Plantas tóxicas para gatos: veja a lista e cuidados essenciais que você deve tomar

Por - Atualizado em:

Tem um gatinho em casa? Então você precisa conhecer quais são as plantas tóxicas para gatos.

Isso é muito importante para garantir a saúde e o bem estar do seu felino sem que você precise abrir mão de decorar a casa com plantas.

Bora então descobrir quais as plantas tóxicas para gatos?

Porque os gatos comem plantas?

Porque os gatos comem plantas?

Existem vários motivos que podem fazer um gato comer plantas. Ele pode se sentir entediado, estressado ou estar sofrendo com problemas digestivos e intestinais.

Tudo isso pode fazer com que o seu gatinho resolve abocanhar algumas folhas do seu vaso.

No geral, os gatos sabem quais tipos de planta podem comer, mas caso não encontrem é possível que acabem buscando aquela que está a sua disposição.

Outra coisa que pode acontecer também é o gato ser movido pela curiosidade e pelo espirito aventureiro, especialmente os filhotes. Nesse caso, não há muito o que fazer, a não ser tirar as plantas de perto do animal.

Já nas outras situações, você pode evitar que o gato se atraia pelas plantas mantendo-o sempre bem alimentado, hidratado e com a vermifugação em dia.

Aproveite também para oferecer brinquedos que o estimulem, assim seu gatinho não fica entediado e o risco dele mexer nas suas plantas para passar o tempo é menor.

Quais os sintomas de intoxicação por planta em gatos

Quais os sintomas de intoxicação por planta em gatos

Mas caso o seu gato tenha ingerido alguma planta tóxica é preciso ficar atento aos sintomas.

Na maioria das vezes é comum que os gatos manifestem:

  • Vômitos
  • Diarreia
  • Perda de apetite
  • Irritação cutânea (pele)
  • Perda da coordenação motora
  • Apatia e falta de interesse em realizar atividades

Também é importante entender o grau de intoxicação que pode variar muito dependendo do tamanho e da idade do gato, além do tipo de planta e a quantidade ingerida.

Por isso não é possível generalizar os efeitos que as plantas podem causar. O mais indicado é observar e estar atento aos sinais que o animal demonstra.

O tipo de reação mais comum é a intoxicação cutânea, atingindo a pele e as mucosas do animal, provocando alergia, incomodo e irritação. Nesse caso, a intoxicação nem sempre é causada pela ingestão da planta, muitas vezes basta um mínimo contato para provocar essas reações.

Em casos de ingestão, no entanto, as reações mais comuns são vômito e diarreia. Dependendo da quantidade e da espécie da planta as consequências podem ser graves.

O mesmo vale para as reações neurológicas que, apesar de serem mais raras, podem levar a morte do animal. Os sintomas nesse caso incluem perda de coordenação motora e convulsões.

O que fazer em caso de intoxicação

A melhor coisa a fazer no caso do seu gato sofrer com intoxicação por plantas é levá-lo ao veterinário.

Evite fórmulas caseiras que podem atrapalhar o tratamento médico e procure saber qual foi a planta ingerida pelo animal para facilitar os cuidados.

Cuidados com o uso de plantas em casa

Plantas e gatos podem conviver harmoniosamente, acredite. Mas para isso é fundamental tomar alguns cuidados simples, anote todos eles:

  • Plantas com alto grau de toxicidade devem ser evitadas, por mais que você goste muito é melhor não correr o risco.
  • Já as plantas com menor potencial tóxico devem ser mantidas em locais seguros e preferencialmente no alto. Contudo, quem tem gato em casa sabe que o bichano adora uma escalada e que talvez colocar as plantas no alto não resolva o problema. Se o seu gato tiver esse comportamento, o melhor mesmo é evitar usar plantas em locais que o animal possa alcançar.
  • Os gatos gostam de brincar com objetos e outros artefatos suspensos que se movimentam na frente dele. Isso quer dizer que uma planta suspensa com folhas caídas pode facilmente se tornar brinquedo para o seu felino. Portanto, antes de usar uma planta com efeito pendente verifique se ela não é tóxica.

Lista de plantas tóxicas para gatos

Lista de plantas tóxicas para gatos

Veja a seguir uma lista com as 17 plantas tóxicas para gatos mais comuns dentro de casa:

1. Comigo ninguém pode

Como não poderia deixar de ser a Comigo Ninguém Pode (Diffenbachia) abre a lista.

Só pelo nome já dá pra saber que a planta não veio ao mundo para brincadeira.

Dona de uma folhagem linda e exuberante, a Comigo Ninguém Pode guarda um alto grau de toxicidade em suas folhas e que pode ser extremamente nociva não só para gatos, mas para cães e crianças pequenas.

A planta pode provocar irritação intensa nas mucosas da boca, faringe e laringe, além de dor, dificuldade para respirar, náusea e vômitos.

2. Copo de leite

O Copo de Leite (Zantedeschia aethiopica) é outra planta linda que também tem potencial tóxico.

Os sintomas são semelhantes aos provocados pela Comigo Ninguém Pode, incluindo irritação nas mucosas, dor, náuseas, vômitos e salivação excessiva.

