Como plantar coentro: benefícios, dicas e como cuidar

Por -

O coentro é polêmico! Tem quem ama e tem quem odeia. Mas se você está no time de quem ama coentro, então junte-se a nós nesse post porque hoje finalmente você vai aprender como plantar e cuidar do coentro.

Bom né? Então já vai se ajeitando aí para conferir todas as dicas.

Características e usos do coentro

Características e usos do coentro

O coentro pode até ser confundido com a salsinha, mas apenas em um primeiro momento. Pois é só sentir o aroma para perceber a diferença.

Tanto o aroma, quanto o sabor do coentro são fortes e marcantes. Ele é capaz de roubar a cena em uma preparação, por isso é importante saber equilibrar a quantidade a ser utilizada em cada receita.

O coentro é originário da Ásia e também de certas regiões do Mediterrâneo. No entanto, o clima quente e tropical do Brasil também se tornou um refúgio perfeito para o cultivo do coentro.

E, por essas e outras, que o coentro é muito utilizado na culinária oriental, na culinária nordestina e na preparação de peixes e frutos do mar, pratos típicos do Mediterrâneo.

Benefícios do coentro

Não subestime o coentro. Ele é muito mais nutritivo do que se imagina. A planta, só para você ter uma ideia, possui propriedades medicinais conhecidas há muito tempo pela humanidade.

O povo egípcio, por exemplo, usava o coentro para tratar problemas estomacais, digestivos e dores nas articulações. O mesmo acontecia na Grécia e na Roma antiga.

O coentro possui propriedades diuréticas, estimulantes, tônicas, refrescantes e até mesmo afrodisíacas.

A planta também é fonte importante de vitaminas C e K, além de fornecer minerais importantes para o organismo, como potássio, ferro, manganês, fósforo e cálcio. E como todo alimento de origem vegetal, o coentro também é rico em fibra.

Todas essas propriedades do coentro fazem com que ele seja um grande aliado da saúde do fígado e do intestino, além de melhorar o processo digestivo.

O coentro também é reconhecido pela sua capacidade de fortalecer o sistema imunológico, combater a anemia, ajudar no controle do colesterol ruim e aumentar os índices do bom colesterol, melhorar a memória e até mesmo ajudar o organismo a se desintoxicar de metais pesados.

E você sabia que o coentro também tem função anti-inflamatória? Pois é! Essa característica faz com que a planta seja usada em enxaguantes e antissépticos bucais.

Como plantar coentro: no vaso, em canteiros e até em garrafa pet

Como plantar coentro: no vaso, em canteiros e até em garrafa pet

A melhor maneira de plantar coentro, seja em vaso ou em canteiros, é através de sementes. Mas e as mudas, não pode?

O coentro é um tipo de planta que não se adapta muito bem ao transplante porque possui raízes finas e delicadas. Por isso, as sementes são as mais indicadas.

As sementes do coentro você pode comprar em lojas de jardinagem e produtos agrícolas, apesar de que hoje em dia é possível encontrar sementes de verduras e hortaliças até mesmo em supermercados.

Outra opção é colher as sementes de um pé de coentro já adulto. Nesse caso, porém, você vai precisar deixar as sementes secarem antes de fazer o plantio.

Com as sementes em mãos, a próxima etapa é preparar o solo. Mas antes, vale uma dica: não é necessário semear o coentro em sementeiras, uma vez que ele não deve ser replantado, plante-o direto no local definitivo.

O solo ideal para o coentro é aquele fértil e bem drenado (no caso do plantio de coentro em vaso). Mantenha um bom sistema de drenagem dentro do vaso. Para isso, nada melhor do que forrar o fundo com argila expandida, carvão ou manta para jardinagem.

Uma boa dica é misturar uma parte de terra comum para uma parte de substrato.

Com o vaso preparado, comece fazendo pequenas covinhas com cerca de 1,5 cm, no máximo, para receber as sementes. Deposite cerca de três sementinhas em cada cova. A distância entre uma cova e outra deve ser de 5cm, no mínimo. 

Em seguida, peneire uma fina camada de terra sobre as sementes. O suficiente para cobri-las levemente, mas sem enterrá-las.

Mantenha o vaso ou o canteiro em um local bem iluminado com luz solar direto por pelo menos 4 horas ao dia. Em dias muito quentes, proteja o vaso em um local sombreado.

Entre 7 e 10 dias, as sementes começarão a germinar. Cerca de 30 a 40 dias depois você já pode colher as primeiras folhinhas do seu coentro.

