo e se sentir a terra seca e seus dedos ficarem limpos, sinal de que a planta precisa de água, mas se os seus dedos ficarem sujos de terra, é indicativo de que o vaso ainda está úmido e, nesse caso, espere mais um ou dois dias.

Outra dica: no verão as regas devem ser mais frequentes do que no inverno.

Colheita

Se tudo der certo após um prazo de 90 a 120 dias você já terá cebolinhas verdes e brilhantes para consumir na hora que desejar.

Para fazer a colheita existem duas opções: tirar a planta toda do vaso, com bulbo e tudo ou, apenas cortar as folhas que for precisar. Assim, o pé de cebolinha se regenera e você continua com a planta.

Nesse último caso, faça um pequeno macinho de cebolinhas com as mãos e corte as folhas bem rentes com a haste.

Procure não cortar tudo para que a planta não perca força e energia.

Pragas comuns que atacam a cebolinha

As cebolinhas não estão livres de serem atacadas por pragas. As mais comuns desse tipo de planta são a cigarrinha, a lagarta rosca, os pulgões e os ácaros.

Na maioria das vezes, essas pragas atingem a cebolinha por algum desequilíbrio do solo ou da luminosidade. Por isso, a dica é observar se a planta está recebendo a quantidade certa de luz e se o solo está úmido demais. Se notar algum desequilíbrio, corrija.

Lembre-se que quanto mais resistente a planta estiver, menor a probabilidade dela ser atacada por pragas.

Pronto para começar sua plantação de cebolinhas? Agora é só colocar a mão na terra!