3. Lírios

Nessa categoria você pode incluir tanto os lírios perfumados, quanto os lírios da paz (Spathiphyllum wallisii).

Essa planta de flor exótica é muito tóxica para animais domésticos e quando ingerida pode provocar sintomas como irritação nas mucosas da boca, dificuldade para respirar e engolir. Já em casos mais graves, a ingestão de qualquer parte do lírio pode ocasionar em problemas neurológicos e renais.

4. Antúrio

O Antúrio (Anthurium spp) é mais uma daquelas plantinhas super populares, mas que também são tóxicas.

A intoxicação por antúrio pode causar sensação de queimação e inchaço da boca e garganta, asfixia, salivação excessiva, vômitos e diarreia.

5. Espada de São Jorge

A Espada de São Jorge (Sansevieria trifasciata) também entra no ranking das plantas que devem ser cultivadas com cuidado por quem tem pets em casa.

Em caso de ingestão, a planta pode provocar sintomas como dificuldade de respiração e irritação nas mucosas da boca.

6. Violeta

Charmosa e delicada, a violeta (Viola odorata) não parece, mas é tóxica para gatos.

A ingestão do caule e das sementes da planta causam vômitos, diarreia, dificuldade respiratória e até gastrite.

7. Ciclame

O Ciclame (Cyclamem) é muito apreciada como planta ornamental, mas pode ser um problema para quem tem gatos.

A boa noticia é que apenas as raízes da planta são tóxicas, portanto, se ela for cultivada em local de difícil acesso muito provavelmente não apresentará nenhum perigo.

8. Bico de Papagaio

A planta Bico de Papagaio ou Coroa de Cristo (Uphorbia pulcherrima), como também é conhecida, é muito tradicional na época do Natal por conta da combinação de suas folhas vermelhas e verdes.

No entanto, o simples contato com a pele do animal pode causar alergias e irritações.  Quando ingerida, a planta provoca vômitos e diarreia.

9. Azaleia

A Azaleia (Azalea sp) é uma planta muito utilizada na ornamentação dentro de casas e em jardins, no entanto ela é toxica para animais.

Se ingerida, a Azaleia pode provocar dores estomacais e até mesmo disfunção cardíaca.

10. Tulipa

As tulipas são lindas! Mas são tóxicas também. Por isso tome cuidado ao decorar a casa com essa flor.

Em caso de ingestão, a planta pode causar salivação excessiva, vômito, diarreia, perda de apetite, irritação na boca e, em casos mais sérios, aumento da frequência cardíaca e convulsões.

11. Hortênsia

A hortênsia (Hydrangea macrophylla) é mais uma planta que a gente não queria ver nessa lista.

Mas infelizmente ela está aqui. A hortênsia é muito toxica e pode ser perigosíssima para o seu pet. Isso porque a hortênsia possui uma substância chamada glicosídeo que se transforma em cianeto quando chega ao estômago. E todo mundo sabe que cianeto é um veneno muito perigoso.

Nos pets, a ingestão da hortênsia provoca diarreia, vômito e fortes dores abdominais. Em grande quantidade, a planta pode atingir o sistema nervoso, causando problemas de coordenação motora.

12. Aspargo-samambaia

Existe um tipo de samambaia que é tóxica para cães e gatos. O nome dela é aspargo samambaia (Sparagus Setaceus). Essa planta possui folhas finas e pequenas, mas não se engane com sua aparência delicada.

Quando ingerida, a aspargo samambaia ataca o sistema sanguíneo podendo provocar quadros de anemia.

13. Jiboia

A jiboia (Epipremnum pinnatum) é uma das plantas mais cobiçadas hoje em dia para decoração de interiores. O problema é que ela pode fazer mal para o seu felino.

A planta causa inchaço nas mucosas e problemas gastrointestinais.

14. Babosa

A Babosa é maravilhosa para muitas coisas, menos para os felinos. O gel de dentro das folhas é tóxico para os animais.

15. Costela de Adão

A Costela de Adão (Monstera deliciosa) é outra querida na decoração de interiores, mas as folhas são tóxicas para os pets.

Os sintomas da intoxicação pela planta incluem vômito, diarreia, coceira e queimação na língua.

16. Espirradeira

A Espirradeira (Nerium oleander) é uma mini árvore de jardim muito venenosa para animais e humanos.

A ingestão de qualquer parte da planta pode provocar sintomas como vômitos, diarreia, paralisia, arritmia, dispneia. Dependendo da quantidade ingerida pode ainda levar ao coma e até a morte.

17. Mamona

A Mamona (Ricinus communis) é uma planta muito comum em quintais e jardins. Mas não é só a planta que é tóxica, os derivados dela também, especialmente a torta de mamona usada como adubo em vasos.

Por isso, se você costuma usar esse tipo de adubo é aconselhável substituir por outro que não apresente toxicidade.

Lista de plantas não tóxicas para gatos

Lista de plantas não tóxicas para gatos

A seguir estão 10 plantas que não são tóxicas para gatos. Confira:

  1. Palmeira Areca
  2. Orquídeas
  3. Bromélias
  4. Confete
  5. Gérberas
  6. Flor de maio
  7. Pata de Elefante
  8. Girassol
  9. Lavanda
  10. Alecrim