O processo de plantio do coentro é o mesmo, independente do local que você escolheu para ele, seja vaso, canteiro ou até uma garrafa pet.

Mas é importante citar que o ideal é que o vaso ou recipiente em que o coentro será plantado tenha, no mínimo, 20 a 30 centímetros de profundidade.

Dá para plantar coentro com raiz?

Muita gente chega da feira ou do supermercado com um ramo de coentro cheio de raiz e acaba ficando na dúvida se é possível ou não reaproveitar e plantá-lo.

A resposta é sim! Contudo, nem sempre esse método é garantia de sucesso. Lembra que a gente falou que a raiz do coentro é delicada, né? 

Mas você pode experimentar plantar o coentro com raiz em um vaso. Para isso, corte as folhas e reserve a base com a raiz. Depois encha um vaso com terra de boa qualidade, em seguida, faça uma covinha de tamanho suficiente para receber a “muda” do coentro.

Ajeite a planta na cova, cubra com terra e dê uma leve pressão com a ponta dos dedos para compactá-la ao solo. 

Feito isso, basta regar e cuidar do seu novo pé de coentro. Se tudo der certo, em poucos dias você já poderá notar os primeiros brotos.

Como cuidar do coentro

Como cuidar do coentro

Luz e temperatura

O coentro é meio enjoado quando o assunto é luminosidade e temperatura. A planta não reage bem a climas mais frios e úmidos, especialmente quando as temperaturas marcam menos do que 18ºC.

Durante a germinação as temperaturas não podem estar abaixo dos 20ºC, caso contrário, as sementes não vingam. Por isso, o mais recomendado é plantar o coentro nos meses de primavera e outono.

Depois de “pego”, o coentro resiste bem a variações entre 18º e 25ºC. 

Só que não adianta nada a temperatura estar adequada para a planta se a luminosidade não estiver boa o suficiente.

Além de gostar do calorzinho, o coentro precisa estar sob a luz do sol direta, no mínimo, 4 horas por dia. Portanto, não tente cultivar a planta dentro de casa, porque ela não vai pra frente.

Um bom lugar para colocar o vaso do coentro, caso você more em apartamento ou em casa sem quintal, é em alguma varanda ou de modo suspenso pendurado na parede. Alias, essa é uma ótima oportunidade para você montar uma horta vertical em casa.

Lembrando: quanto mais luz solar o coentro receber mais intenso serão o sabor e o aroma da planta.

Rega

Você também precisa prestar atenção as regas do coentro. Água demais é tão ruim quanto pouca água.

O ideal é sempre observar o solo antes de oferecer água para a planta novamente. O coentro gosta de solo levemente umedecido, jamais seco ou encharcado.

Por isso a importância de sempre checar o nível de umidade da terra antes.

Adubação

O coentro não precisa de adubação constante. Você pode oferecer a cada dois ou três meses um pouco de adubo orgânico, como húmus de minhoca ou esterco de galinha, por exemplo.

Hora da colheita

A colheita do coentro começa 50 dias, mais ou menos, depois da semeadura. Na hora de colher as folhas, prefira sempre cortar aquelas mais altas e deixe as que estão mais embaixo se desenvolverem.

Uma dica importante: não colha em excesso as folhas do coentro, prefira cortar somente aquelas que vai precisar usar no momento. 

Existem dois motivos para isso. O primeiro é que o coentro perde suas propriedades gradativamente após a colheita, além de também perder sabor e aroma.

Outro problema é que quando se retira folhas demais do coentro ele acaba perdendo força e vigor, fazendo com que o pé enfraqueça. 

Quando notar a presença das primeiras flores você pode mantê-las no pé para colher as sementes ou, ainda, cortá-las para que o coentro continue seu desenvolvimento.

Como usar o coentro na culinária

O coentro possui sabor e aroma marcante, por isso não deve ser usado em grandes quantidades para não se sobressair demais.

Você pode optar por usar tanto o coentro em pó, obtido através das sementes, quanto o coentro fresco. 

A erva aromática combina muito bem com pratos à base de peixe e frutos do mar, tanto assados, quanto cozidos ou ensopados. 

O coentro também valoriza preparações com legumes e vegetais, além de ser muito bem vindo cru em saladas. 

As preparações que levam pimenta também combinam com o coentro. 

Vale ressaltar que o coentro fica perfeito quando usado para aromatizar vinagres, azeites, manteigas e caldos.

Anotou todas as dicas? Agora é só ir lá e plantar suas sementinhas de coentro.